Taproot: O Que Muda com a Atualização do Bitcoin
|

Taproot: O Que Muda com a Atualização do Bitcoin

Primeira atualização do Bitcoin em 4 anos passará a valer a partir de novembro deste ano.

Por
Atualizado em 16/06/2021

O blockchain do bitcoin (BTC) receberá uma nova atualização. Chamado Taproot, o update previsto para chegar em novembro, aumentará a privacidade e a eficiência das transações e facilitará a criação de contratos inteligentes. 

Mineradores de todo mundo aprovaram a primeira atualização em quatro anos para o bitcoin.

E os especialistas do mercado estão otimistas com os próximos passos da criptomoeda.

A última atualização na rede do Bitcoin aconteceu em 2017, com a implementação do SegWit, atualização do protocolo que aumentou o limite e os tamanhos dos blocos da blockchain. 

Por causa da enorme divisão entre os mineradores na época, a atualização foi apelidada de “guerra civil”. 

Diferente da anterior, o Taproot recebeu o apoio da grande maioria dos mineradores de todo o mundo.

Isso só aconteceu porque as melhorias são vistas como extremamente benéficas para o código do blockchain do bitcoin. 

O que é Taproot

Taproot (em tradução livre, seria a “raiz principal”) é uma atualização do Bitcoin que visa trazer melhorias para a rede da criptomoeda. 

Essa tecnologia deverá ser implantada para trazer mais segurança e privacidade, além de possibilitar criação de contratos inteligentes complexos.

O objetivo é ajudar na evolução do ecossistema do Bitcoin.

Banner will be placed here

O que muda com o Taproot

Como o Taproot, o bitcoin passará a ter um sistema de segurança mais apurado, alterando da atual assinatura digital do tipo “elíptico” para o tipo “Schnorr”. 

Nesta última, as chaves privadas utilizadas nas transações ficarão melhores guardadas na rede.

A atualização também permitirá que o bitcoin adote contratos inteligentes em blocos menores e, portanto, mais baratos e rápidos de serem colocados em rede.

Assinatura digital 

As “assinaturas digitais” serão o centro das próximas mudanças na rede Bitcoin. 

Atualmente, o blockchain da maior criptomoeda usa o chamado “Algoritmo de Assinatura Digital da Curva Elíptica”, criado a partir da chave privada de uma carteira. 

Com a chegada da Taproot, esse protocolo será migrado para as chamadas “Assinaturas Schnorr”, que tornarão as transações com múltiplas assinaturas ilegíveis.

Na prática, isso significa uma maior privacidade das transações, uma vez que as chaves privadas não terão mais tanta exposição na rede.

Isso não significa um maior anonimato para endereços individuais no blockchain público, visto que esta é uma preocupação constante dos governos na luta contra a lavagem de dinheiro usando criptomoedas. 

Contratos inteligentes 

Na mesma direção do blockchain do Ethereum (ETH), que comporta a rede de NFTs, DeFis e outros tipos de contratos inteligentes, a atualização também possibilitará a criação desses contratos na rede Bitcoin. 

O Taproot torna os contratos inteligentes mais baratos e simples, tornando a rede do bitcoin uma opção mais viável para se criar essas ferramentas. 

Os contratos inteligentes são acordos automáticos ​​sediados no blockchain que permite eliminar intermediários até nas transações mais complexas. 

Eles podem ser usados ​​para praticamente qualquer tipo de transação. Como, por exemplo, o pagamento de aluguéis agendados ou até mesmo para a compra e registro de um veículo.

“A atualização Taproot é importante porque abre uma ampla oportunidade para empreendedores interessados ​​em expandir a utilidade do bitcoin”, disse Alyse Killeen, fundadora e sócia-gerente da empresa de empreendimentos focados em bitcoin Stillmark, à CNBC. 

A possibilidade de se criar contratos inteligentes no blockchain do bitcoin é um recurso útil em questão de utilidade e importante para que a criptomoeda seja algo mais do que apenas um ativo digital especulativo. 

Quer Comprar Criptomoedas? Abra Conta Gratuita na Maior Corretora do Mundo.

Como funciona a aprovação de uma atualização no bitcoin

O Bitcoin possui um protocolo de código aberto, isso significa que qualquer desenvolvedor pode propor alterações, porém, para que uma atualização dessas seja possível, é necessário que a maioria dos usuários concordem com ela.

Caso seja aprovada, a atualização é instaurada. 

Em caso negativo, existem duas opções: ou o projeto é deixado de lado ou ocorre um fork, uma separação entre a moeda principal e a cripto com a atualização.

Quer Comprar Criptomoedas? Abra Conta Gratuita na Maior Corretora do Mundo.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE