A S&P Global cortou suas projeções para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) global em 2022, de 2,9% a 2,7%, e em 2023, de 2,9% a 2,6%.

Como Saber a Hora de Entrar e Sair dos Investimentos? GI Wealth faz Gestão para Investimentos Superior a R$ 300 mil.

Segundo a instituição, a redução no ano atual reflete o desempenho “mais fraco” da economia dos Estados Unidos no primeiro semestre, enquanto que a revisão para 2023 se deu pela perspectiva de condições financeiras mais apertadas, à medida que a maioria dos principais bancos centrais do mundo sobe juros para conter a escalada da inflação.

A agência projeta crescimento de 1,4% do PIB americano em 2022, e 1,3% em 2023.

Para a zona do euro, a previsão é de alta de 2,5% em 2022, antes de desacelerar para 1,2% no ano seguinte. Já o PIB chinês deve crescer 4,0% em 2022 e 5,2% ano que vem.

Há chance entre 40% e 50% de que as maiores economias do mundo entrem em recessão, segundo a S&P Global.

Em um ambiente de custos de financiamento mais altos, investidores devem se mover para ativos seguros e, desta forma, fortalecer o dólar e colocar os mercados de países emergentes sob pressão, prevê a S&P Global.

Como Investir no Cenário Econômico Atual? Veja as 3 Ações com Maior Potencial de Valorização no Brasil.

A agência ainda destaca que o setor imobiliário sofrerá mais com o aumento dos juros, uma vez que os preços mais elevados vão reduzir a demanda e provocar um reajuste severo neste mercado.

Já em relação à inflação, a projeção é de que os preços globais subam 7,3% em 2022, antes de desacelerar para alta de 4,2% em 2023 e 2,7% em 2024.

Segundo a S&P Global, preços de commodities começaram a cair e devem estender este movimento, puxado pelo fortalecimento do dólar diante da alta de juros do Federal Reserve (Fed).

Fonte: InfoMoney.