O que é Private Equity

Private Equity é um investimento em empresas de capital fechado, visando a expansão destas companhias que já possuem uma estabilidade de lucros.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Os investidores de Private Equity pretendem se tornar sócios destas empresas e estão submetidos a condições de riscos baixas.

Assim, as empresas submetidas à categoria de Private Equity, que já possuem lucros consolidados, buscam por expandir seus negócios, obtendo maiores resultados.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Investimentos em Private Equity 

Os investimentos em Private Equity são considerados investimentos em Renda Variável, ou seja, que costumam apresentar maiores riscos e variam conforme o comportamento de cada empresa em questão.

Apesar disso, as empresas de Private Equity são de capital fechado, ou seja, categorizam-se como investimentos privados e eles são realizados por meio de Fundos de Investimento em Participações (FIP).

Nessa forma de investimento, é possível obter uma lucratividade ao vender sua participação por um valor maior do que o inicial; ou receber a repartição de lucros, através de dividendos.

Para investir em Private Equity, há três fases principais. São elas:

  • Aquisição ou Período de Captação;
  • Melhorias ou Período de Desenvolvimento;
  • Venda ou Período de Desinvestimento.

Em relação ao Período de Captação, ou fase de Aquisição, em um primeiro momento, as empresas buscam sua expansão, visando aumentar seus lucros financeiros.

No fundo de Private Equity, os cotistas, em contrato, assumem que irão conseguir soluções para financiar tais investimentos para expansão das empresas.

Quando esses aportes financeiros são realizados e destinados às empresas, estas começam a aumentar suas receitas, de um modo geral, com a tendência a diminuir seus custos de funcionamento.

Já na fase de Melhorias, estão ocorrendo os investimentos e é possível observar a alavancagem das empresas que receberam os aportes financeiros. 

Elas terão maior concorrência e lucratividade, mais governança corporativa, além de uma tendência à abertura de capital e melhoria dos financiamentos das instituições bancárias.

Por fim, na fase de Venda - também chamada Período de Desinvestimento -, que ocorre no final do investimento em Private Equity, serão observadas as estratégias de saída, assim como  futuros compradores.

Há algumas estratégias de saídas, como a IPO, ou Oferta Pública de ações, que seria a venda para grandes corporações, quando ocorrer a abertura de capital.

Além disso, outra estratégia seriam as fusões e aquisições, ou seja, são as vendas da parte de sociedade para outras empresas que tenham interesse.

Ainda, uma estratégia também usada seria a venda da participação deste investimento em Private Equity para outro fundo de Private Equity.

Benefícios de Private Equity

De um modo geral, Private Equity traz benefícios para o investidor que pretende investir nela. 

Um primeiro fator é que os fundos de Private Equity são os que apresentam menos riscos de perdas, dentre os demais Fundos de Investimento em Participações (FIP).

Também, por não constarem na bolsa de valores, as empresas de Private Equity são menos restritas e, portanto, muito mais numerosas e variadas, trazendo maiores opções para os investidores. 

Quando há uma maior quantidade de opções, a concorrência diminui e, assim, os preços de investimentos podem ser melhores, o que pode aumentar o potencial de retorno ao investidor.

Com isso, é possível dizer que a rentabilidade dos fundos de Private Equity tem sido maior com o passar do tempo, se comparada com a da bolsa de valores.

A sua ideia base - aporte financeiro em empresas consolidadas que visam a expansão-, dá uma maior previsão de lucros a longo prazo.

Mesmo sendo um investimento em renda variável, com riscos maiores do que de fundos de Renda Fixa, compensa ser considerado pelo investidor que visa um retorno médio, a longo prazo. Caso ainda tenha alguma dúvida sobre o que é Private Equity, consulte o artigo completo sobre Private Equity.