Uma série de boas notícias fez com que as ações do PayPal (PYPL34) disparassem até 14% na quarta-feira (03).

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

A processadora de pagamentos anunciou lucros do segundo trimestre acima do esperado após o fechamento do mercado na terça-feira, com o volume total de pagamentos crescendo 9%, para US$ 340 bilhões no trimestre.

"Continuamos a ganhar participação à medida que executamos nossas principais iniciativas estratégicas, ao mesmo tempo em que impulsionamos a eficiência operacional em nossos negócios", disse o CEO do PayPal, Dan Schulman.

Essas eficiências sugerem a busca do PayPal para reduzir seus custos operacionais, e a empresa disse que espera economizar US$ 900 milhões em despesas este ano e US$ 1,3 bilhão no próximo ano.

Essas economias de custos vêm das divisões de serviços, marketing e engenharia do PayPal. 

Os cortes de custos são uma das razões pelas quais o PayPal decidiu abandonar sua iniciativa anunciada anteriormente de lançar um recurso de negociação de ações em seu aplicativo.

Programa de recompra de ações

Outra coisa que também ajudou a impulsionar as ações do PayPal na quarta-feira foi a decisão da empresa de lançar um programa de recompra de ações de US$ 15 bilhões.

O que representa cerca de 15% do atual valor de mercado de US$ 100 bilhões da empresa. 

Espera-se que as recompras de ações em 2022 sejam de US$ 4 bilhões, dos quais o restante das recompras de ações se espalhará no próximo ano e além. 

A queda de mais de 70% das ações do PayPal no ano passado atraiu a atenção do investidor ativista Elliot Management, que agora possui uma participação de US$ 2 bilhões na empresa e é um de seus maiores acionistas. 

Tanto Elliot quanto PayPal firmaram um pacto de compartilhamento de informações e estão trabalhando juntos para criar valor para os acionistas.

Fonte: Business Insider