O ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, afirmou nesta terça-feira, 24, que a troca de comando na Petrobras era algo esperado.

Ele atribuiu a mudança à posse de Adolfo Sachsida no Ministério de Minas e Energia.

"Tivemos a troca do comando do ministério, para o ministro Sachsida. Acho que a política que diz respeito a esse setor no país, apesar de a Petrobras ter sua independência de gestão, tem que estar completamente alinhada com o novo ministro. Então, já era esperado", disse o ministro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, demitiu José Mauro Coelho da presidência da Petrobras e indicou para o cargo o secretário especial de desburocratização do Ministério da Economia, Caio Paes de Andrade.

Coelho estava no posto havia pouco mais de 40 dias e foi demitido em meio à revolta do chefe do Executivo com o aumento dos preços dos combustíveis.

Onde Investir no Cenário Político Atual? Baixe Grátis o Relatório “Os Melhores Investimentos com a Política Atual".

O mesmo aconteceu com Bento Albuquerque, demitido do Ministério de Minas e Energia e substituído por Sachsida, que também integrava a equipe de Guedes.

De acordo com Ciro Nogueira, José Mauro também foi demitido pela relação com Albuquerque.

"O José Mauro é um grande brasileiro, tentou fazer todo possível, mas tinha alinhamento maior com outro grande brasileiro, que era o ministro Bento. Estamos vivendo outro grande momento", declarou Nogueira na entrevista.

Onde Investir no Cenário Político Atual? Baixe Grátis o Relatório “Os Melhores Investimentos com a Política Atual".

Resultado da Petrobras no Primeiro Trimestre de 2022  

Os resultados da Petrobras (PETR4) referente a suas operações do 1T22, foram divulgados no dia 8 de Maio, apresentou um lucro líquido de R$ 44,8 bilhões no 1T22, alta de 3.409,6% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

Ebitda ajustado da Petrobras atingiu R$ 77,7 bilhões no 1T22, apresentando crescimento de 58,8% na comparação com o 1T21.

margem líquida da Petrobras atingiu 31,6% no 1T22, apresentando crescimento de 30,1 pontos percentuais na comparação com o 1T21.

A ações da Petrobras (PETR4) acumulam alta de 0,38% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 72,88% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.