O que é Smart Money?

Smart Money é o capital que está sendo controlado por investidores institucionais, especialistas em mercado, bancos centrais, fundos e outros profissionais financeiros. 

Em tradução livre para o português, smart money significa “dinheiro inteligente”.

O termo recebe este nome pois é usado para se referir a investidores qualificados, que têm bastante conhecimento sobre o mercado e, portanto, estão sempre antenados quanto à sua dinâmica.

O Smart Money também pode ser empregado para se referir aos grandes movimentos de capitais que verificamos nos mercados financeiros e de capitais e de capitais quando eventos importantes ocorrem.

Neste caso, os grandes investidores, ao migrarem seus recursos entre os ativos, geram grandes movimentações de preços no mercado.

Isso ocorre também porque o Smart Money costuma ser investido em uma escala muito maior do que os investidores de varejo.

Além disso, Smart Money também costuma ser usado para jogos, quando um jogador tem um histórico de sucesso elevado em suas apostas.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Como funciona o Smart Money?

Smart money é o dinheiro investido (ou apostado) por aqueles considerados experientes ou bem informados quanto ao mercado. 

Vale lembrar que não há evidência empírica para afirmar que os investimentos de Smart Money tenham melhor ou pior desempenho do que aqueles que não se enquadram nessa classificação.

Porém, o que importa saber aqui é que estes investidores, ao movimentarem uma quantidade significativa de dinheiro, afetam o mercado como um todo.

Por isso mesmo, ficar atento quanto ao comportamento do Smart Money é sempre muito importante para o pequeno investidor, principalmente para evitar ser jogado contra a onda.

O que é importante saber sobre este tema é que os investimentos do Smart Money raramente são feitos sem qualquer base de fundamentos.

Por serem uma classe de agentes experientes e bem informados, estes agentes têm um entendimento completo sobre o mercado e são munidos com informações que um investidor regular não pode obter.

Dessa forma, suas ações não são meras apostas, mas sim decisões bem fundamentadas, com maior probabilidade de acerto.

Há vezes em que são os Bancos Centrais que atuam como a principal força motriz do Smart Money.

Entretanto, os objetivos destas instituições não são o ganho financeiro, mas sim fazer a regulamentação do sistema, evitando que bolhas surjam e crises financeiras se instalem.

Por isso, é importante distinguir qual a força que dirige o Smart Money em cada situação.

Como identificar o Smart Money?

Um dos princípios que podemos nos basear para identificar o Smart Money é a ideia convencional de que agentes bem informados normalmente investem mais.

Com isso em mente, o Smart Money costuma ser identificado por um volume de negociação maior do que o normal.

Como os agentes atrelados ao Smart Money tendem a obter informação primeiro, esse tipo de investimento pode ser verificado quando há uma forte movimentação sem que haja informação pública divulgada. 

Outra forma de tentar identificar o Smart Money é através da análise dos preços das opções de ações e índices.

Apesar destas suspeitas, é importante deixar claro que não existem evidências definitivas para confirmar estas inferências sobre o smart money.

Saber quem são os detentores do Smart Money e onde estão investindo pode ser de grande benefício para os investidores de varejo que desejam navegar de acordo com a onda.

Entretanto, tenha cuidado ao tentar acompanhar o Smart Money.

Isso porque os investidores qualificados, bem informados e experientes também podem falhar.

Portanto, seja como for, tenha sempre uma visão ampla sobre o cenário geral da economia e dos investimentos e busque embasar suas decisões em fundamentos.

O Smart Money pode ser importante para indicar onde investir, mas jamais esqueça de analisar os fundamentos do ativo para saber se vale ou não a pena seguir esta direção.

Caso contrário, você pode cair em uma armadilha ao tomar decisões com base em ações dos outros.