3 Pilares para Conquistar a Independência Financeira Sem Erro
|

3 Pilares para Conquistar a Independência Financeira Sem Erro

Quem conquistou a liberdade financeira construiu uma base sólida em 3 pilares: gastos, ganhos e investimentos.

Por
Atualizado em 02/09/2020

Existem 3 pilares para a independência financeira que servem de base para uma construção sólida de patrimônio. Conhecê-los te ajudará a viver de renda precocemente!

O caminho para a independência financeira se resume a gastar menos do que se ganha e investir bem o excedente.

Parece simples, mas não é fácil. Se fosse, todos estariam livres financeiramente.

O processo para conquistar a independência financeira exige planejamento, disciplina e paciência.

Depois de calcular quanto é preciso para viver de renda, muitos se desmotivam e aceitam viver miseravelmente durante toda a vida.

Você tem dois caminhos:

  1. Abandonar completamente suas chances de enriquecer por achar que nunca vai chegar lá pela dificuldade inerente ao processo;
  2. Seguir os passos racionais para chegar lá o mais breve possível.

Se você está aqui, já tem a mentalidade diferente da maioria e deseja alcançar sucesso em suas finanças pessoais.

O segredo de quem alcançou a liberdade financeira pode ser resumido em 3 pilares:

  • Gastar menos;
  • Ganhar mais;
  • Investir melhor.

Cada um deles tem características muito importantes.

Veja em detalhes cada um dos 3 pilares para a independência financeira e veja como viver de renda.

Os 3 comportamentos de quem alcançou a independência financeira

Existem 3 comportamentos principais que fazem com que as pessoas atinjam sua independência financeira de maneira sólida:

  1. Gastar menos;
  2. Ganhar mais;
  3. Investir melhor.

Apesar de parecer simples, muitas pessoas se enganam ao dar importância maior a apenas um desses fatores, quando na verdade, a construção de um patrimônio sólido é resultado da soma desses elementos.

A renda, taxa de poupança e investimentos são igualmente importantes para alcançar a independência financeira.

Porém, maioria das pessoas pensam que o “grande segredo” para viver de renda é ganhar muito dinheiro.

Embora a renda seja importante, ela é apenas um dos três fatores.

Sua independência financeira também depende de quanto você consegue guardar do que ganha. Ou seja, a sua taxa de poupança.

Não adianta ganhar mais se os seus gastos também aumentarem. Esse é um dos erros que afastam você da independência financeira.

Pois, mesmos ganhando mais, sua taxa de poupança permanece a mesma, já que seus gastos aumentaram na mesma proporção.

É por isso que apenas a renda não cria riqueza.

Do mesmo modo, dificilmente viverá completamente de renda somente com investimentos.

Os grandes investidores construíram suas riquezas através de muito trabalho, disciplina e poupança.

A independência financeira é conquistada com foco no seu trabalho para ganhar mais e disciplina para poupar e investir mensalmente.

Portanto, para viver de renda é preciso focar na junção dos três pilares: ganhar mais, gastar menos e investir a diferença.

Esta é a fórmula para alcançar qualquer objetivo financeiro.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

Gastar menos

Talvez a tarefa mais difícil dos três pilares para a independência financeira seja gastar menos ou então, gastar melhor.

Para viver de renda é essencial criar maneiras de ampliar a taxa de poupança, sendo eliminando gastos desnecessários ou ganhando mais.

É o hábito de poupar que te fará chegar à próxima fase da independência financeira.

O primeiro passo é elaborar um planejamento financeiro e analisar quais gastos poderão ser cortados.

Pague-se primeiro. Ou seja, destine uma porcentagem do que ganha para sua liberdade financeira. Só depois pague as contas.

Quanto maior sua taxa de poupança, mais rápido alcançará a liberdade financeira.

Guarde no mínimo 10% da renda para investir.

 Adeptos do movimento F.I.R.E. dedicam até 70% da renda para a poupança.

Ganhar mais

Para viver de renda passiva, é necessário criar uma base de renda ativa.

É o dinheiro do seu trabalho que te dará condições para comprar bons ativos que serão os responsáveis por te fazer viver de dividendos.

Por isso, o segundo pilar da independência financeira é ganhar mais e o foco no trabalho é fundamental.

Quando mais você ganha, mais consegue economizar para investir.

Procure fontes de renda extra.

Use a criatividade para trazer mais dinheiro, seja dando aulas particulares, vendendo artesanato, brigadeiro, entre outros.

Todo mundo possui uma habilidade que pode ser monetizada no tempo livre.

Investir melhor

Depois de aumentar a taxa de poupança gastando menos e ganhando mais, você precisa colocar o dinheiro para trabalhar para você.

Os investimentos são ferramentas para potencializar os ganhos através dos juros compostos.

O mercado disponibiliza diversos produtos financeiros compatíveis com vários perfis de investidor.

Em geral, quanto melhores seus investimentos, mais rápido o dinheiro cresce e mais patrimônio você acumula.

A forma mais poderosa de construção de patrimônio é através do investimentos em ações de boas empresas.

Isso não significa que deva investir todo seu dinheiro apenas em ações.

É recomendável uma boa alocação de ativos entre ativos de renda fixa, fundos imobiliários e ações, no mínimo.

No entanto, não basta investir em qualquer ação e investir apenas uma vez.

Você precisa saber selecionar as boas empresas através da análise fundamentalista e continuar investindo nelas enquanto elas permanecerem boas.

Investir melhor, realizar aportes mensais e reinvestir os dividendos é parte essencial para potencializar os ganhos e viver de renda passiva o quanto antes.

Como os Milionários Investem? Conheça os 10 Passos para ser um Investidor de Sucesso”.

Conclusão

Os 3 pilares da independência financeira são:

  1. Gastar menos;
  2. Ganhar mais;
  3. Investir melhor.

A partir deles você constrói um patrimônio sólido para viver de renda no futuro.

Para você se tornar verdadeiramente livre, deve criar o hábito de poupar e investir todos os meses.

Se você investir somente uma única vez e nunca mais, provavelmente não vai mudar muita coisa em sua vida.

Para turbinar a construção do seu patrimônio, além de economizar, ganhar mais, investir melhor e de forma regular, reinvista os dividendos recebidos ao longo da jornada.

Essa fórmula permite que você compre mais ações de boas empresas.

Estas companhias costumam ter lucros crescentes. Quando o lucro cresce, o preço das ações e o valor distribuído em dividendos também aumenta.

Logo, seu patrimônio tende a crescer exponencialmente.

Quando você combina esses pilares, a conquista da liberdade financeira se torna inevitável.

E você, já executa estes três pilares?

Para ajudar você a começar a investir na Bolsa de Valores, baixe uma cópia gratuita do livro digital: Como Investir Começando do Zero.

Agora, se você já investe e busca aumentar a renda com o patrimônio já acumulado, sugiro que leia os 5 passos para selecionar as melhores pagadoras de dividendos.

Segredo da Riqueza


O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE