O que é Poder de Compra

Poder de Compra é a capacidade que o dinheiro de determinado país tem de comprar bens e/ou serviços. O Poder de Compra de uma moeda está ligado diretamente às variáveis macroeconômicas do país, especialmente a inflação.

O Poder de Compra pode ser tratado como sinônimo de Poder Aquisitivo. A análise de ambos determina o valor relativo da moeda local em comparação a outras moedas, e descreve a capacidade financeira de um indivíduo em obter bens e/ou serviços.

No cenário econômico e financeiro mundial atual, é comum que o valor relativo das moedas seja comparado ao dólar. Essa comparação da capacidade de compra de bens e/ou serviços indica o status quo da economia e os possíveis artifícios do Banco Central para mudanças.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Análise do Poder de Compra 

A análise do Poder de Compra gera a Paridade do Poder de Compra, índice calculado pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) e pelo Banco Mundial, e indica os diferentes Poderes de Compra dos países.

O cálculo utiliza os dados do PIB do país analisado, que é convertido em dólar para eliminar as disparidades de câmbio entre os países. 

Apesar da aplicação da metodologia ser questionada, a intenção é medir o valor da capacidade real da economia em dólar de uma determinada cesta de produtos básicos e analisar o Poder de Compra do país na aquisição de tal cesta.

Em seguida, coloca-se a Paridade do Poder de Compra em uma lista decrescente. Nessa lista, é possível observar se o Brasil, por exemplo, tem Poder de Compra maior ou menor que outros países, indicando também a riqueza de outros países em desenvolvimento.

A análise do Poder de Compra é importante também no nível individual, para que o consumidor entenda o poder de sua renda real e organize melhor seu planejamento financeiro pessoal.

Outras análises do Poder de Compra

Outro tipo de análise do Poder de Compra que se tornou popular nos últimos anos foi o índice Big Mac. Nesse índice, apesar de um pouco cômico, os preços do lanche Big Mac da rede de fast-food McDonalds são analisados em diversos países.

Se um país possui índice Big Mac menor que o índice norte-americano, significa que seu Poder de Compra é maior que o Poder de Compra dos EUA, ou seja, a moeda de tal país é mais valorizada que o dólar.

Outro índice popular foi o Índice iPhone, que funciona da mesma forma que o índice Big Mac. 

Os índices que se baseiam em produtos específicos conseguem mostrar claramente o Poder de Compra individual, uma vez que se pode comparar os preços em relação ao salário mínimo recebido em determinado país.

Contudo, índices como Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e Índice Geral de Preços podem ajudar a compreender a inflação e as consequências no Poder de Compra.

Paridade do Poder de Compra 

Após o cálculo e a análise do Poder de Compra, pode-se perceber que:

  • O país apresenta baixo Poder de Compra;
  • O país apresenta alto Poder de Compra.

No caso do baixo Poder de Compra, ou seja, o salário mínimo local não consegue comprar os itens que compõem a cesta de produtos básicos, o caso é de uma economia em desequilíbrio, com inflação alta e salário real valendo pouco para sustentar as necessidades básicas do trabalhador.

No caso de alto Poder de Compra, ou seja, o salário mínimo local consegue comprar os itens que compõem a cesta de produtos básicos e muito mais, a economia pode também estar em desequilíbrio, causadas por pressões na demanda.