Resumo da Semana: LIGT3 dispara, GPCP3 cai quase 15%
| ,

Resumo da Semana: LIGT3 dispara, GPCP3 cai quase 15%

Light (LIGT3) subiu forte na quinta-feira, com eleição de membros do Conselho de Administração, e GPC Participações (GPCP3) despencou na terça-feira.

Por
Atualizado em 10/10/2020

Light (LIGT3) subiu forte na quinta-feira, com eleição de membros do Conselho de Administração, e GPC Participações (GPCP3) despencou na terça-feira.

A equipe TheCap toda semana realiza uma análise dos principais eventos e das maiores altas e baixas da bolsa de valores.

Na última semana, o destaque nas maiores altas foram as ações da Light (LIGT3) e, nas maiores baixas, do GPC Participações (GPCP3).

Foram consideradas as ações mais negociadas na bolsa e com relevância no índice. Para isso, foram selecionadas empresas com valor de mercado acima de R$ 500M e volume médio negociado acima de R$ 100 mil.

Dentre as 239 ações que entraram na lista, 156 tiveram variação positiva, 80 tiveram variação negativa e 3 não tiveram variação nesta semana.

Veja a análise completa da semana de 04/10 a 10/10.

Quais as Melhores Small Caps de 2020? Clique Aqui e Baixe Grátis o Relatório com a Melhor Small Cap para 2020.

Principais Eventos

No cenário internacional, otimismo dos mercados retornou quando presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou que teria alta do hospital na segunda-feira, após uma breve internação durante o final de semana. Trump havia anunciado o diagnóstico de Covid-19 na sexta-feira anterior.

No cenário econômico, IBGE divulgou na sexta-feira o IPCA de setembro, que apresentou aceleração em relação ao mês anterior. Índice oficial de inflação atingiu +0,64%, o maior resultado para um mês de setembro em 17 anos.

No cenário político, presidente Jair Bolsonaro deu declaração na quinta-feira afirmando que acabou com Lava Jato porque “não tem mais corrupção” no governo, e suscitou críticas de membros da força-tarefa.

Quais as Melhores Small Caps de 2020? Clique Aqui e Baixe Grátis o Relatório com a Melhor Small Cap para 2020.

Maiores Altas Bovespa

Entre as ações que tiveram maior alta da bolsa de valores, com valorização acima de 10%, aparecem os setores bancário e de varejo, entre outros.

Foi o setor de energia que tomou o topo da lista, com as ações da Light (LIGT3). Veja o top 5 da semana.

TickerEmpresaVariação
LIGT3Light SA ON+22,11%
DTEX3Duratex ON+18,44%
MDNE3Moura Dubeux ON+17,69%
EUCA4Eucatex PN+14,84%
WEGE3WEG ON+14,69%

Fonte: GuiaInvest

Light (LIGT3) começou a semana em R$ 15,02 e manteve-se estável até a quinta-feira, quando disparou. O preço da ação chegou a atingir R$ 18,39 e fechou a semana em R$ 18,28.

Na sexta-feira, a empresa comunicou a eleição de novos presidente e vice-presidente do Conselho de Administração, Firmino Ferreira Sampaio Neto e David Zylbersztajn, além da nomeação de Raimundo Nonato Alencar de Castro como novo diretor-presidente da empresa.

Moura Dubeux (MDNE3) recebeu questionamento da B3 sobre oscilações atípicas nos preços de suas ações. Segundo comunicado apresentado na quinta-feira, a empresa não tem conhecimento de fatos ou atos que possam justificar essas oscilações.

Banner will be placed here

Maiores Baixas Bovespa

Entre as ações que tiveram maior baixa da bolsa de valores (B3SA3), com desvalorização acima de 5%, apareceram os setores de meios e pagamento e logística, entre outros.

A empresa cujas ações mais desvalorizaram no período foi a GPC Participações (GPCP3), do setor de indústria química. Veja o top 5 da semana.

TickerEmpresaDesvalorização
GPCP3GPC Participações ON-13,20%
IRBR3IRB Brasil ON-11,25%
CEBR3CEB ON-9,05%
EQMA3BEquatorial Maranhão ON-8,59%
TELB3Telebras ON-6,70%

Fonte: GuiaInvest

GPC Participações (GPCP3) começou a semana em R$ 19,70 e manteve um movimento de queda até despencar no final da terça-feira, atingindo R$ 17,23. Após uma rápida recuperação na quarta-feira, caiu novamente, chegando a R$ 16,80. Em seguida reverteu para um movimento de alta, fechando a semana em R$ 17,10.

IRB Brasil (IRBR3) recebeu questionamento da B3 sobre oscilações atípicas nos preços de suas ações. Segundo comunicado apresentado na quarta-feira, o único fato de que a empresa tem conhecimento que pode ter causado a oscilação foi “publicação […] do relatório de retomada de cobertura do IRB Brasil pelo banco UBS, com a recomendação de venda e preço-alvo de R$ 4,60”.

Telebras (TELB3) informou na quarta-feira que fechou parceria com a Rede Nacional de Pesquisa, entidade que é responsável por serviços de telecomunicação para universidades, centros de pesquisa, faculdades e outros. Parceria prevê a integração de redes para ampliar abrangência.

Esse foi o resumo da semana. No próximo sábado, tem mais!

Notícias do Mercado Financeiro

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais
[PDF]
[PDF]