O que é PEA - População Economicamente Ativa

PEA - População Economicamente Ativa é um conceito econômico que se refere à população capaz de atuar no setor produtivo, com sua força de trabalho. 

O conceito é muito utilizado em análises sobre mercado de trabalho, emprego e atividade de um determinado país.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Como é dividida a PEA 

A PEA abrange as pessoas que estão inseridas no mercado de trabalho ou que estão em busca de inserção. 

Em cada país, há uma definição de acordo com a idade. No Brasil, a PEA é definida pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). 

Segundo o IBGE, estão aqueles que têm entre 15 e 65 anos, desde que sejam capazes de trabalhar.

Cabe destacar que as pessoas que têm entre 15 e 18 anos, em caráter de aprendiz, também fazem parte da PEA .

A PEA está dividida em dois grupos, denominados população ocupada e população desocupada. 

A população ocupada se refere à população que trabalha, que pode ser dividida em:

  • Empregados;
  • Empregadores;
  • Conta própria;
  • Não remunerados.

Os empregados são aqueles que prestam serviços na forma de jornada de trabalho para o empregador.

Em troca, o empregado recebe uma remuneração em dinheiro e outros benefícios como alimentação, moradia e planos previdenciários

Nota-se que podem exercer atividade com carteira de trabalho assinada ou não.

Entre os empregados, também estão clérigos e militares. 

Por sua vez, os empregadores são aqueles que contratam os empregados, como donos de empresas.

As pessoas que trabalham por conta própria desenvolvem atividades sem a atuação dos empregadores para ter uma renda ou contar com empregados, como autônomos e alguns investidores.

Os não remunerados correspondem àqueles que trabalham menos de 15 horas por semana e não recebem salário pela atividade. Entre eles, estão aprendizes e estagiários.

No que se refere à população desocupada, são aqueles que estão em busca de uma colocação no mercado de trabalho.

Setores da PEA

A distribuição da PEA em setores da economia é um dos principais indicadores de desenvolvimento econômico e social de um determinado país.

A PEA está dividida em três setores principais da economia:

  • Primário;
  • Secundário;
  • Terciário;

O setor primário abrange as atividades relacionadas principalmente às matérias-primas. Entre essas atividades, estão a agricultura e a pecuária.

Por sua vez, o setor secundário abrange as atividades relacionadas à modificação de matérias-primas, como construção civil e indústrias.

No setor terciário estão as atividades nas quais há relações entre pessoas. Nesse setor estão comércio e prestadores de serviços, como advogados, médicos e professores. 

Nos países desenvolvidos, a maior parte da PEA está concentrada no setor terciário. Enquanto isso, a PEA está concentrada no setor primário nos países subdesenvolvidos.

Vale ressaltar que existe um grande número de trabalhadores no mercado informal, sobretudo no setor terciário. Entre os trabalhadores que atuam no mercado informal, estão os ambulantes e camelôs.

Dessa forma, alguns países podem ter a PEA concentrada principalmente no terceiro setor e contar com um baixo nível de industrialização.

Relação entre PEA e PEI

Enquanto a PEA corresponde às pessoas que estão inseridas ou buscando inserção no mercado de trabalho, a PEI se refere àqueles que são inativos. 

A PEI - População Economicamente Inativa - abrange aqueles que não participam da força de trabalho, seja ocupada ou desocupada, ou que estejam fora da faixa etária.

No grupo de pessoas inativas, estão:

  • Crianças, adolescentes e aposentados com mais de 65 anos;
  • Donas de casa não remuneradas;
  • Desalentados;
  • Estudantes que ainda não trabalham;
  • Incapacitados.

Cabe destacar que os desalentados são as pessoas em idade ativa que desistiram de procurar emprego por alguma razão ou não querem trabalhar.

Dessa forma, o IBGE considera desalentado aquele que está desempregado e não busca emprego.