Após uma longa disputa, o Partido Conservador escolheu Liz Truss para ser sua nova líder e a nova primeira-ministra do Reino Unido em setembro de 2022.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

Truss foi a terceira mulher a ocupar o cargo. Antes dela, passaram pelo posto Theresa May (2016-2019) e Margaret Thatcher (1979-1990).

A até então secretária de Relações Exteriores do Reino Unido, substituiu o líder deposto Boris Johnson após uma série de escândalos.

Ela foi eleita com quase 57,4% dos votos contra 43% de seu concorrente, Rishi Sunak, ex-ministro das Finanças do país, em uma votação interna do partido.

Em seu primeiro discurso, Truss disse que tomará medidas ousadas e agradeceu Boris Johnson, que renunciou ao cargo.

O ex-primeiro-ministro parabenizou sua aliada pelo que chamou de vitória “decisiva”.

Para Johnson, ela tem o “plano certo para enfrentar a crise do custo de vida, unir nosso partido e continuar o grande trabalho de unir e nivelar nosso país. Agora é a hora de todos os conservadores apoiá-la 100 por cento.” 

Mas Liz permaneceu apenas 6 semanas no cargo. Seu mandato foi marcado por controvérsias e pressão para renunciar.

 Ela se torna a primeira-ministra com o mandato mais curto na história de seu país.

Conheça mais de Liz Truss, a ex-primeira-ministra do Reino Unido.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

Quem é Liz Truss

Liz Truss é uma política britânica, líder do Partido Conservador e ex-primeira-ministra do Reino Unido, de 6 de setembro de 2022 até sua renúncia no 45º dia no cargo.

No governo desde 2014, Truss já ocupou vários cargos. 

Atuou como Secretária de Estado para a Justiça e depois secretária de Estado para o comércio internacional.

Em 2021, foi nomeada ministra das Relações Exteriores, tornando-se a segunda mulher a ocupar o cargo no Reino Unido 

No cargo, conseguiu fechar uma série de importantes acordos comerciais pós-Brexit. Sua linha dura sobre a invasão da Ucrânia ou suas ameaças de romper o acordo da UE sobre a Irlanda do Norte atraem alguns conservadores. 

Antes de ser nomeada chanceler, também foi ministra da Mulher e da Igualdade. Ainda ocupou os cargos de secretária de Meio Ambiente do governo de David Cameron e secretária de Justiça no mandado de Theresa May.

Vida e carreira

Mary Elizabeth Truss nasceu em 26 de julho de 1975 em Oxford, Inglaterra, filha mais velha de quatro irmãos de John Kenneth e Priscilla Mary Truss.

Quando ela tinha quatro anos, a família mudou-se para Paisley, perto de Glasgow, onde seu pai trabalhava como professor de matemática.

Sua mãe era enfermeira e membro da Campanha pelo Desarmamento Nuclear.

Liz Truss, é formada em filosofia, política e economia pela Merton College, que faz parte da Universidade de Oxford.

Sua presença nas fileiras conservadoras estava longe de ser óbvia.

Truss cresceu em um entorno bastante ligado à esquerda, descrevendo seus pais como sendo "à esquerda do Trabalho".

Mais tarde, quando Truss se candidatou ao Parlamento como conservadora, sua mãe concordou em fazer campanha por ela, enquanto seu pai se recusou a fazê-lo.

Na Universidade de Oxford, presidiu um grupo liberal-democrata.

Truss ingressou no Partido Conservador em 1996, mas primeiro foi trabalhar no setor privado.

De 1996 a 2000, Truss trabalhou na Shell, depois foi contratada pela Cable & Wireless e chegou a diretora econômica antes de sair em 2005. 

Depois de perder suas duas primeiras eleições, Truss tornou-se vice-diretora em tempo integral da Reform em janeiro de 2008.

No Governo, primeiro foi vereadora no sudeste de Londres e depois se tornou deputada em 2010, pelo distrito eleitoral de South West Norfolk, no leste da Inglaterra.

Foi rapidamente promovida a uma série de cargos ministeriais.

Em 2012 foi nomeada subsecretária de Estado Parlamentar para Educação e Assistência Infantil, depois como ministra do Meio Ambiente, Alimentação e Assuntos Rurais entre 2014 a 2016.

Depois assumiu como secretária de Justiça até 2017 e como secretária-chefe do Tesouro até 2019. 

Assumiu o Ministério para Mulheres e Igualdades no mesmo ano, ficando até setembro de 2021, quando foi nomeada secretária de Relações Exteriores.

Em 5 de setembro de 2022, Liz Truss foi eleita por membros da base dos conservadores para liderar o partido e, portanto, a nação. Ela foi a terceira primeira-ministra mulher do Reino Unido.

Liz Truss, renunciou ao cargo pouco mais de seis semanas depois de assumir, tornando-se a primeira-ministra com o mandato mais curto na história de seu país.

Sua renúncia ocorreu em meio a uma crise econômica no Reino Unido e depois de uma série de reviravoltas políticas por seu governo que erodiram gravemente a autoridade de Truss.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.