Quem investe em bolsa de valores pode até considerar significativos os ganhos que acontecem no dia-a-dia, mas você pode se surpreender com resultados de investimentos de longo prazo.

Geralmente esses ganhos são guiados pelas companhias de sucesso. E uma empresa que tem sucesso crescente é a Netflix (NFLX34), não apenas em seu catálogo de produções audiovisuais.

A gigante do streaming de vídeo publicou na última terça-feira (19) o relatório de resultados do terceiro trimestre de 2021, com lucros melhores do que os que eram esperados.

Entre os destaques, as expectativas de Wall Street foram superadas no campo de crescimento de assinaturas e de receita.

O recente lançamento da série Round 6, que se tornou um fenômeno mundial, teria criado US$ 900 milhões em valor para a empresa, de acordo com a CNBC.

Como resultado das ondas de otimismo, as ações da Netflix negociadas na bolsa americana Nasdaq registraram valor de US$ 664,78, no fechamento das negociações da sexta-feira (22).

A partir da valorização nessa semana, se tornou ainda mais interessante observar como o mercado de ações consegue acompanhar o crescimento da grande companhia tecnológica.

Então, você está pronto para descobrir quanto dinheiro você teria se tivesse investido US$ 10 mil na Netflix há 10 anos?

Leia até o final para descobrir quanto a ação da companhia americana rendeu e como essa valorização poderia ter sido capturada através dos BDRs (Brazilian Depositary Receipt), desde 2013.

Como a Netflix Multiplicaria Seu Investimento

Se você tivesse investido US$ 10 mil nas ações americanas da Netflix, em 19 de outubro de 2011, você encontraria um preço de US$ 15,63 por ação.

Nessa data, a cotação do dólar estava em R$ 1,76, então você estaria investindo R$ 17,6 mil em uma ação vendida a R$ 27,50, obtendo 640 ações.

Com isso, considerando o preço de US$ 664,78 da sexta-feira (22), o valor de mercado atual de suas ações seria por volta de US$ 425,46 mil, refletindo um retorno de mais de 4.150%.

Já quando o valor é convertido para reais, com o dólar a R$ 5,62, você teria um total de R$ 2,39 milhões, resultando em um lucro de mais de 13.490%.

Em contraste, um investimento de US$ 10 mil no índice S&P 500, no mesmo período, valeria cerca de US$ 45,68 mil, com um retorno de 356,8% nos últimos 10 anos.

Para comparação, o principal ETF que replica o Ibovespa, BOVA11, obteve retorno de 87,5% nesse período, fazendo com que seu dinheiro investido alcançasse apenas R$ 33,01 mil.

Veja abaixo a tabela de evolução do seu investimento de US$ 10 mil em NFLX ao longo desses 10 anos.

AnoNFLX (US$)Em R$
201110 mil17,6 mil
20125,93 mil12,03 mil
201329,48 mil64,12 mil
201434,25 mil84,86 mil
201562,28 mil245,15 mil
201677,99 mil248,02 mil
2017124,26 mil395,52 mil
2018210,9 mil778,24 mil
2019170,68 mil697,23 mil
2020310,54 mil1,74 mi
2021425,45 mil2,39 mi
Lucro415,45 mil2,37 mi

Fonte: Netflix IR e Ipeadata

Banner will be placed here

Crescimento da Netflix

Mesmo que a oscilação do dólar tenha contribuído para o lucro mais expressivo, o rendimento só foi crescente por acompanhar o sucesso da Netflix ao longo desses 10 anos.

Por isso, é fundamental conhecer o crescimento da plataforma de streaming desde sua fundação, em 1997, para entender como se deu essa valorização excepcional da ação.

Na época em que a Blockbuster reinava suprema, os fundadores da Netflix, Reed Hastings e Marc Randolph, tiveram a ideia de permitir que as pessoas alugassem DVDs pelo correio.

A ideia aparentemente estranha para a época, acabou sendo um conceito muito brilhante.

Em 23 de maio de 2002, as ações da Netflix começaram a ser negociadas na Nasdaq, com um preço de US$ 15 por ação na oferta pública inicial (IPO).

Em 2007, a Netflix deu um passo inovador para oferecer a capacidade de transmitir pela internet filmes e programas para seus membros.

Hastings logo percebeu que o streaming representava o futuro da indústria do entretenimento e tomou medidas para centralizar as operações da Netflix nessa tecnologia revolucionária.

Em 2011, quando a Netflix tinha 23,5 milhões de assinantes, os executivos decidiram separar o negócio de DVD do serviço de streaming da Netflix.

Foi em 2013 que a Netflix estreou seu primeiro programa original, “House of Cards”, inaugurando a lista que hoje tem mais de 6 mil programas e filmes originais.

Em 2016, os ganhos de streaming da Netflix se aceleraram à medida que se expandia para 130 países. Hoje, o serviço está disponível em mais de 30 idiomas e 190 países.

Essa trajetória contribuiu para que, atualmente, a companhia já tenha cerca de 214 milhões de assinantes pagantes e espera adicionar 8,5 milhões no próximo trimestre.

No início deste ano, a empresa disse que planejava gastar US$ 17 bilhões em conteúdo original no ano fiscal de 2021.

Na divulgação do resultado de 3t21, o co-CEO Reed Hastings afirmou que a Netflix está em “território desconhecido” e tem “tanto conteúdo chegando no quarto trimestre como nunca teve”.

Além disso, a companhia também está se aventurando em novos setores.

Na última terça-feira (19), o executivo disse aos investidores que “a empresa começou sua investida em videogames em países selecionados”, embora considere que “ainda seja muito cedo para esta iniciativa”.

BDRs da Netflix (NFLX34)

Se você não tem o hábito de investir diretamente em ações do exterior, é importante saber como o crescimento da Netflix tem gerado resultados para investidores brasileiros através dos BDRs.

No caso da companhia de streaming, os BDRs (Brazilian Depositary Receipt) representam uma parte da ação original, negociada na Nasdaq.

Atualmente, 1 NFLX é igual a 50 BDRs NFLX34, negociados na bolsa de valores brasileira (B3).

Se você investisse R$ 10 mil nos BDRs da Netflix em 2013, com NFLX34 a R$ 3,12, você teria hoje R$ 240,29 mil.

Ou seja, a rentabilidade seria de 2.302% em 8 anos de investimento.

Apesar do forte crescimento das ações da Netflix, qualquer ação individual pode apresentar desempenho superior ou inferior.

Por isso, lembre-se que os retornos anteriores não preveem resultados futuros e certifique-se de pesquisar cuidadosamente suas opções antes de investir.

Além disso, para que você não corra riscos desnecessários e possa receber os melhores dividendos, aproveite para conhecer o seu perfil de investidor.

Realize o Teste do Perfil de Investidor e receba uma carteira recomendada para investir com mais segurança na bolsa de valores.