O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) entrou nesta terça-feira, 7, com uma ação popular na Justiça Federal da 1ª Região, pedindo a suspensão imediata do processo de privatização da Eletrobras (ELET3).

Segundo o senador, o processo descumpre a lei ao prever a capitalização antes da assinatura de contratos de novas concessões para a geração de energia elétrica.

Conforme a ação, não foram cumpridas as condicionantes para a privatização.

O senador afirma que os atropelos demonstram o despreparo do governo e a pressa em tentar resolver a crise financeira criada pela gestão do presidente Jair Bolsonaro, que assinou em junho de 2021 a medida provisória para vender a Eletrobras.

"O desrespeito ao devido processo legal torna este processo passível de anulação. Bolsonaro está vendendo uma empresa estatal para tentar contornar os seus atos que entregaram o povo brasileiro à miséria", disse Rodrigues.

Onde Investir no Cenário Político Atual? Baixe Grátis o Relatório “Os Melhores Investimentos com a Política Atual".

Em uma rede social, o senador disse ainda que o governo está atropelando a Lei da Privatização.

"Bolsonaro quer queimar a Eletrobras para tentar resolver a crise criada por ele", acusou

Resultado da Eletrobras no Primeiro Trimestre de 2022

resultado da Eletrobras (ELET3) no primeiro trimestre de 2022 (1t22), divulgado no dia 23 de maio, apresentou um lucro líquido de R$ 2,7 bilhões no 1t22, crescimento de 69% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

Ebitda da Eletrobras atingiu R$ 3,7 bilhões no 1t22, apresentando retração de -3% na comparação com o 1t21.

margem Ebitda da Eletrobras totalizou 41% no 1t22, apresentando retração de -6,1 ponto percentual na comparação com o 1t21. 

margem líquida da Eletrobras totalizou 29,6% no 1t22, apresentando crescimento de 10,0 ponto percentual na comparação com o 1t21.

As ações da Eletrobras (ELET3) acumulam queda de 0,81% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 8,63% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.