O governo do Mato Grosso anunciou para a próxima segunda-feira, 20, a assinatura do contrato de adesão da Rumo (RAIL3) para a construção, implantação e exploração da primeira ferrovia estadual de Mato Grosso.

Conforme o governo do estado, a assinatura do contrato autoriza a empresa a iniciar a construção de 730 quilômetros de linha férrea, que vai interligar os municípios de Rondonópolis a Cuiabá, além de Rondonópolis com Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, linhas que vão se conectar à malha ferroviária nacional em direção ao Porto de Santos (SP).

O projeto, segundo a administração estadual, prevê investimentos de R$ 11,2 bilhões para a implantação da ferrovia estadual.

A partir do início das obras, a Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados ficará responsável pela fiscalização do andamento.

"Estudos realizados pela Rumo Logística indicam que mais de 230 mil empregos serão gerados durante os anos de construção da ferrovia", diz o governo do Mato Grosso em nota.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa

A previsão é que o trecho entre Rondonópolis e Cuiabá estará concluído e em funcionamento em 2025, enquanto a operação no trecho Cuiabá a Lucas do Rio Verde deverá começar em 2028.

Uma vez implantada, a Rumo fica autorizada a explorar a ferrovia pelo prazo de 45 anos, sendo que a infraestrutura ferroviária poderá ser compartilhada pela empresa com outra companhia de transporte ferroviário que venha a prestar serviços no Estado.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa

Resultado da Rumo no Segundo Trimestre de 2021

O resultado da Rumo (RAIL3) no segndo trimestre de 2021 (2t21), divulgado no dia 12 de agosto, apresentou um lucro líquido de R$ 314,4 milhões no 2t21, uma baixa de -22,3% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda da Rumo atingiu R$ 1,2 bilhão no 2T21, apresentando retração de -1,7% na comparação com o 2T20.

A margem Ebitda da Rumo totalizou 54,0% no 2T21, apresentando retração de -12,5 pontos percentuais na comparação com o 2T20.

A margem líquida da Rumo atingiu 14,2% no 2T21, apresentando retração de -7,9 pontos percentuais na comparação com o 2T20.

As ações da Rumo (RAIL3) acumulam queda de 4,80% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 18,22% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.