O que é PMPF - Prazo Médio de Pagamento a Fornecedores

PMPF - Prazo Médio de Pagamento a Fornecedores ou simplesmente Prazo Médio de Pagamento de Compras é um indicador do tempo médio (em dias) que a empresa leva para quitar suas dívidas com fornecedores a partir da data de compra.

Essa ferramenta faz parte da gestão de compras da empresa, e é essencial para monitorar o fluxo de pagamentos e os recursos financeiros internos, para que seja possível otimizar investimentos e melhorar a gestão financeira e comercial.

Com o indicador do PMPF é possível que a gestão do fluxo de caixa seja feita. A importância do PMPF é tamanha que ele representa um dos indicadores chave de desempenho da empresa.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Importância do PMPF 

Como o indicador de Prazo Médio de Pagamentos está diretamente ligado à gestão de recursos financeiros da empresa, é possível entender o fluxo de caixa (e prevenir atrasos ou risco de inadimplência) e determinar o capital de giro para o caixa.

Para entender o fluxo de caixa, é necessário que se saiba também o Prazo Médio de Recebimento, ou seja, o tempo médio em que ocorre o recebimento do valor das vendas realizadas. 

Esse fluxo de entrada é importante para que o caixa não fique negativo e que possua capital de giro (valor de caixa positivo e posterior alocação de ativos ou outras aplicações financeiras) para que haja certo nível de sustentabilidade da empresa.

Além disso, com o indicador do PMPF, é mais fácil visualizar prazos a serem cumpridos, evitando que a empresa arque com multas e prejuízos, que podem prejudicar a relação com os fornecedores.

O PMPF também se relaciona à gestão de estoque e ao indicador do PMRE - Prazo Médio de Renovação de Estoque. Nesse sentido, faz parte da formação da estratégia de prazo de compras.

Para que a empresa seja capaz de financiar suas vendas e operar bem no ciclo operacional de investimentos, é preciso que o Prazo Médio de Pagamento a Fornecedores seja maior que o Prazo Médio de Renovação de Estoque.

Cálculo do PMPF 

Para realizar o cálculo do PMPF, utiliza-se a seguinte fórmula:

PMPF = (valor pago aos fornecedores ÷ valor médio das compras) x 360

Para obter o valor pago aos fornecedores, é necessário consultar o Balanço Patrimonial (disponível nos resultados da empresa), na parte que concerne o passivo da empresa. 

O passo seguinte é encontrar o valor médio das compras. Para isso, é preciso utilizar outra fórmula:

Valor médio das compras = custo das mercadorias vendidas + estoque final - estoque inicial

Embora pareça uma fórmula extensa, o custo das mercadorias vendidas (CMV) está contido na Demonstração de Resultado da Empresa (DRE). 

O estoque final se refere ao valor do estoque final, e o estoque inicial ao valor do estoque inicial, e indicam a variação do estoque no decorrer do período de um ano.

Uma vez com o resultado do valor médio das compras, é possível completar a fórmula inicial e encontrar o PMPF, cuja unidade é dada em dias

Além disso, nessa fórmula, o indicador do PMPF é anual por utilizar 360 dias. Os outros valores colocados nas fórmulas devem também ser referentes ao ano, por exemplo, estoque final (final de 2021) e estoque inicial (estoque no início de 2021).

O indicador PMPF maior pode ser mais saudável para a empresa, pois é preciso aguardar o Prazo Médio de Recebimento, quando o dinheiro entra novamente no caixa. 

É interessante notar que, para que os indicadores sejam calculados, é preciso ter acesso a diversos documentos contábeis da empresa. Por isso, é preciso também que a atividade contábil da empresa também esteja em dia.