Quem é Louise Barsi a Filha do Bilionário da Bolsa
|

Quem é Louise Barsi a Filha do Bilionário da Bolsa

A sucessora de Luiz Barsi segue os passos do pai e leva seu legado a mais pessoas com o Jeito Barsi de Investir.

Por
Atualizado em 25/03/2021

Louise Barsi carrega com orgulho o sobrenome do pai, o bilionário Luiz Barsi, e assume a missão de ensinar a metodologia de sucesso do maior investidor pessoas físicas da B3.

Maior embaixadora da metodologia Barsi, Louise investe na bolsa de valores há 11 anos e acumula uma bagagem respeitável.

Ainda na adolescência começou a frequentar reuniões de investidores com o pai.

Encantada com o que via, diz que nunca se imaginou fazendo outra coisa a não ser trabalhar com ações.

Aos 14 anos, já investia na Bolsa de Valores e, aos 17, iniciou o trabalho em corretoras de valores.

Filha do megainvestidor, conhecido como Warren Buffett brasileiro que foi de engraxate a um dos maiores investidores da Bolsa, tem no seu pai um ídolo.

Tanto que assumiu a missão de levar a metodologia de investimentos do pai para mais pessoas através do curso o Jeito Barsi de Investir.

“Eu decidi quando era criança: ‘vou seguir esse cara. Ele sabe tudo’” – Louise Barsi sobre seu pai, Luiz Barsi.

Quer saber mais sobre a filha do bilionário brasileiro da Bolsa e da metodologia Barsi?

Então continue a leitura e veja como a família Barsi escolhe suas ações.

Quem é Louise Barsi?

Louise Barsi é economista, analista CNPI e uma das fundadoras da empresa de educação digital Ações Garantem o Futuro (AGF).

Filha mais nova do investidor brasileiro Luiz Barsi, um dos maiores investidores pessoas físicas da bolsa, ela investe na bolsa de valores desde os 14 anos.

Aos 25 anos, além de analista de ações, também ajuda o pai na gestão do patrimônio familiar.

Louise faz parte do conselho de administração da Eternit (ETER3) e nos conselhos fiscais da Klabin (KLBN3), AES Tietê (TIET3) e do Santander (SANB3).

Recentemente, Louise Barsi e seus sócios na AGF, Felipe Ruiz e Fabio Baroni, lançaram uma nova turma do curso o Jeito Barsi de Investir, para levar a estratégia que fez de Luiz Barsi o Warren Buffett brasileiro.

A metodologia Barsi é conhecida como Carteira Previdenciária e tem como foco o longo prazo e a geração de renda extra a partir dos dividendos.

Seu pai, Luiz Barsi, é um exemplo de liberdade financeira. Construiu sua fortuna do zero e mantém sua simplicidade até hoje, no alto dos seus 81 anos.

Foi ele quem ensinou Louise a poupar, investir e a ter consciência da importância do dinheiro desde cedo.

Os hábitos simples vêm de família. Assim como seu pai e milhões de brasileiros, vai todos os dias para o trabalho de metrô.

Segundo ela, é um meio muito mais rápido e prático.

Banner will be placed here

Vida e carreira

Louise Barsi é a filha caçula do investidor Luiz Barsi. Os quatro mais velhos são do primeiro casamento do bilionário e não trabalham no mercado financeiro.

Desde pequena acompanhava o pai nas reuniões APIMECs e se encantou com o mundo dos investimentos.

Na infância, ao invés de mesada, ganhou as primeiras ações do pai.

Barsi explicou para a filha que aquelas ações pagariam dividendos e era dali que ela poderia comprar aquilo que quisesse.

Ainda adolescente, decidiu que queria trabalhar no mercado financeiro.

Cursou economia, depois contabilidade. Formou-se na Fecap e fez pós-graduação em mercado de capitais. 

Seu primeiro emprego foi como estagiária na Ordem dos Economistas do Brasil.

Depois, começou a trabalhar como estagiária na corretora Elite Investimentos, mesmo lugar onde Luiz Barsi opera há 25 anos.

Eu brinco que sou a funcionária mais antiga [da Elite]. Desde que sou criança eu venho com meu pai.

Hoje é analista de investimentos, tirou o CNPI (certificação para analistas de investimentos) e assina a carteira recomendada da corretora, junto com outro analista.

No Instagram de Louise Barsi ela compartilha dicas de investimentos e bastidores da sua jornada de investidora.

Paralelamente, Louise vem sendo preparada pelo pai na sucessão da administração dos investimentos.

Ela faz parte do conselho de administração da Eternit, empresa da qual Luiz Barsi é acionista.

Como Louise Barsi ficou rica?

Louise Barsi é herdeira e sucessora do investidor brasileiro Luiz Barsi e não se envergonha disso.

Na verdade, tem muito orgulho da sua origem e dos ensinamentos de seu pai que, de engraxate, se tornou bilionário da bolsa de valores.

Luiz Barsi é um exemplo da conquista da independência financeira do zero.

Sem dúvidas, as dicas de Luiz Barsi foram essenciais para Louise traçar seu caminho.

Sua educação foi baseada nos ensinamentos financeiros de Barsi.

Do pai, também herdou a simplicidade e aversão à ostentação.

Meu pai sempre foi assim e nos ensinou a viver desta mesma maneira.

Quando pequena, Louise não ganhava mesada como muitos jovens de classe média e alta.

Ao invés de simplesmente lhe dar R$ 300, seu pai a presenteava com ações que lhe gerassem dividendos.

Logo ela passou a usar os proventos que recebia.

Como não gastava tudo, pedia para seu pai comprar mais ações com o que sobrava.

Sabiamente, ela passou a pedir ações de presente de aniversário.

Com a educação financeira que seu pai lhe ensinou, Louise se formou e começou a trabalhar de estagiária em uma corretora.

Posteriormente, passou a assinar a carteira recomendada da corretora, junto com outro analista.

Em 2018, sua carteira rendeu 36,75%, bem acima do Ibovespa, que teve valorização de 15,03% no mesmo período.

Onde Louise Barsi investe?

Louise segue à risca o método Barsi de investir, investindo em ações de empresas com boas perspectivas de crescimento no longo prazo e que pagam bons dividendos, assim como Luiz Barsi.

O jeito Barsi de investir seleciona as ações com as características:

  • Empresa consolidada no seu segmento;
  • Produtos e serviços importantes/essenciais;
  • Resultados sólidos;
  • Política de distribuição de dividendos atrativa.

Alguns exemplos de setores perenes, ou seja, que possuem produtos ou serviços que, independentemente do cenário, recuperam mais rápido, ou sofrem menos durante uma crise são:

  • Bancos;
  • Seguradoras;
  • Telecomunicações;
  • Companhias de energia elétrica;
  • Saneamento básico.

Já setores como varejo, frigoríficos, aviação, turismo e construção civil não são os mais recomendados para as carteiras previdenciárias.

Segundo ela, basta olhar como sofreram as empresas de commodities, construção civil e aviação nesta crise do coronavírus.

Entre as ações em que investe estão Unipar (UNIP3), Itaúsa (ITSA3) e Taesa (TAEE3), sempre reinvestindo os dividendos.

O Jeito Barsi de Investir

Luiz Barsi Filho é uma lenda da bolsa brasileira. Aos 81 anos de idade, é um dos maiores investidores pessoas físicas da B3.

Construiu toda a sua fortuna de cerca de R$ 2 bilhões do zero em pouco mais de 50 anos, por meio do investimento em ações.

Para isso, construiu uma metodologia que pode ser aplicada por qualquer pessoa: investir em ações boas pagadoras de dividendos.

O jeito Barsi de investir é voltado para quem quer construir um patrimônio sólido, com foco no longo prazo, montando uma carteira de ações que paguem proventos para viver de dividendos na aposentadoria.

Louise aprendeu a metodologia na fonte. É herdeira do conhecimento de Luiz Barsi e o usa em seus investimentos também.

Carregar o sobrenome do pai não é uma tarefa fácil, porém Louise aceitou o desafio e quer espalhar a filosofia de Barsi.

Para desmistificar o investimento em ações e propor que os investidores montem a sua própria previdência privada lançou o projeto Ações Garantem o Futuro (AGF) e o curso Jeito Barsi de Investir.

Mesmo tendo aprendido tudo sobre a escolha de ações, para Louise uma das maiores lições que aprendeu com o pai não é sobre finanças, mas de autoconhecimento.

Controlar seu emocional é muito importante para investir na Bolsa de Valores, assim como convicção na estratégia escolhida.

Algumas das lições de Luiz Barsi:

  • Trace um objetivo de longo prazo;
  • Estabeleça metas alcançáveis;
  • Mantenha consistência (aportes constantes, reinvestindo os dividendos);
  • Procure a ajuda de um especialista no início;
  • Comece o quanto antes.

Conclusão

Louise sabe da pressão que é ser filha do investidor Luiz Barsi, mas seu pai sempre a ensinou que sobrenome não lhe daria competência automática e que teria que estudar muito.

É isso que ela vem fazendo.

Louise tenta repassar tudo o que aprendeu com o bilionário.

Segundo ela, o legado do seu pai é ajudar as pessoas a formarem uma carteira de ações para a aposentadoria

Além de mostrar que é preciso ter paciência e disciplina, pois os retornos só acontecem com o tempo.

Barsi começou a investir na Bolsa de Valores no final dos anos 60, porém, sua estratégia de investimento só foi reconhecida quando os resultados apareceram décadas depois.

Louise busca continuar o legado do seu pai, ajudando as pessoas a reconhecerem a importância de investir e iniciar sua carteira previdenciária o quanto antes.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE