Profarma (PFRM3) Contrata Bancos para IPO de Rede de Farmácias
| ,

Profarma (PFRM3) Contrata Bancos para IPO de Rede de Farmácias

Criada em 2016, a d1000 é dona das redes Drogasmil, Farmalife, Drogarias Tamoio e Rosário, com total de 300 lojas distribuídas.

Por
Atualizado em 07/07/2020
Avalie esse texto

A distribuidora de produtos farmacêuticos Profarma (PFRM3) anunciou nesta segunda-feira que contratou bancos para coordenar potencial oferta primária de ações (IPO) de seu braço de varejo d1000, como parte dos planos para ampliar suas atividades de varejo.

Criada em 2016, a d1000 é dona das redes Drogasmil, Farmalife, Drogarias Tamoio e Drogaria Rosário, com total de 300 lojas distribuídas entre Rio de Janeiro, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso e Tocantins, segundo a Profarma, é a sexta maior rede de varejo farmacêutico do Brasil.

Como ser Sócio dos Melhores Negócios? Baixe Grátis o Relatório “As Melhores Empresas para Investir”.

 Resultados da Profarma no Primeiro Trimestre de 2020 1T20

O resultado da Profarma (PFRM3) no primeiro trimestre de 2020 (1t20), divulgado no dia 06 de maio, apresentou um lucro líquido de R$ 780 mil, contra um prejuízo líquido de R$ 8,5 milhões no mesmo período do ano anterior.

O Ebitda da Profarma atingiu R$ 29,8 milhões no 1t20, apresentando crescimento de 60,3% na comparação com o 1t19.

A margem ebitda foi de 2,12%, um crescimento de 0,4 p.p. quando comparado ao 1t19.

Já a margem líquida da Profarma atingiu 0,06% no 1t20, apresentando crescimento de 0,7 p.p. na comparação com o 1t19.

As ações da Profarma (PFRM3) acumulam queda de 7,68% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 44,39% nos últimos 12 meses.

Notícias do Mercado Financeiro

Fonte: Reuters.

Avalie esse texto

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais