O que é red flags?

Red flags (bandeiras vermelhas) é um aviso ou indicador que sugere que existe um problema ou ameaça potencial. 

O termo red flags é uma forma de chamar atenção para algo importante mas com teor negativo, podendo ser empregado em vários ramos.

Nas corridas de Fórmula 1, por exemplo, a bandeira vermelha indica que há um acidente na pista e que os pilotos devem ter atenção e moderar a velocidade.

Nos EUA há também a expressão "to be like a red flag to a bull", que significa “ser como uma bandeira vermelha para um touro”, e que é usada quando algo deixa alguém muito irritado, ou com muita raiva.

Já no mercado de investimentos, a sinalização de red flags em alguma ação ou relatório significa que pode haver alguma característica indesejável que se destaque para um analista ou investidor.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Entendendo red flags

O termo red flags na verdade é uma metáfora. Geralmente é usado como um aviso ou motivo de preocupação de que há um problema com uma determinada situação. 

Nos negócios, pode haver bandeiras vermelhas que alertam investidores e analistas sobre o futuro financeiro ou a saúde de uma empresa ou ação. 

Bandeiras vermelhas da economia frequentemente sugerem problemas que se avizinham, como uma crise financeira ou recessão.

Não existe um padrão universal para identificar ou sinalizar o red flags no mercado de investimentos

O método usado para detectar problemas com uma oportunidade de investimento depende da metodologia de pesquisa que um investidor, analista ou economista emprega. 

Isso pode incluir o exame de demonstrações financeiras, indicadores econômicos ou dados históricos.

As demonstrações financeiras fornecem muitas informações sobre a saúde de uma organização e podem ser usadas para identificar possíveis sinais de alerta. 

No que tange a economia como um todo, a correlação entre indicadores é um método bastante empregado para analisar possíveis eventos negativos.

Geralmente, red flags são levantados quando há algum padrão estranho nos dados macroeconômicos ou monetários.

Um exemplo é quando a curva de juros dos títulos públicos fica negativamente inclinada, recebendo o nome de “curva flat de juros”.

Já no caso das empresas, alguns sinais de alerta comuns que indicam problemas incluem:

  • aumento da relação dívida/patrimônio líquido;
  • diminuição constante das receitas;
  • aumento dos custos de produção;
  • queda das margens ou retorno sobre patrimônio (ROE);
  • aumento de concorrência;
  • mudanças na legislação;
  • entre outras coisas mais.

Na prática, red flags podem ser encontrados nos dados e nas notas de um relatório financeiro feito por analistas ou instituições de classificação de risco.

Cuidados com red flags

Apesar do termo “red flags” ser muito importante no mercado de investimentos para sinalizar possíveis problemas futuros, é preciso ter senso crítico para avaliar o seu uso.

Isso porque, o que pode se configurar como bandeira vermelha para um analista pode não ser um problema para outros.

No mercado financeiro e de capitais é comum a presença de vários investidores e analistas com pensamentos radicalmente opostos.

Ou seja, em tempos normais, a quantidade de analistas que preveem um caos extremo é praticamente semelhante à quantidade de outros que pensam em um futuro fortemente promissor.

Portanto, a dica para lidar com essa situação é buscar o máximo de conhecimento possível.

Aprenda o que está por trás de cada argumento, busque ter acesso aos dados que fundamentam cada opinião, estude teorias econômicas e financeiras, e fique sempre informado quanto às notícias.

Toda opinião sempre tem uma crítica, portanto, avalie tanto as opiniões quanto suas críticas de maneira mais racional possível, ou seja, sem invocar em torcidas e sentimentos de euforia.

Na dúvida e incerteza, tenha em mente a importância de realizar a proteção da carteira (operações de hedge), como também fazer uma boa diversificação.

Caso tenha interesse em conhecer um pouco mais sobre análise fundamentalista, saiba que temos um artigo completo sobre o tema aqui no nosso site.