O que é SNIPC?

SNIPC é a sigla para Sistema Nacional de Índices de Preços ao Consumidor

Este sistema consiste em uma combinação de processos destinados a produzir índices de preços ao consumidor. 

O objetivo do SNIPC é acompanhar a variação de preços de um conjunto de produtos e serviços consumidos pelas famílias através de uma série de índices diferentes.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Como funciona o SNIPC?

O SNIPC combina diferentes metodologias para determinar a variação do preço pago pela população brasileira em um conjunto de produtos e serviços consumidos pelas famílias. 

Para obter o índice nacional, o SNIPC agrega as estimativas de consumo regionais referentes à faixa de renda analisada. 

O sistema abrange as seguintes regiões metropolitanas:

  • Rio de Janeiro;
  • Porto Alegre;
  • Belo Horizonte; 
  • Recife;
  • São Paulo;
  • Belém;
  • Fortaleza;
  • Salvador;
  • Curitiba;
  • Vitória.

Além das regiões metropolitanas, o SNIPC também abrange o Distrito Federal e os municípios de Goiânia, Campo Grande, Rio Branco, São Luís e Aracaju.

Os índices mensais resultam da comparação dos preços vigentes nos 30 dias do período de referência com os 30 do período base. 

A coleta integral de preços se dá a cada período de 30 dias. Essa colega é segmentada em 4 subperíodos, de forma que cada um deles contém 7 dias com datas definidas.

Essas datas são definidas através do Calendário Anual de Coleta do SNIPC.

Os índices podem ser obtidos para diversas classes da população. Além dos índices mensais, podem ser calculadas as variações de preços ocorridas em 2 (dois) meses ou mais, a partir das séries históricas produzidas.

Quais índices participam do SNIPC?

O SNIPC, na forma como é montado, possibilita várias alternativas de cálculo de índices.

Este sistema é composto pelos seguintes índices:

  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor - INPC
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - IPCA
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo Especial – IPCA-E
  • Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 - IPCA-15

Cada um destes índices abrangem uma população-objetivo.

A população-objetivo do INPC é referente a famílias residentes nas áreas urbanas das regiões de abrangência do SNIPC, com rendimentos de 1 (um) a 5 (cinco) salários mínimos, cuja pessoa de referência é assalariada.

Já dos demais, como o IPCA, IPCA-E e IPCA-15, é referente a famílias residentes nas áreas urbanas das regiões de abrangência do SNIPC, com rendimentos de 1 (um) a 40 (quarenta) salários mínimos, qualquer que seja a fonte de rendimentos.

Metodologia do SNIPC

Os índices que abrangem o SNIPC são calculados para cada região. 

De acordo com o IBGE, a partir dos preços coletados mensalmente, obtém-se, na primeira etapa de síntese, as estimativas dos movimentos de preços referentes a cada produto pesquisado.

As estimativas são obtidas através do cálculo da média aritmética simples de preços dos locais da amostra do produto que, comparadas em dois meses consecutivos, resultam no relativo das médias.

Agregando-se os relativos dos produtos através da média geométrica é calculada a variação de preços de cada subitem, que se constitui na menor agregação do índice que possui ponderação explícita.

A partir daí é aplicada a fórmula Laspeyres, obtendo-se todos os demais níveis de agregação da estrutura: item, subgrupo, grupo e, por fim, o índice geral da região.

Os índices nacionais são calculados a partir dos resultados dos índices regionais, utilizando-se a média aritmética ponderada.

A variável de ponderação do INPC é a "população residente urbana" (POF 2008-2009) e a do IPCA, IPCAE e IPCA-15 é o "rendimento unitário mensal familiar disponível" (POF 2008-2009).

O período de coleta do INPC e do IPCA estende-se, em geral, do dia 1º ao dia 30 do mês de referência.

Já o período de coleta do IPCAE e IPCA-15 estende-se, em geral, do dia 16 do mês anterior ao dia 15 do mês de referência.