O que é Split de ações?

Split de ações é um termo usado para se referir ao processo de desdobramento de ações.

O desdobramento ocorre quando uma ação é dividida em duas ou mais partes, resultando no aumento da quantidade de ações de uma empresa no mercado e queda no valor unitário.

Esse processo é importante, principalmente quando o preço de uma ação se valoriza excessivamente e começa a afetar a liquidez do ativo.

Ao realizar o split de ações, estas ficarão mais baratas e poderão aumentar as possibilidades de negócio, especialmente por parte dos investidores com menor capital.

O split não afeta o valor intrínseco de um ativo (proporção entre preço nominal e patrimônio e/ou lucro), mas é considerado um evento positivo, pois aumenta a sua liquidez.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Como funciona o Split de ações?

Qualquer empresa da bolsa de valores que queira realizar o split de ações precisa primeiramente avaliar se existe esta possibilidade.

Para poder realizar o desdobramento, é preciso que as ações sejam negociadas a valores elevados.

Ações com preços abaixo de R$10,00, dificilmente um desdobramento é permitido.

Até porque não é do interesse das empresas ter ações negociadas próximas de R$1,00 ou abaixo disso.

Isso porque, para entrar no Ibovespa, por exemplo, um dos critérios é não ser uma Penny stock, ou seja uma ação que vale centavos.

Mas, ações que são negociadas acima dos R$50,00, já conseguem a permissão com mais facilidade.

Reconhecendo que o valor da ação está alto e que existe a possibilidade de realizar o split,, a empresa ou sua administradora faz um comunicado ao mercado, mencionando a intenção de realizar o desdobramento.

Em seguida, os acionistas são convocados para votar e decidir se a empresa vai ou não fazer o split de ações.

No split de ações, a divisão pode ser feita de várias formas. Pode haver uma divisão por 2, 3, 4, ou quantas forem desejáveis para a melhoria das realizações de negócios.

Novamente, vale destacar que o desdobramento em si não influencia no valor real da ação, ou seja, o valor da companhia permanece o mesmo, a única coisa que vai mudar é a quantidade de ações.

Vantagens do Split de ações

O Split de ações geralmente é visto com bons olhos pelos agentes do mercado.

Isso porque é um procedimento simples que não afeta o valor intrínseco do ativo, enquanto que a divisão do valor nominal contribui bastante para a melhoria da facilidade de negociação.

Há casos, inclusive, que os ativos apresentam certa valorização quando ocorre o split de ações.

O caso mais recente foi o do banco BTG Pactual (BPAC11), que se valorizou em mais de 3% ao ter seus papéis desdobrados em uma proporção de 1 para 4

Sendo assim, um dos maiores benefícios do split está relacionado à acessibilidade do ativo em questão. 

Vamos supor que a ação de uma empresa específica chegou ao valor de R$250,00 cada.

Isso significa que mesmo recorrendo ao mercado fracionário, que costuma ser bem volátil, o investimento será de no mínimo R$250,00.

Essa quantia pode inibir alguns investidores com menores recursos, interessados em comprar uma quantidade “arredondada” de ações.

Um investidor com R$600,00, por exemplo, terá problemas caso queira gastar todo o recurso para comprar o ativo.

Isso porque o valor permite comprar 2 ações e ainda sobrar R$100,00.

Porém, a dificuldade de alocar o restante do dinheiro pode desagradar o referido investidor e fazê-lo optar por outro ativo que permite uma melhor alocação.

Sendo assim, caso haja o split dessas ações, a empresa pode optar por dividir cada ação em 10, por exemplo.

Desse modo, os R$250,00 por ação podem se tornar R$25,00 por ação, o que a torna mais acessível.

Caso isso aconteça, o investidor em questão poderá gastar a totalidade dos R$600,00 para comprar 24 ações da referida empresa.

Consequentemente, o split de ações melhora a atratividade do ativo, pois diminui a barreira à entrada, aumentando as possibilidades de combinações de negócios que podem ser feitas, o que, por fim, implica em maior liquidez.