Presidente da Eletrobras (ELET3) Defende Capitalização da Empresa
| , , ,

Presidente da Eletrobras (ELET3) Defende Capitalização da Empresa

O BNDES fará estudos para a estruturação do processo de capitalização. A privatização precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional.

Por
Atualizado em 07/05/2021

Em sua cerimônia de posse, o novo presidente da Eletrobras (ELET3), Rodrigo Limp, disse hoje (7) que vai dar sequência às ações já em implementação previstas no plano estratégico e no plano diretor de negócios e gestão da empresa. Ele também defendeu a privatização da estatal.

“O setor elétrico brasileiro demandará investimentos nos próximos 10 anos de mais de R$ 360 bilhões em geração e transmissão.”

Banner will be placed here

“Para que a Eletrobras consolide sua liderança no setor, seja protagonista da expansão do setor elétrico brasileiro, a companhia precisa estar capitalizada com capacidade de investimentos e ter competitividade frente a outros agentes do setor.”

“Nesse sentido, é muito importante avançarmos no processo de capitalização”, afirmou Limp. A estatal foi incluída no Programa Nacional de Desestatização (PND).

Houve a qualificação da empresa dentro do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) e, com a inclusão no PND, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) fará estudos técnicos para a estruturação do processo de capitalização. A privatização ainda precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional.

Como ser Sócio dos Melhores Negócios? Baixe Grátis o Relatório “As Melhores Empresas para Investir”.

Rodrigo Limp iniciou sua carreira na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), foi consultor legislativo em matérias relacionadas a energia, mineração e recursos hídricos na Câmara dos Deputados.

De maio de 2018 a março de 2020, exerceu o cargo de diretor da Aneel e, em seguida, o de secretário de Energia Elétrica do Ministério das Minas e Energia

Resultado da Eletrobras no Quarto Trimestre de 2020

O resultado da Eletrobras (ELET3) no quarto trimestre de 2020 (4t20), divulgado no dia 19 de março, apresentou um lucro líquido de R$ 1,2 bilhão no 4t20, uma baixa de -44% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda da Eletrobras atingiu R$ 4,5 bilhões no 4t20, apresentando crescimento de 46% na comparação com o 4t19.

A margem Ebitda da Eletrobras totalizou 50% no 4t20, apresentando retração de 24,0 ponto percentual na comparação com o 4t19.

A Margem líquida da Eletrobras atingiu 38,6% no 4t20, apresentando retração de -3,9 ponto percentual na comparação com o 4t19.

As ações da Eletrobras (ELET3) acumulam alta de 3,34% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 86,57% nos últimos 12 meses.

Notícias do Mercado Financeiro

Fonte: Agência Brasil.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE