Cada geração tem uma ideia diferente da quantia de dinheiro que pode comprar a felicidade e a geração do milênio é a mais exigente.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

De acordo com uma pesquisa, realizada pela empresa norte-americana The Harris Poll, 59% dos entrevistados acham que a felicidade pode ser comprada.

A média que uma pessoa precisa ter no banco para ser feliz é de US$ 1,2 milhão.

Quando se trata de salário anual, a média dos entrevistados é de US$ 284.167 por ano para ser feliz. 

No entanto, cada geração disse valores bem diferentes. Aqui está o quanto cada uma delas diz que precisa ganhar anualmente, bem como o patrimônio líquido necessário para alcançar a felicidade:

  • Geração Z: US$ 128.000, com um patrimônio líquido de US$ 487.711
  • Geração Y: US$ 525.000, com patrimônio líquido de US$ 1.699.571
  • Geração X: US$ 130.000, com patrimônio líquido de US$ 1.213.759
  • Boomer: US$ 124.000, com um patrimônio líquido de US$ 999.945

Os valores também foram diferentes entre os sexos. Os homens disseram que precisavam ganhar US$ 381 mil anualmente, enquanto as mulheres disseram que US$ 183 mil as fariam felizes.

Um estudo de 2023 , da autoria do Prêmio Nobel, Daniel Kahneman, descobriu que a felicidade pode melhorar com ganhos maiores de até US$ 500.000 por ano, apoiando as previsões dos entrevistados da pesquisa da geração do milênio.

“Em termos mais simples, isto sugere que, para a maioria das pessoas, maiores rendimentos estão associados a maior felicidade”, disse Matthew Killingsworth, membro sénior da Penn’s Wharton School e co-autor do estudo . 

"A exceção são as pessoas que estão financeiramente bem, mas infelizes. Por exemplo, se você é rico e miserável, mais dinheiro não ajudará. Para todos os outros, mais dinheiro foi associado a maior felicidade em graus variados."

Fonte: Business Insider

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.