Lucia Borges Maggi, de 89 anos, é a mulher mais rica do Brasil em 2022, com uma fortuna estimada em US$ 6,9 bilhões.

A bilionária é cofundadora da Amaggi, notável grupo do agronegócio que se tornaria uma das maiores exportadoras de soja do mundo e mãe do ex-ministro da Agricultura, Blairo Maggi.

Além de liderar o ranking da revista Forbes das oito maiores bilionárias brasileiras, Lucia Maggi está na 7° posição geral do país, que tem 62 nomes indivíduos ou famílias do Brasil que têm mais de US$ 1 bilhão de patrimônio. 

Ela ocupa ainda a 350ª posição entre as pessoas mais ricas do mundo.

Conheça mais dessa bilionária brasileira e como ela conquistou sua fortuna.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso.

Quem é Lucia Maggi

Lucia Maggi é cofundadora do Grupo André Maggi, também conhecido como Amaggi, um dos maiores produtores brasileiros de soja e outras commodities.

Ela co-fundou a Amaggi em 1977 com seu marido, André Maggi.

Após a morte de André, em 2001, Lucia assumiu como chefe do grupo e hoje atua como membro consultivo do conselho de administração da Amaggi.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso.

Vida e carreira

Lucia Borges Maggi, atualmente com 89 anos, é natural do Rio Grande do Sul, mas reside em Rondonópolis, cidade do Mato Grosso.

Viúva e mãe de cinco filhos, Maggi construiu sua fortuna no agronegócio e é a principal acionista da empresa Amaggi.

Lúcia era casada com o também empresário André Maggi. Juntos eles fundaram, em 1977, na cidade de São Miguel do Iguaçu (PR), a Sementes Maggi, especializada no plantio e comércio de soja.

Ao longo dos anos, a empresa expandiu seus negócios também em outras commodities e se transformou no Grupo André Maggi, conhecido posteriormente como Grupo Amaggi.

Em 2001, o seu marido morreu e Lúcia assumiu como acionista majoritária da empresa. 

Hoje, ela atua como membro consultivo do conselho de administração da Amaggi.

O sobrenome Maggi ganhou destaque também na política nacional.

Blairo Maggi, um dos acionistas da empresa e único filho homem de Lucia, decidiu ingressar na política. 

Ele foi governador do Mato Grosso por dois mandatos (2003 e 2007), além de ser senador e ministro da Agricultura do governo Michel Temer.

Em 2013, Blairo chegou a assumir a presidência da Comissão de Meio Ambiente, Fiscalização e Controle do Senado, enfrentando forte resistência de movimentos ambientalistas. 

O prestígio no agronegócio fez com que Blairo ficasse conhecido pelo apelido de "rei da soja" e fosse considerado pela Forbes uma das pessoas mais influentes do mundo. 

Expansão do Grupo Amaggi

O Grupo Amaggi teve início em 1977, na cidade de São Miguel do Iguaçu (PR), com a fundação da Sementes Maggi, especializada no plantio e comércio de soja.

Dois anos após a fundação, em 1979, a empresa mudou sua sede para Rondonópolis, no Mato Grosso. 

A partir daí, o grupo expandiu seus negócios para além do plantio e passou a atuar também no processamento de grãos, venda de fertilizantes, geração de energia elétrica, e operações logísticas e portuárias.

O sucesso no Brasil levou a internacionalização dos negócios, chegando a expandir as operações por diversos países da América Latina e da Europa, além da China. 

Atualmente, a sede da empresa está localizada na capital Cuiabá, mas Lucia Maggi permanece morando em Rondonópolis.

Segundo a Forbes, em janeiro deste ano, a Amaggi ocupava a 13ª posição na lista das 100 maiores empresas do agronegócio no Brasil, com uma receita de R$ 23,51 bilhões.

Informe o DDD + 9 dígitos