Sam Altman é um grande nome do Vale do Silício e tido como fundamental para o sucesso da OpenAI, empresa criadora do ChatGPT.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

Sua demissão inesperada pelo conselho da empresa pareceu uma cena épica de filme. Embora muitos tenham especulado o motivo de seu afastamento, os detalhes permanecem escassos, com muitos especulando sobre o futuro da OpenAI.

Seria este o mesmo enredo de Steve Jobs, que foi deposto pela Apple em 1985 e fez um retorno triunfante anos depois?

Ainda não se sabe, mas o cofundador e ex-CEO da OpenAI, de 38 anos, já tem uma nova casa, a Microsoft.

Conheça mais do gênio na construção de empresas e uma das figuras mais influentes no mundo da inteligência artificial (IA), Sam Altman.

Quem é Sam Altman

Sam Altman é um empresário e investidor americano, atual parceiro da Apollo Projects e líder de equipe de pesquisa avançada de IA na Microsoft.

Anteriormente, ele atuou na OpenAI como cofundador e CEO, de 2019 a 2023, e como presidente da Y Combinator de 2014 a 2019.

Vida e carreira

Samuel Harris Altman nasceu em 22 de abril de 1985, em Chicago, mas cresceu em St. Louis, no estado do Missouri, Estados Unidos.

De uma família judia de classe média, é o mais velho dos quatro filhos da dermatologista, Connie Gibstine e do corretor de imóveis, Jerry Altman.

Quando Altman tinha 8 anos, aprendeu a programar em um Macintosh LC II. Em entrevista à New York Magazine, ele contou como este evento crucial despertou a sua paixão pela programação, afirmando: “O Mac foi esta linha divisória na minha vida: antes de ter um computador e depois”.

Quando ainda estava no ensino médio, Altman se assumiu gay após um grupo cristão boicotar uma assembleia sobre sexualidade na escola. 

Altman estudou ciência da computação na Universidade de Stanford por dois anos antes de deixar os estudos formais para trabalhar em tempo integral em seu aplicativo móvel.

Com apenas 19 anos, Sam Altman foi cofundador de sua primeira empresa, a Loopt, em 2005, ao lado de dois colegas de classe.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

O app que compartilhava a localização de um usuário com seus amigos fez parte do primeiro grupo de oito empresas da aceleradora de startups Y Combinator. 

Com isso, a startup recebeu US$ 6.000 por fundador e alcançou uma avaliação de US$ 175 milhões, mas, apesar disso, o aplicativo não atraiu muito interesse e os fundadores o venderam por US$ 43 milhões em 2012.

O próximo empreendimento de Altman foi um fundo de risco chamado Hydrazine Capital, que levantou US$ 21 milhões, incluindo um investimento do empresário bilionário e capitalista de risco Peter Thiel.

A empresa concentrou-se em investir em vários setores, incluindo ciências biológicas, mercados eletrónicos, big data, cuidados de saúde, redes de consumo, software empresarial e hardware ligado à Internet.

Em 2011, Altman então ingressou na aceleradora de startups Y Combinator como parceiro de meio período. 

Em 2014, aos 28 anos, Altman foi escolhido pelo fundador da Y Combinator, Paul Graham, para sucedê-lo como presidente. 

Em 2015, Altman foi cofundador da OpenAI com Elon Musk e um grupo de empreendedores e pesquisadores de tecnologia.

A OpenAI foi criada como uma organização proeminente de pesquisa e implantação em inteligência artificial (IA). 

Deixou que ela deixou de ser uma empresa sem fins lucrativos e se tornou uma corporação com "lucro limitado", Altman assumiu o cargo de CEO, em maio de 2019.

Para se concentrar na OpenAI, ele deixou o cargo de presidente da YC.

Altman voou para Seattle para se encontrar com o CEO da Microsoft, Satya Nadella, onde demonstrou para ele os modelos de IA da OpenAI. 

Depois disso, a OpenAI recebeu um investimento de US$ 1 bilhão da Microsoft em 2019.

Durante o mandato de Altman como CEO, a OpenAI lançou ao público ferramentas populares de IA generativa, incluindo DALL-E e ChatGPT.

Em 2020, Altman e seus irmãos, Jack e Max, lançaram um fundo chamado Apollo, que se concentra no financiamento de empresas “moonshot”, ou seja, startups financeiramente arriscadas, mas que poderiam potencialmente compensar com um desenvolvimento inovador.

Em 17 de novembro de 2023, a OpenAI anunciou que Altman não seria mais o CEO da empresa.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

Em uma postagem no blog, o conselho disse que “não tem mais confiança em sua capacidade de continuar liderando a OpenAI” e acrescentou que Altman “não foi consistentemente sincero em suas comunicações”.

Altman emitiu sua própria declaração por meio de uma postagem no X.

"Adorei meu tempo na openai. Foi transformador para mim pessoalmente e, espero, para o mundo um pouco. Acima de tudo, adorei trabalhar com pessoas tão talentosas", escreveu Altman.

Ele acrescentou: “teremos mais a dizer sobre o que vem a seguir mais tarde”.

Os detalhes específicos em torno da demissão de Altman não foram divulgados.

Imediatamente após sua demissão, Sam Altman, foi contratado pela Microsoft para liderar a nova equipe de pesquisa avançada de IA da empresa.

Altman mora com seu parceiro, Oliver Mulherin, um programador australiano, em Russian Hill, na cidade de São Francisco, na Califórnia, Estados Unidos.

Além do seu interesse por inteligência artificial, Altman está interessado na fusão nuclear e investiu US$ 375 milhões na Helion Energy no ano passado.

“Helion é mais do que um investimento para mim”, disse Altman ao TechCrunch. “Estou super animado com o que vai acontecer lá.”

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.