RBVO11: Fundo Imobiliário Rio Bravo Crédito Imobiliário II Vale a Pena?
| ,

RBVO11: Fundo Imobiliário Rio Bravo Crédito Imobiliário II Vale a Pena?

Conheça o Fundo Imobiliário Rio Bravo Crédito Imobiliário II (RBVO11): Dividendos, Rentabilidade, Subscrição e Riscos.

Por
Atualizado em 26/06/2020
Avalie esse texto

Carência negociada pelo Fundo Imobiliário Rio Bravo Crédito Imobiliário II (RBVO11) afeta os rendimentos de maio. 

Embora os meses seguintes à grande queda de março tenham sido mais favoráveis aos fundos imobiliários, não são poucos os que seguem negociando e concedendo vantagens a seus devedores. 

O fundo imobiliário RBVO11 não é exceção. Os desdobramentos do coronavírus levaram a acordos especiais que, no presente, impactam os rendimentos do fundo.

Em maio (14), o fundo emitiu fato relevante, comunicando ao mercado acordos de carência para dois de seus ativos. 

De acordo com o documento, foi concedida uma carência de 6 meses sobre o montante principal para o CRI Jaraguá do Sul. 

O acordo não afeta os rendimentos do fundo, uma vez que os juros seguem sendo cobrados.  

Além desse, outro acordo foi feito: a carência tanto do principal como dos juros para o CRI Incefra.

A princípio, o acordo é válido para 2 meses (abril e maio) e sua diluição ocorrerá em 18 meses. No entanto, a gestão do fundo não descarta uma extensão para 2 meses mais. 

Com a carência de juros, este segundo acordo impacta a distribuição mensal do FII.

Em maio de 2020, os dividendos distribuídos pelo fundo foram de R$ 0,05, o correspondente a 0,23% do valor de fechamento da cota no mês. 

Se você busca maneiras mais eficientes de ampliar seu capital, deve investir nos melhores fundos imobiliários, principalmente os FIIs que compõem o IFIX (índice dos
FIIs listados em bolsa).

Por isso, conhecer as características do RBVO11 é fundamental!

Neste artigo, você entenderá: 

  • O que é RBVO11;
  • Rendimentos do RBVO11;
  • Resumo da Carteira do RBVO11;
  • Liquidez do RBVO11;
  • Principais riscos do RBVO11;
  • Se o RBVO11 vale a pena. 

Leia até o final e descubra se o Fundo Imobiliário Rio Bravo Crédito Imobiliário II (RBVO11) vale a pena e deve fazer parte de sua carteira!

Quais os Melhores FIIs para 2020? Clique Aqui e Veja Como Receber Dinheiro Extra Todos Os Meses Do Ano.

O que é RBVO11 FII?

O código RBVO11 identifica o Fundo Imobiliário Rio Bravo Crédito Imobiliário II, gerido pela Rio Bravo Investimentos.

Iniciado em dezembro de 2012, o RBVO11 está há quase 8 anos no mercado. Trata-se de um fundo do tipo papel, que investe a maior parte de seus recursos em ativos financeiros de base imobiliária. 

O foco do fundo são os CRIs (Certificados de Recebíveis Imobiliários), títulos de dívidas garantidos por imóveis físicos. 

No entanto, outros títulos atrelados a imóveis são aceitos, como LCI (Letra de Crédito Imobiliário), LH (Letra Hipotecária) e mesmo cotas de outros fundos imobiliários.

A primeira emissão do RBVO11 trouxe ao mercado 1 milhão de cotas comercializadas a R$ 100 cada. 

Ao final de maio de 2020, o patrimônio líquido do fundo somava pouco mais de R$ 15,2 milhões. 

Banner will be placed here

RBVO11 Rendimentos

Em maio de 2020, o fundo distribuiu R$ 0,05 por cota em dividendos. Isso significa 0,23% sobre o valor de cota no fechamento do mês, que foi de R$ 21,93. 

Nos 12 meses anteriores, os rendimentos mensais do RBVO11 somaram R$ 1,91, o correspondente a 8,71% da cota em março/20. 

Na tabela abaixo, veja os rendimentos mensais distribuídos pelo RBVO11 desde janeiro de 2019. 


JanFevMarAbrMaiJunJulAgoSetOutNovDez
20190,200,150,200,200,250,250,200,200,200,200,200,20
20200,130,110,080,090,05






Fonte: Relatório Gerencial. 

A imagem abaixo mostra a composição do resultado do fundo entre dezembro de 2019 e maio de 2020. 

Rendimentos Mensais RBVO11
Rendimentos Mensais RBVO11. Fonte: Relatório Gerencial.

Quais os Melhores FIIs para 2020? Clique Aqui e Veja Como Receber Dinheiro Extra Todos Os Meses Do Ano.

Resumo da Carteira do RBVO11 

A carteira do RBVO11 é maiormente composta por CRIs, títulos de renda fixa que captam recursos para financiar operações no mercado imobiliário. 

Os CRIs não são investimentos diretos em imóveis, mas papéis de dívida garantidos por eles. 

Esses títulos funcionam como um empréstimo e periodicamente ou em seu vencimento pagam juros aos investidores. 

O fundo admite investimentos em outros títulos de dívidas similares, porém atualmente não conta com nenhum deles em carteira. 

Em  maio de 2020, o portfólio do RBVO11 apresentava a seguinte composição, considerando se patrimônio líquido: 

  • CRI: 66,58%
  • Cotas de Fundos Imobiliários: 26%
  • Instrumentos de Caixa: 7,42%

Alocação por Indexador

A alocação por indexador do RBVO11 se divide entre índices conectados à variação da inflação, especificamente o  IPCA e o IGP-M,  e ao CDI (Certificado de Depósito Interbancário).

O IPCA, medido mensalmente pelo IBGE, é o índice que considera os preços – e suas variações – praticados ao consumidor final. 

O IGP, por outro lado, é medido todos os meses pela FGV de maneira independente, e reflete as variações de preços desde matérias-primas até bens e serviços ao consumidor final. 

Já o CDI é a taxa praticada em empréstimos entre instituições bancárias, comumente utilizado para cálculo de rentabilidade de grande parte dos investimentos de renda fixa, CRIs incluídos. 

Em maio de 2020, a posição da carteira quanto ao indexador era a seguinte, considerando o patrimônio líquido:

  • IPCA: 6,19%
  • IGP-M: 60,39%
  • CDI: 7,42%
Alocação de Ativos por Indexador RBVO11
Alocação de Ativos por Indexador RBVO11. Fonte: Relatório Gerencial.

Diversificação 

O portfólio do RBVO11 conta com 5 diferentes CRIs de distintos segmentos. No mês de maio/20, o portfólio apresentava a seguinte composição, em relação ao patrimônio líquido: 

  • Lajes Corporativas: 6,19%
  • Residencial: 5,79%
  • Shopping Center: 44,88%
  • Varejo Essencial: 17,68%
  • Loteamento: 18,04%
Alocação de Ativos por Segmento RBVO11
Alocação de Ativos por Segmento RBVO11. Fonte: Relatório Gerencial.

A maior exposição da carteira é o CRI Shopping Jaragua do Sul, que detém 18,88% do patrimônio líquido do fundo. 

Na tabela abaixo, conheça os dados sobre os  CRIs presentes na carteira do RBVO11. Juntos, eles somam 66,58% do PL do fundo. 

AtivoEmissoraLastroIndexadorVencimento% Patrimônio Líquido
CRI Mapfre/AliançaGaia SecCorporativoIPCAout/226,19%
Banco MáximaCibrasecResidencialIGP-Mjul/235,79%
Shopping Jaraguá do SulHabitasecCorporativoIGP-Mjun/2318,88%
IncefraCibrasecCorporativoIGP-Mfev/2517,68%
ExcelsoÁpice SecResidencialIGP-Mset/2518,04%

Fonte: Relatório Gerencial. 

Negociação e Liquidez RBVO11

No mês de maio foram negociadas 463 cotas co RBVO11, totalizando um volume de R$ 81,58 mil. 

A média diária aproximada no período foi de R$ 3,7 mil.  

Nos últimos 12 meses, foram registradas 8.385 negociações do fundo, atingindo um volume de R$ 6,79 milhões. 

A média mensal no período foi de R$ 565 mil aproximadamente. 

Riscos do RBVO11

Os principais riscos do RBVO11 são: riscos de liquidez, concentração e de crédito. 

Risco de Liquidez

O risco de liquidez se refere ao tempo necessário para a conversão de uma cota em dinheiro. 

Como os fundos imobiliários são constituídos como condomínio fechado, não existe possibilidade de resgate antecipado de cotas.

A venda delas fica à mercê do mercado secundário, que nem sempre apresenta grande liquidez geral no Brasil.  

Assim, não existem garantias sobre o preço de venda, nem sobre o tempo para ela. 

O RBVO11 apresenta baixa liquidez na atualidade (ao redor de R$ 3,7 mil ao dia em maio/20). 

Risco de Concentração

O risco de concentração se refere à diversificação adotada pela gestão do fundo. 

Para avaliá-lo se analisa a distribuição de capital entre ativos, buscando concentrações excessivas entre os mesmos devedores. 

Quanto mais diversificada e pulverizada a carteira, maior é a segurança do investidor. 

No RBVO11, são 5 CRIs distintos, sendo que a maior exposição representa mais de 18% do patrimônio do fundo. 

Risco de Crédito

O risco de crédito é a possibilidade de que a entidade emissora ou o devedor de um título não cumpram suas obrigações de pagamento, comprometendo o retorno do fundo. 

Tal risco afeta os CRIs, ativos alvo do RBVO11. Esses títulos são lastreados a imóveis ou outras garantias, que são tomados em pagamentos se existe inadimplência. 

No entanto, se enfrenta a possibilidade de demora na conversão do imóvel em dinheiro, afetando os rendimentos do fundo. 

Quais os Melhores FIIs para 2020? Clique Aqui e Veja Como Receber Dinheiro Extra Todos Os Meses Do Ano.

Dados do RBVO11

Veja agora os dados do fundo imobiliário RBVO11:

  • Razão Social: Rio Bravo Crédito Imobiliário II Fundo de Investimento Imobiliário
  • CNPJ: 15.769.670/0001-44
  • Gestor: Rio Bravo Investimentos DTVM
  • Público Alvo: Investidores em Geral
  • Patrimônio Líquido (05/2020): R$ 15.217.514
  • Taxa de Administração: 0,10% a.a. sobre o PL do Fundo 
  • Taxa de Performance: 20% sobre o que exceder IPCA + 5,71% 
  • Taxa de Gestão: 0,65% a.a. sobre o PL do Fundo 
  • Início do Fundo: 18 de dezembro de 2010
  • Quantidade de Emissões: 1
  • Número de Cotistas (05/2020): 1.630
  • Número de Cotas do RBVO11: 515.824,00
  • Regulamento do RBVO11
  • Relatório Gerencial  RBVO11
  • RBVO11 Site Oficial (RI)

RBVO11 Subscrição

A subscrição é um privilégio do investidor de fundos imobiliários, que assegura seu direito de manter seu percentual de participação no fundo quando existe uma nova emissão de cotas. 

O fundo emite novas cotas geralmente a um preço mais baixo, e o cotista tem a preferência pela compra, sempre proporcional ao número atual de cotas que possuir do fundo.

Caso não queira usar o direito de subscrição, alguns fundos permitem que você venda esse direito através do home broker da sua corretora de valores.

O Fundo Imobiliário RBVO11 não teve nenhuma emissão de cotas com oferta de subscrição até o presente. 

Dúvidas sobre RBVO11

Veja as dúvidas mais comuns sobre o RBVO11.

Como comprar RBVO11?

A compra de cotas do RBVO11 e outros fundos imobiliários é feita através das corretoras de valores. Assim, é preciso que abra sua conta e transfira o montante que deseja investir para ela.

Logo, acesse o Home Broker, busque o fundo por seu código (RBVO11) e selecione o número de cotas a comprar. 

Então é só inserir o valor a pagar, enviar a ordem de compra e aguardar a confirmação. 

Onde achar o informe de rendimentos do RBVO11?

O informe de rendimentos do RBVO11 é encontrado através do site da B3, em fundos listados, na aba relatórios financeiros. 

Onde achar o relatório gerencial do RBVO11?

Disponibilizei o relatório gerencial do RBVO11 neste artigo, na seção Dados do RBVO11. Além disso, você o encontra no site gestora do fundo

Como declarar o fundo imobiliário RBVO11 no IR?

Para descobrir como declarar o fundo imobiliário RBVO11 no imposto de renda, consulte o artigo como declarar o imposto de renda sobre investimentos.

Quais os Melhores FIIs para 2020? Clique Aqui e Veja Como Receber Dinheiro Extra Todos Os Meses Do Ano.

RBVO11 Vale a Pena?

O RBVO11 é um fundo focado em CRIs. Na atualidade, esses ativos representam pouco mais de 66% do patrimônio líquido do fundo. 

O portfólio conta com apenas 5 desses títulos. Com isso, as exposições se tornam mais elevadas. A maior delas corresponde a 18,88% dos recursos do FII. 

Além dessa concentração, o RBVO apresenta baixa liquidez. Em maio, seu volume de negociações diárias foi ao redor de R$ 3,7 mil por dia, apenas. 

E, para finalizar, seus rendimentos não são nada espetacular. 

Assim sendo, o RBVO11 não vale a pena. Existem outros fundos de CRI melhor diversificados e pagando mais, como o VRTA11, por exemplo. 

Lembre-se que é preciso manter uma alocação de ativos saudável e baseada em seu perfil de investidor

Descubra seu perfil através deste teste online e receba uma sugestão de alocação para a sua carteira de investimentos. 

Agora, me conte uma coisa: Qual é o fundo que você quer conhecer melhor? 

Responda nos comentários. Certamente tenho coisas interessantes sobre ele para contar!  

Análise de FIIs

Disclaimer: Declaro que as informações contidas neste texto são públicas e que refletem única e exclusivamente a minha visão independente sobre a companhia, sem refletir a opinião do The Capital Advisor ou de seus controladores.

Avalie esse texto

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais