Romi (ROMI3) Pagará R$ 26 Mi de Proventos em Outubro
| , ,

Romi (ROMI3) Pagará R$ 26 Mi de Proventos em Outubro

A Romi (ROMI3) anunciou que pagará R$ 26 milhões de proventos em outubro. Veja a data limite para receber.

Por
Atualizado em 15/09/2021

A Romi (ROMI3) anunciou na terça-feira (14), através de aviso aos acionistas, que pagará R$ 26 milhões em dividendos e juros sobre capital próprio para quem tiver ações da companhia até o dia 20 de setembro.

O montante será dividido entre R$ 16,8 milhões para pagamento na forma de dividendos e R$ 9,5 milhões em juros sobre capital próprio.

Segundo o comunicado, o pagamento será realizado no dia 28 de outubro de 2021.

Banner will be placed here

Dividendos

  • Valor por ação ordinária:  R$ 0,23
  • Data de COM: 20 de setembro de 2021
  • Data EX: 21 de setembro de 2021
  • Data de pagamento: 28 de outubro de 2021

Juros sobre Capital Próprio

  • Valor por ação ordinária:  R$ 0,13
  • Data de COM: 20 de setembro de 2021
  • Data EX: 21 de setembro de 2021
  • Data de pagamento: Até o final de 2022

Pela cotação da Romi (ROMI3) de quarta-feira na abertura (15), a R$ 21,84, esse valor líquido representa 1,05% de rendimento por ação.

A partir de 21 de setembro, os ativos serão negociados em ex-proventos.

Resultado da Romi no Segundo Trimestre de 2021

O resultado da Romi (ROMI3) no segundo trimestre de 2021 (2t21), divulgado no dia 21 de julho, apresentou um lucro líquido de R$ 42,7 milhões no 2t21, alta 277,5% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda da Indústrias Romi atingiu R$ 66,5 milhões no 2T21, apresentando crescimento de 245,9% na comparação com o 2T20.

A Margem Ebitda da Indústrias Romi totalizou 18,9% no 2T21, apresentando crescimento de 9,1 pontos percentuais na comparação com o 2T20. 

A Margem Líquida da Industrias Romi atingiu 12,2% no 2T21 apresentando crescimento de 6,4 pontos percentuais na comparação com o 2T20.

As ações da Romi (ROMI3) acumulam de alta de 5,22% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 136,03% nos últimos 12 meses.

Notícias do Mercado Financeiro

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE