O que é PMC - Prazo Médio de Cobrança

PMC - Prazo Médio de Cobrança é o tempo médio que decorre entre a venda do produto e/ou serviço para o consumidor e o recebimento do valor da duplicata pela empresa. Esse Prazo Médio envolve as políticas de crédito e cobrança da empresa.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Essa ferramenta indica em quanto tempo (no caso desse indicador, em dias) de fato houve recebimento, um prazo real. Não se trata de um prazo teórico, mas o recebimento do valor de vendas e prestações a prazo.

O indicador, também conhecido como Prazo Médio de Recebimento (dos Clientes), revela o tempo para que ocorra entrada de dinheiro no caixa, reinvestindo o capital de giro (em diversas alocação de ativos), essencial para manter certo nível de sustentabilidade da empresa.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Importância do PMC 

O PMC é um dos indicadores de grande importância na gestão comercial e financeira de uma empresa. O conhecimento de diversos Prazos Médios dá à empresa o diagnóstico de seu andamento e da velocidade dos processos do ciclo operacional.

Além disso, o conhecimento do PMC indica a necessidade de capital de giro da empresa: o valor mínimo que terá que cobrir os gastos de toda a operação (compra, produção e venda) até a entrada de novo capital.

Dessa forma, os gestores da empresa conseguem entender melhor o cenário financeiro, traçando planos e estratégias que se adequam mais à realidade da empresa e buscando seu crescimento.

Cálculo do PMC 

Para realizar o cálculo do Prazo Médio de Cobrança, utiliza-se a seguinte fórmula:

PMC = (valor das duplicatas a receber x 360) ÷ (receita operacional bruta - devoluções e abatimentos)

A fórmula leva em consideração possíveis atrasos de pagamentos a prazo ou até mesmo prejuízos da empresa por calote do cliente. Há também o caso de devoluções do produto. Os valores devem constar no resultado da empresa.

O PMC também considera o Prazo Médio do Recebimento de todas as vendas a prazo, e o resultado do indicador de PMC sai em dias, dada uma análise anual

Análise do PMC

Quando o PMC for pequeno, ou seja, poucos dias para o recebimento do pagamento dos clientes, melhor para a empresa. Contudo, a empresa não deve mudar toda sua política de crédito e cobrança para que o indicador se torne menor. 

A empresa precisa ter em vista o fato de que cada modelo de negócio envolve um Prazo Médio e uma determinada atitude em relação a parcelamentos, dado o público alvo, o tipo de produto e/ou serviço que comercializa, a relação com os fornecedores ou o setor, por exemplo.

Portanto, a empresa deve acompanhar o valor do indicador com o passar do tempo, notando se existe variação, se ela ocorre no sentido de aumentar o indicador (clientes demorando mais para pagar) ou diminuir o indicador (clientes pagando mais rapidamente).

A forma de melhorar o indicador de PMC é reavaliando as estratégias de cobrança da empresa, de forma a se expor menos ao risco de crédito

Contudo, ampliar a concessão de prazos pode ampliar o público alvo, que sem a oportunidade de pagamento parcelado e a prazo não teria chance de comprar tal produto ou serviço à vista.

Fica a critério da gestão operacional manter o equilíbrio entre os prazos do pagamento dos clientes (PMC) e o pagamento de pagamento aos fornecedores (PMPF - Prazo Médio de Pagamento a Fornecedores), sem que haja prejuízo ao fluxo de caixa e ocorra aumento do lucro.

Outra forma de gestão operacional é o método do negócio alavancado

Nele, embora o indicador PMC seja maior e a necessidade de capital de giro também seja maior (compensada por empréstimos e financiamentos), o lucro gerado compensa os juros dos empréstimos para o capital de giro.