Quanto Rende R$ 1 Milhão em Fundos Imobiliários
|

Quanto Rende R$ 1 Milhão em Fundos Imobiliários

Saiba quanto rende R$ 1 milhão nos melhores fundos imobiliários hoje.

Por
Atualizado em 27/04/2021

Saber quanto rende 1 milhão em fundos imobiliários te ajudará a montar sua carteira de investimentos para viver de renda.

Os fundos imobiliários (FIIs) conquistaram o investidor brasileiro.

Mais acessíveis do que os imóveis, com cerca de R$ 100, já é possível comprar uma cota e possuir um pedaço de grandes empreendimentos imobiliários.

Investir em FIIs para o longo prazo oferece diversas vantagens.

Como Multiplicar R$ 1 Milhão? Baixe Grátis o Livro Digital “Onde Investir R$ 1 milhão”.

Além da exposição ao mercado imobiliário é possível obter um rendimento mensal proveniente dos aluguéis mesmo sem ter um imóvel.

Em geral, os fundos imobiliários pagam em torno de 0,6% de dividendos mensais, isentos de imposto de renda.

Por esse motivo, é um dos produtos mais vantajosos para quem quer viver de renda e alcançar a independência financeira.

Os fundos de investimentos imobiliários vêm experimentando um significativo crescimento nos últimos anos.

Impulsionados pela baixa rentabilidade da renda fixa, os investidores viram nos FIIs uma alternativa para garantir melhores retornos.

Mesmo durante a pandemia e com o recuo em torno de 15% no ano do índice IFIX, o número de cotistas aumentou.

Segundo dados da Bolsa Brasileira (B3), em agosto o número de investidores em FIIS alcançou a marca de 1 milhão.

Você já investe em fundos imobiliários?

Veja quanto rende R$ 1 milhão em fundos imobiliários no Brasil e quais os melhores FIIs para investir hoje.

Como funciona a rentabilidade dos fundos imobiliários

A rentabilidade dos Fundos Imobiliários depende de fatores como, a composição da carteira do fundo, situação do setor e valor das cotas. 

Há duas formas do investidor ganhar dinheiro com esse investimento: pela valorização das cotas negociadas na bolsa e pelos rendimentos mensais.

A distribuição mensal de renda é uma das características mais atrativas dos fundos imobiliários.

A regulamentação determina que, no mínimo, 95% dos lucros recebidos sejam distribuídos para os cotistas do fundo.

Esse mecanismo é semelhante ao pagamento de um aluguel, o qual é depositado diretamente na conta da corretora do cotista.

Esse rendimento mensal é isento de Imposto de Renda (IR) e pode ser repassado mensalmente, ao final de cada semestre ou no final do ano para o investidor.

Quem quiser pode optar por reinvestir esses valores, aproveitando o efeito gerado pelos juros compostos na rentabilidade.

Assim, ao invés de gastar R$ 1 milhão para comprar uma única sala comercial para aluguel, ao optar pelo fundo imobiliário, você estará exposto a uma gama muito maior de ativos.

Além disso, tem a possibilidade de ganhar mais, terá isenção de várias taxas e reduzirá o risco.

Como Multiplicar R$ 1 Milhão? Baixe Grátis o Livro Digital “Onde Investir R$ 1 milhão”.

Taxas e tributos dos FIIs

Antes de saber quanto rende 1 milhão em fundos imobiliários é preciso conhecer as taxas e tributos que incidem sobre essa modalidade de investimento.

Os FIIs se destacam pelo custo baixo, principalmente em comparação com a compra de um imóvel físico.

O rendimento pago pelos fundos imobiliários é isentos de Imposto de Renda.

Não há cobrança de IOF nem de come-cotas.

No caso de venda das cotas com lucro, a alíquota cobrada é de 20% sobre os lucros obtidos com a operação.

É importante destacar que esse valor não é recolhido automaticamente.

Ele precisa ser calculado e pago por meio da DARF (Documento de Arrecadação da Receita Federal).

Outro ponto a favor do FIIs é a isenção da taxa de corretagem e da taxa de custódia.

Como Multiplicar R$ 1 Milhão? Baixe Grátis o Livro Digital “Onde Investir R$ 1 milhão”.

Quanto rende 1 milhão em fundos imobiliários

A rentabilidade de um fundo imobiliário está sujeita a diversas variáveis, como a composição do fundo, oscilações da economia, vacância, entre outros.

Embora não seja possível prever uma rentabilidade futura, um ponto de partida para escolher os melhores fundos é olhar para o histórico dos rendimentos registado nos últimos meses.

Boa parte dos FIIs entrega dividend yields entre 5% e 8% ao ano, ou seja, um investimento de R$ 1 milhão renderia entre R$ 50 mil a R$ 80 mil ao ano apenas com a renda dos dividendos, se considerar a rentabilidade das cotas do FII, o rendimento pode ser bem maior.

Uma média de 0,5% a 0,6% mensais em dividendos contra 0,16% dos investimentos em renda fixa.

Essas métricas de dividend yield, no entanto, podem se modificar drasticamente, principalmente em períodos de volatilidade.

Assim como o Ibovespa, os fundos imobiliários também sentiram os impactos da crise do Coronavírus.

Como Multiplicar R$ 1 Milhão? Baixe Grátis o Livro Digital “Onde Investir R$ 1 milhão”.

Rentabilidade dos Melhores Fundos Imobiliários

Após a forte queda no primeiro trimestre do ano, fundos vem se recuperando, sendo que boa parte deles continua pagando dividendos atrativos aos investidores.

Segundo o boletim mensal dos fundos imobiliários de agosto de 2020, divulgado pela B3, os 10 fundos com maior rentabilidade nos últimos 12 meses são:

CódigoNomeRentabilidade
ALZR11FII Alianza Trust Renda41,9%
BCIA11FII Bradesco Carteira Imobiliária31,2%
CXRI11FII Caixa Rio Bravo57,6%
EURO11FII Europar33,2%
FIVN11FII Vidanova39,5%
HCTR11FII Hectare46,5%
HGLG11FII CSHG Logística34,2%
HGRU11FII CSHG Renda Urbana31,9%
XPIN11FII Xp Industrial38,6%
XPLG11FII Xp Log32,2%

*Rentabilidade dos FIIs dos últimos 12 meses se refere a variação do preço de fechamento entre  31/08/2020 e 31/08/2019.

Onde investir 1 milhão?

Os fundos imobiliários são uma alternativa simples e prática para investir em imóveis e explorar melhor as oportunidades do setor.

Esse tipo de investimento vem ganhando popularidade nos últimos anos principalmente por conta do pagamento de dividendos mensais isentos de Imposto de Renda.

Apesar de ser uma ótima alternativa, muita gente entra nesse mercado de forma errada.

Investir sem estratégia,  olhar apenas os rendimentos distribuídos  e não diversificar são os principais erros.

O investidor que quer viver de renda deve ter uma carteira diversificada, com exposição a vários setores.

Saber onde investir R$ 1 milhão pode gerar uma boa renda, desde que aplicado nos melhores investimentos.

Quer saber quais são? Então baixe grátis o e-book “Onde Investir R$ 1 Milhão”.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE