Por Que Bill Gates Está Comprando Terras Agrícolas?
| ,

Por Que Bill Gates Está Comprando Terras Agrícolas?

O bilionário é o maior dono de terras rurais nos EUA. Descubra o motivo de tantos hectares.

Por
Atualizado em 12/04/2021

Bill Gates é, atualmente, o maior dono de propriedades rurais dos Estados Unidos. As terras agrícolas que pertencem direta ou indiretamente ao bilionário já somam mais de 100 mil hectares espalhados por 18 estados americanos.

Fundador da Microsoft (MSFT34), bilionário, filantropo e com um enorme portfólio em ações e em terras.

No início do ano, o The Land Report revelou que Gates adquiriu diversas terras e foi nomeado, junto com sua esposa Melinda, o maior proprietário privado de terras agrícolas dos EUA.

Suas maiores propriedades estão em Louisiana (28 mil hectares), Arkansas (19 mil hectares) e Nebraska (8,3 mil hectares). Além disso, ele tem uma participação em 10,4 mil hectares no Arizona.

De acordo com a pesquisa do The Land Report, a terra é mantida diretamente e por meio de entidades terceirizadas pela Cascade Investments, empresa de investimento pessoal de Gates.

Mas o que a quarta pessoa mais rica do mundo faz com tantas terras?

Bill Gates finalmente falou publicamente sobre o assunto, durante uma entrevista na rede social Reddit nesta semana.

“Por que você está comprando terras agrícolas?”

O que Bill Gates pretende fazer com tantas terras? Essa foi a pergunta de um usuário ao bilionário cofundador da Microsoft.

Gates explicou que o motivo é a pesquisa com sementes e biocombustíveis.

Não é surpresa que parte dos 100 mil hectares de terras agrícolas sejam destinados a experimentar formas de se produzir respeitando e ajudando a recuperar o meio ambiente.

O bilionário está engajado na questão ambiental e comenta o assunto em seu novo livro Como evitar um desastre climático: As soluções que temos e as inovações necessárias (How to Avoid a Climate Disaster).

“Meu grupo de investimento fez essa escolha”, escreveu Gates, que destacou ainda a importância de se investir em pesquisas no setor agrícola.

“O setor agrícola é importante. Com sementes mais produtivas, podemos evitar o desmatamento e ajudar a África a lidar com as dificuldades climáticas que já enfrentam. Não está claro o quão baratos os biocombustíveis podem ser, mas se eles forem baratos, podem resolver podem resolver grandes problemas relacionados à emissões de carbono, por exemplo.”

Esta não é a primeira vez de Gates na agricultura.

Em 2008, a Fundação Bill e Melinda Gates anunciou US$ 306 milhões em subsídios para promover uma agricultura sustentável de alto rendimento entre os pequenos agricultores na África Subsaariana e no Sul da Ásia.

A fundação investiu ainda mais no desenvolvimento e proliferação de “supersafras” resistentes às mudanças climáticas e vacas leiteiras de maior rendimento. 

No ano passado, a organização criou a Gates Ag One, com a mesma finalidade. 

Notícias do Mercado Financeiro

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE