Reorganize Sua Carteira de Investimentos para 2021
| , ,

Reorganize Sua Carteira de Investimentos para 2021

Com o novo ano chegando, está na hora de avaliar e reorganizar a sua carteira de investimentos para 2021.

Por
Atualizado em 02/12/2020

Encerramos um novembro espetacular e agora entramos no último mês desse 2020 bizarro.

Estamos surpreendentemente perto do topo histórico do Ibovespa.

O momento é de calibrar a alocação de ativos e ir arrumando a casa para 2021.

Antes de saber exatamente o que fazer, precisamos dar um passo atrás e refletir sobre o que se passou.

As coisas demoram a acontecer até que acontecem muito rápido, como repete exaustivamente um analista da concorrência o qual eu admiro muito.

Tivemos R$ 30 bilhões entrando de fora apenas em novembro.

O Ibovespa subiu quase 16% apenas em um mês.

Mas não foi por menos…

Banner will be placed here

Joe Biden ganhou a presidência em concomitância com a formação de um congresso republicano, o que ensaia uma melhora na relação entre EUA e China, ao mesmo tempo em que se tem um Congresso que não permitirá nenhum plano excessivamente expansionista em termos fiscais..

No Brasil, o Centrão ganhou de lavada as eleições municipais, o que pode ser o anúncio de um eleitor pragmático em 2022 e, por consequência, que haja apoio popular em torno de reformas. 

A chegada de uma vacina é cada vez mais iminente.

Esse fluxo de notícias foi muito bem recebido pelo mercado financeiro e, apesar de uma volta mais forte do vírus pelo Brasil, Estados Unidos e Europa, as bolsas subiram forte no mundo inteiro.

Hoje o mundo vive uma esperança de volta ao normal e os mercados assumem que a vacina possa vir a ser uma realidade nos próximos 6 meses.

No exato momento, a questão não é para onde vai a bolsa de valores

A bolsa em si tende a desempenhar bem estruturalmente, principalmente em um ano que será de recuperação.

Onde Investir na Atual Crise Econômica? Baixe Grátis o Relatório “As Melhores Ações para Lucrar na Crise”.

O que se coloca, repito, é se os destaques serão as techs ou setores ligados à velha economia.

Novembro foi um mês de rotação entre esses setores, o mercado vendeu techs (vencedoras da crise) para comprar aquilo que ficou muito para trás.

Não à toa, MGLU3, TOTS3, B3SA3, BPAC11 e outras empresas associadas ao varejo de e-commerce ou ao processo de financial deepening tenham sofrido.

O fato é que mesmo que elas possam atravessar um momento ruim em um ou outro mês por conta da rotação para bancos, petróleo, shoppings, educacionais, essas techs são tendências seculares e não devem parar de ir bem de maneira mais estrutural.

De maneira geral: agora é hora de comprar aquilo que é bom sem muita distinção, apenas sabendo fazer a devida diversificação entre setores.

Tenha a sua reserva de emergência no Tesouro Selic ou em um fundo DI.

Tenha algo entre 8 e 12 (ou até mais) de ações de muita qualidade e sejam negociadas a bons preços.

Se for o caso, tenha um pouco de ouro e dólar para tirar um pouco do risco geral da carteira de ativos

E espere… como já diria Warren Buffett, “há 3 coisas que você pode fazer com um investimento: comprar, vender e esperar, sendo que essa última é a que costuma ter o melhor retorno”.

Conte comigo com o que você precisar.

Notícias do Mercado Financeiro

Disclaimer: Declaro que as informações contidas neste texto são públicas e que refletem única e exclusivamente a minha visão independente sobre a companhia, sem refletir a opinião do The Capital Advisor ou de seus controladores.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE