Quando nem percebemos, ontem pela manhã o Ibovespa futuro atravessava a marca dos 123 mil pontos, encostando nos níveis máximos lá de janeiro.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Pronto. Estamos de volta às máximas e, dessa vez, para ficar.

Não, não quero dizer que a bolsa de valores não poderá cair daqui para frente ou que não temos um sem número de riscos no radar.

A questão é: o mercado financeiro está antecipando o que está à frente do para-brisa. 

Vacinação, reabertura, retomada.

Já falei no que isso pode dar logo a frente.

Se por um lado temos a CPI da Covid-19 e uma vacinação que começa até a perder velocidade, por outro temos expectativa de chegada de novas vacinas, de encerrar dentro de cerca de 6 semanas a vacinação dos grupos prioritários e uma temporada de resultados no 1T21 que veio bastante acima do esperado.

Esses dias vi um estrategista de ações falando algo que concordo muito: “Não é preciso estar otimista com o Brasil para estar otimista com a bolsa brasileira”.

O Brasil é o Brasil e a bolsa, em última análise, é uma consequência do lucro daquelas poucas empresas listadas e que não reflete o PIB.

Se você comprar empresas que possuem lucros sempre crescentes, a chance de você ter um papel que sobe na sua mão é grande.

O mercado já está revisando as projeções para crescimento do PIB para esse ano.

Como Investir no Cenário Econômico Atual? Veja as 3 Ações com Maior Potencial de Valorização no Brasil.

O segundo semestre deve ter uma retomada forte e no final do ano poderemos ter um grande sentimento de volta à normalidade.

Vários bancos já falam em crescimento do PIB acima de 4% em 2021.

O Boletim Focus, do Banco Central, já mostra essa melhora nas perspectivas semana a semana.

Fora todo o ciclo intenso de commodities que parece estar se armando.

Uma das missões às quais me foi dada ao escrever para você há anos aqui, é para mostrar como depois da tempestade sempre vem à calmaria.

Aquela velha máxima ainda vale: compre ao som dos canhões e venda ao som dos violinos.