O que é STA?

A dúvida, se é possível transferir os ativos do seu banco para uma corretora é bem comum, principalmente para quem está começando a investir e não tem experiência no mercado financeiro.

Se você investir por meio de uma corretora ou banco, geralmente por sugestão de alguém, e depois de um período de tempo descobrir que seus concorrentes têm maiores vantagens, como taxas mais baixas ou alguns serviços gratuitos, não se preocupe.

Pode haver muitos motivos para fazer um pedido de transferência de ações. De modo geral, o investidor deve buscar corretoras mais alinhadas com sua imagem pessoal.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

O tipo de serviço e a plataforma disponibilizada pela corretora são algumas das características que influenciam esta decisão. No entanto, nem todos os investidores observam isso ao escolher e podem não ficar totalmente satisfeitos com o corretor escolhido.

Outro motivo também está relacionado aos custos de manutenção de ativos em uma instituição. Às vezes, os investidores podem escolher migrar para uma corretora que não cobra taxas de corretagem por meio do STA.

Ou então, ele pode decidir mudar por achar que o serviço de uma ou outra instituição financeira é melhor, mesmo que tenha que pagar um valor mais alto para obter tal serviço.

Resumindo, a escolha de conduzir um STA depende de muitos fatores que os investidores devem analisar.

O mais importante num primeiro momento é saber que a transferência das ações pode ser solicitada e, uma vez que o investidor pretenda, saber quais os passos a tomar para executar o pedido.

Em suma, você pode transferir seus ativos de uma corretora (ou banco) para outro, sejam ações, ativos de negociação de ações ou títulos do Tesouro.

Como funciona a STA?

Todos os ativos negociados no mercado financeiro são mantidos por uma instituição, seja ela um banco ou uma corretora de valores.

Quando o operador de bolsa implementa o STA, o que ele faz basicamente é continuar usando a mesma carteira em outra instituição.

Além de se livrar de um processo burocrático e caro, não há necessidade de vender seus papéis e comparar novos papéis em uma nova corretora.

Muitos investidores, especialmente jovens investidores, desconhecem este procedimento e estão "presos" em instituições que podem não fornecer necessariamente os serviços de que necessitam.

Todo banco ou corretora possui um modelo deste documento, mas geralmente os dados são o seu nome, CPF, o código do cliente da corretora (ou banco) e os ativos a serem transferidos.

Não são cobrados custos, taxas ou taxas de corretagem de ISS para esse tipo de transferência. No caso do Tesouro Direto também não há taxa de IR porque você não vai trocar e sim transferir o valor.

Qual a importância da STA?

É muito importante ter uma corretora acessível. Especialmente se você for como 90% dos investidores, eles não têm milhões de reais para investir. Nesse caso, toda economia possível aumentará sua lucratividade.

Uma boa corretora de investimentos precisa ser simples. A comunicação com os investidores deve ser a mais clara e direta possível. Usar palavras difíceis não ajuda em nada os investidores.

Você precisa de uma corretora que fale sua língua e o ajude a ganhar dinheiro de verdade.

Imagine que você encontrou uma oportunidade em um mercado estranho, então você abriu o site da corretora, mas não foi capaz de aproveitar a oportunidade a tempo porque a plataforma da corretora era extremamente lenta e complicada.

Ao transferir sua custódia de investimento, você não tem perdas. Este é um processo rápido e gratuito.