A Taesa (TAEE11) e a Isa Cteep (TRPL4) informaram na quarta-feira (27), que concluiram o empreendimento Interligação Paraguaçu a partir da obtenção, nesta data, do Termo de Liberação Definitivo de suas instalações pelo Operador Nacional do Sistema Elétrica (ONS).

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Com isso, a concessão Paraguaçu entrou em operação comercial, passando a adicionar o valor de R$ 71,4 milhões de RAP para a Companhia de acordo com o ciclo RAP 2022- 2023.

Paraguaçu é um empreendimento referente ao lote 3, em que a Taesa participa em sociedade com a ISA CTEEP, na proporção igualitária de 50%.

A concessão possui uma RAP total de R$ 142,7 milhões para o ciclo 2022-2023 e está localizada nos estados de Minas Gerais e Bahia, com extensão de 338 km de linha com tensão de 500 kV, interligando a subestação Poções III à subestação Padre Paraíso 2.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Resultado da Taesa no Primeiro Trimestre de 2022

O resultado da Taesa (TAEE11) no primeiro trimestre de 2022 (1t22), divulgado no dia 16 de maio, apresentou lucro líquido de R$ 560 milhões no 1t22, uma baixa de -43,6% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda da Taesa atingiu R$ 691,5 milhões no 1T22, apresentando crescimento de 2,7% na comparação com o 1T21. 

A margem Ebitda da Taesa totalizou 86,9% no 1T22, apresentando crescimento de 12,8 pontos percentuais na comparação com o 1T21.  

A margem líquida da Taesa atingiu 70,4% no 1T22, apresentando crescimento de 9,2 pontos percentuais na comparação com o 1T21. 

As ações da Taesa (TAEE11) acumulam alta de 2,36% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 16,93% nos últimos 12 meses.