A Petrobras (PETR4) informou no início da noite desta quinta-feira, 21, que atingiu um fator de utilização total (FUT) nas refinarias de 97% no fim de junho. Na média do segundo trimestre, porém, o indicador foi de 89%.

Como Saber a Hora de Entrar e Sair dos Investimentos? GI Wealth faz Gestão para Investimentos Superior a R$ 300 mil.

A progressão no desempenho das refinarias, informou a Petrobras em nota, se deve a conclusão das paradas programadas de manutenção da Refinaria Henrique Lage (Revap), em São Paulo, e da refinaria Duque de Caxias (Reduc), no Rio de Janeiro.

A companhia destacou, também, o bom funcionamento da Refinaria de Paulínia (Replan), também em São Paulo, a maior do país e responsável por processar 20% da carga do parque de refino.

"Esse desempenho permitiu maior produção, com rendimento de diesel, gasolina e QAV de 67% no segundo trimestre, em linha com o primeiro trimestre do ano, aproveitando condições favoráveis de mercado", informou a Petrobras.

Com relação a de diesel e gasolina, a Petrobras informou ter alcançado 62% de rendimento no segundo trimestre desse ano, acima da média de 60% dos últimos 3 anos.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

A companhia informo ainda que, no terceiro trimestre desse ano, há previsão de paradas programadas de manutenção, com destaque para a pausas em setores da Refinaria Gabriel Passos (Regap), em Minas Gerais; da Refinaria de Paulínia (Replan); e da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), no Paraná, que também vai entrar pelo quarto trimestre.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Resultado da Petrobras no Primeiro Trimestre de 2022  

Os resultados da Petrobras (PETR4) referente a suas operações do 1T22, foram divulgados no dia 8 de Maio, apresentou um lucro líquido de R$ 44,8 bilhões no 1T22, alta de 3.409,6% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

Ebitda ajustado da Petrobras atingiu R$ 77,7 bilhões no 1T22, apresentando crescimento de 58,8% na comparação com o 1T21.

margem líquida da Petrobras atingiu 31,6% no 1T22, apresentando crescimento de 30,1 pontos percentuais na comparação com o 1T21.

A ações da Petrobras (PETR4) acumulam alta de 5,57% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 54,74% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.