Após ter conquistado o posto de maior pagadora de dividendos do mundo no segundo trimestre de 2022, quando remunerou os seus acionistas com proventos de US$ 9,7 bilhões, a Petrobras (PETR4) promoveu o maior corte de dividendos global entre abril e junho de 2023.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

A petroleira pagou proventos de US$ 3,4 bilhões no segundo trimestre deste ano, um corte de US$ 6,3 bilhões na remuneração dos investidores, equivalente a uma queda anual de 64,87%.

Os dados são da 39ª edição do Índice Global de Dividendos da gestora Janus Henderson.

O relatório analisa trimestralmente as 1.200 maiores empresas do mundo por capitalização de mercado, que representam 85% dos dividendos pagos globalmente.

A gestora britânica tem cerca de US$ 322 bilhões em ativos sob gestão.

Repetindo o cenário visto no primeiro trimestre deste ano, novamente nenhuma companhia brasileira ocupou um espaço entre as 20 maiores pagadoras de dividendos do mundo, o que Petrobras e Vale já haviam conseguido em edições anteriores.

Os dividendos das empresas brasileiras listadas no Índice apresentaram uma queda nominal de 44% no segundo trimestre, totalizando US$ 4,3 bilhões. No mesmo período de 2022, os proventos locais somaram US$ 7,7 bilhões.

Viver de Renda do Mercado Financeiro? Veja a Melhor Ação para Receber Dividendos.

Em termos subjacentes (desconsiderando os efeitos de dividendos extraordinários, da taxa de câmbio e de outros fatores técnicos), as empresas brasileiras apresentaram um tombo de 53% nas distribuições.

Já os dividendos extraordinários das companhias locais apresentaram queda de 3,1% no segundo trimestre.

Além da Petrobras, também integraram o ranking Banco do Brasil (US$ 274,5 milhões pagos aos acionistas), B3 (US$ 113,2 milhões), Eletrobras (US$ 89,2 milhões) e Bradesco (US$ 53,1 milhões). A Vale (VALE3) não figurou no ranking do segundo trimestre por não ter feito nenhum pagamento de proventos de abril a junho.

Os dividendos brasileiros foram novamente na contramão do mundo.

Viver de Renda do Mercado Financeiro? Veja a Melhor Ação para Receber Dividendos.

A Janus Henderson destaca que os proventos globais cresceram 4,9%, alcançando um novo recorde de US$ 568,1 bilhões, impulsionados por bancos e fabricantes de veículos. A nível subjacente, a alta foi de 6,3%.

As 10 empresas que mais pagaram dividendos no mundo no 2º trimestre de 2023

  1. Nestle
  2. HSBC Holdings (H1SB34)
  3. Mercedes-Benz Group
  4. China Mobile Limited (C1HL34)
  5. Bayerische Motoren Werke, BMW
  6. BNP Paribas
  7. Microsoft (MSFT34)
  8. Allianz
  9. Sanofi
  10. Axa
This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Fonte: InfoMoney.