A Petrobras (PETR4) reforçou nesta segunda-feira, 22, em comunicado ao mercado, que ainda não há qualquer definição ou decisão sobre a venda de sua participação na Braskem (BRKM5).

O posicionamento ocorreu em resposta à notícia publicada na mídia dizendo que estaria em curso uma negociação tripartite entre a Odebrecht e sua sócia Petrobras com os bancos credores da Odebrecht para a venda de um naco de ações preferenciais da empresa petroquímica.

"A Petrobras, em relação à notícia veiculada na mídia sobre negociação para venda de ações preferenciais da Braskem, esclarece que, conforme divulgado em 8 de junho, 9, 20 e 30 de agosto e 1 de outubro, sua participação na Braskem segue fazendo parte dos ativos contemplados em sua gestão de portfólio", diz o comunicado da empresa.

No texto, a estatal afirma ainda que mantém seu posicionamento em buscar a venda integral de sua participação na Braskem e segue realizando estudos para determinar a melhor estrutura para essa transação.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa

"Fatos julgados relevantes sobre o tema serão tempestivamente divulgados ao mercado", finaliza.

Resultado da Petrobras no Terceiro Trimestre de 2021  

resultado da Petrobras (PETR4) no terceiro trimestre de 2021 (3t21), divulgado no dia 28 de outubro, apresentou lucro líquido de R$ 31,1 bilhões no 3T21, uma alta de 2.114,4% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.  

O Ebitda ajustado da Petrobras atingiu R$ 60,7 bilhões no 3T21, apresentando crescimento de 81,7% na comparação com o 3T20.

A margem Ebitda ajustada da Petrobras totalizou 59,0% no 3T21, apresentando crescimento de 12,0 pontos percentuais na comparação com o 3T20.

A margem líquida da Petrobras atingiu 25,6% no 3T21, apresentando crescimento de 27,8 pontos percentuais na comparação com o 3T20.

As ações da Petrobras (PETR4) acumulam queda de 2,33% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 21,93% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.