O que é Payout

Payout é um indicador que representa o percentual de lucro que é pago aos acionistas de uma determinada empresa.

Esse indicador se refere ao percentual do lucro líquido distribuído na forma de dividendos ou juros sobre o capital próprio.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Como identificar o Payout 

O payout se refere ao percentual do lucro líquido que é pago por uma empresa aos seus acionistas. 

Primeiro, cabe destacar que o lucro líquido pode ser encontrado no Demonstração do Resultado do Exercício (DRE). 

O DRE é um dos principais relatórios contábeis utilizados em análise fundamentalista. Esse tipo de análise também considera:

  • Análise de conjuntura econômica;
  • Balanço patrimonial;
  • Fluxo de caixa.

Em geral, as empresas têm um percentual mínimo de distribuição do lucro para os acionistas, conforme estabelecido em seu Estatuto Social. Esse percentual é conhecido como payout.

Por exemplo, o Estatuto Social da Taesa indica que seus acionistas têm “direito a um dividendo anual não cumulativo de pelo menos 50% (cinquenta por cento) do lucro líquido ajustado do exercício”.

Caso o Estatuto seja omisso em relação ao percentual mínimo, a legislação prevê a distribuição de pelo menos 25% do lucro líquido do Exercício Social.

Isso foi estabelecido pela Lei nº 6.404/1976, conforme o artigo 202 da Lei das Sociedades por Ações.

Como calcular o Payout

O payout pode ser calculado a partir da relação entre os dividendos e o lucro líquido de uma determinada empresa.

Para exemplificar, suponha que a empresa X reportou um lucro líquido de R$ 1 milhão no ano e decide distribuir R$ 250 mil na forma de dividendos.

Payout = Dividendos/ Lucro Líquido

Payout = R$ 250 mil/ R$ 1 milhão

Payout = 0,25

O resultado indica que a empresa X distribuirá 25% do lucro líquido para os acionistas na forma de dividendos, isto é, um payout de 25%.

Relação entre Payout e Dividend Yield 

O dividend yield se refere ao dividendo pago por cada ação, dividido pelo preço da ação. O termo vem do inglês e pode ser traduzido como rendimento de dividendos em português.

Esse indicador revela o quanto uma determinada ação paga em proventos para seus acionistas, na forma de dividendos ou juros sobre o capital próprio.

Para exemplificar, suponha que a empresa X pague R$ 2,00 por ação aos acionistas e que o preço desta ação seja igual a R$ 25,00.

Dividend yield = Dividendo por Ação/ Preço da Ação

Dividend yield = R$ 2,00/ R$ 25,00

Dividend yield = 0,08

O resultado indica que o dividend yield da empresa X é igual a 8%. 

De outra forma, foram distribuídos R$ 2,00 por cada ação, pois o valor distribuído na forma de dividendos é R$ 250 mil e supomos que a empresa tem 125 mil ações disponíveis:

Dividendo por Ação = Dividendos/ Número de Ações Disponíveis

Dividendo por Ação = R$ 250 mil/ 125 mil

Dividendo por Ação = R$ 2,00

Por outro lado, vale ressaltar que uma alteração no payout pode impactar diretamente o dividend yield. 

Se a empresa decidir aumentar o payout para 50% significa que será distribuído R$ 500 mil em dividendos para os acionistas.

De outra forma, o lucro líquido reportado pela empresa X foi de R$ 1 milhão e o payout aumentou para 50%. 

Isso significa que metade do lucro líquido da empresa X, ou seja, o valor de R$ 500 mil será pago na forma de dividendos.

Assim, temos que o dividendo pago aos acionistas é de R$ 4,00 por ação.

Portanto, o dividend yield será:

Dividend yield = R$ 4,00/  R$ 25,00

Dividend yield = 0,16

O resultado representa um dividend yield de 16%, ou seja, o aumento do payout levou ao aumento do dividend yield da empresa X. 

Isso significa que há uma relação direta e positiva entre o payout e o dividend yield.Caso ainda tenha alguma dúvida sobre o que é Payout, consulte o artigo completo sobre Payout.