A SulAmérica (SULA11) comunicou nesta segunda-feira, 30, que apresentou uma proposta vinculante para a compra de até 100% do Grupo HB Saúde por R$ 485 milhões.

A transação precisa ser aprovada pelos acionistas da HB Saúde, além da venda de pelo menos 50% mais uma ação do capital votante.

O grupo possui uma carteira de cerca de 129 mil beneficiários de planos de saúde e 25 mil beneficiários de planos odontológicos, e é constituído por uma operadora de saúde, um hospital, oito unidades ambulatoriais, uma clínica infantil, centros clínicos e de diagnóstico, espaços de medicina preventiva, ocupacional e centro oncológico, localizados principalmente nas cidades de São José do Rio Preto e Mirassol, em São Paulo.

Em 2020, a empresa registrou receita de aproximadamente R$ 300 milhões.

"A transação, quando concluída, representará um importante movimento tanto para a SulAmérica quanto para a HB Saúde, seu corpo clínico e seus beneficiários", afirma a SulAmérica em fato relevante.

Para a SulAmérica, significará um aumento na presença em uma região do Estado de São Paulo que tem alto potencial de crescimento para sua operação de Saúde e Odonto.

"Adicionalmente, vale ressaltar que este movimento também marca a ampliação da atuação em um modelo assistencial semi-verticalizado, similar ao que tem sido executado com sucesso no Sul do País pela Paraná Clínicas, empresa adquirida pela companhia em setembro de 2020", conclui a SulAmérica.

A operadora diz que a operação não precisa ser aprovada pela assembleia geral e não dará direito de recesso.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa

Resultado da SulAmérica no Segundo Trimestre de 2021

O resultado da SulAmérica (SULA11) no segundo trimestre de 2021 (2t21), divulgado no dia 11 de agosto, apresentou um lucro líquido de R$ 29,6 milhões, baixa de -94,1% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O Ebitda da Sul América atingiu R$ 15,1 milhões no 2T21, apresentando retração de -97,4% na comparação com o 2T20. 

A margem Ebitda da Sul América totalizou 0,3% no 2T21, apresentando retração de -12,1 pontos percentuais na comparação com o 2T20.  

A margem líquida da Sul América atingiu 0,6% no 2T21, apresentando retração de -10,1 pontos percentuais na comparação com o 2T20. 

As ações da SulAmérica (SULA11) acumulam queda de 0,10% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 24,92% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.