A Petrobras (PETR4) afirmou nesta sexta-feira que avaliará aquisição de participação acionária em ativos de refino e biorrefino da Mubadala Capital na Bahia, assim como parcerias estratégicas no segmento.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

A Mubadala Capital, de Abu Dhabi, controla por meio da Acelen a Refinaria de Mataripe (ex-Rlam), adquirida da Petrobras, e a Acelen Energia Renovável.

A informação foi divulgada em nota ao mercado pela Petrobras após a empresa ter recebido comunicação da Mubadala propondo “a formalização de discussões recentes sobre a formação de potencial parceria estratégica para o desenvolvimento do ‘downstream’ no Brasil”.

A iniciativa tem como escopo negócios voltados ao refino tradicional, bem como o desenvolvimento de uma biorrefinaria, ambas na Bahia, segundo a Petrobras.

A estatal disse que a correspondência do grupo de Abu Dhabi traz os principais termos e condições da eventual parceria.

A proposta ainda será objeto de avaliação interna pela Petrobras”, afirmou a empresa, reforçando que eventuais decisões de investimentos deverão passar pelos processos de planejamento e aprovação previstos nas sistemáticas aplicáveis, ficando em linha com seu Plano Estratégico 2024-2028.

A Refinaria de Mataripe, situada em São Francisco do Conde, possui capacidade de processamento de 333 mil barris/dia, e seus ativos incluem quatro terminais de armazenamento e um conjunto de oleodutos que interligam a refinaria e os terminais totalizando 669 quilômetros de extensão, segundo nota da Petrobras.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja a Melhor Empresa para Receber Dividendos.

Já o projeto de biorrefino integrado contempla instalações de produção de diesel renovável e querosene de aviação sustentável a partir de óleo vegetal oriundo de culturas nativas, com operação nos Estados da Bahia e Minas Gerais.

Resultado da Petrobras no Terceiro Trimestre de 2023 

Os resultados da Petrobras (PETR4) referente a suas operações do terceiro trimestre de 2023, foram divulgados no dia 09 de novembro, apresentou um lucro líquido de R$ 26,8 bilhões no 3T23, baixa de -42,1% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda ajustado da Petrobras atingiu R$ 66,2 bilhões no 3T23, apresentando retração de -27,6% na comparação com o 3T22.

A margem Ebitda ajustada da Petrobras totalizou 53,0% no 3T23, apresentando retração de -0,7 ponto percentual na comparação com o 3T22.

A margem líquida da Petrobras atingiu 21,4% no 3T23, apresentando retração de -5,8 pontos percentuais na comparação com o 3T22.

As ações da Petrobras (PETR4) acumulam alta de 3,79% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 95,81% nos últimos 12 meses.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Fonte: Infomoney e Reuters.