A Petrobras (PETR4) confirmou nesta sexta-feira, 29, a descoberta de acumulação de gás natural no poço exploratório Uchuva-1, perfurado em águas profundas da Colômbia, a 32 quilômetros da costa e a 76 quilômetros da cidade de Santa Marta, em uma lâmina dágua de aproximadamente 830 metros.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

O poço Uchuva-1 foi perfurado no Bloco Tayrona, tendo a Petrobras como operadora (participação de 44,44%), em parceria com a Ecopetrol, com a participação de 55,56%.

Segundo a estatal, a descoberta é fruto das ações do consórcio para potencializar a utilização dos dados por meio da aplicação de novas soluções tecnológicas de geologia e geofísica, somadas à expertise em operações em águas profundas.

"O Bloco Tayrona consta na carteira da Petrobras para gestão ativa do portfólio e a abertura dessa nova fronteira está alinhada com o pilar estratégico da companhia em maximizar o seu valor com foco em exploração de ativos de águas profundas e ultraprofundas. O resultado alcançado aumenta as perspectivas de desenvolvimento de nova fronteira de exploração e produção na Colômbia", afirma em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Segundo a empresa, o consórcio dará continuidade às atividades no Bloco Tayrona, visando avaliar as dimensões da nova acumulação de gás.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Resultado da Petrobras no Segundo Trimestre de 2022  

Os resultados da Petrobras (PETR4) referente a suas operações do 2T22, foram divulgados no dia 28 de julho, apresentou um lucro líquido de R$ 54,3 bilhões no 2T22, alta de 26,8% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda ajustado da Petrobras atingiu R$ 98,3 bilhões no 2T22, apresentando crescimento de 58,6% na comparação com o 2T21.

A margem Ebitda ajustada da Petrobras totalizou 57,5% no 2T22, apresentando crescimento de 1,6 ponto percentual na comparação com o 2T21.

A margem líquida da Petrobras atingiu 31,8% no 2T22, apresentando retração de -6,9 pontos percentuais na comparação com o 2T21.

A ações da Petrobras (PETR4) acumulam alta de 19,23% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 79,50% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.