O que é Passivo

Passivo é o conjunto de obrigações de uma determinada empresa, como dívidas e gastos, que são realizadas a fim de financiar suas atividades.

O passivo faz parte do balanço patrimonial, um dos principais demonstrativos contábeis utilizados por analistas.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Relação entre Passivo e Balanço Patrimonial

O passivo de uma determinada empresa pode ser encontrado em seu balanço patrimonial, um dos demonstrativos contábeis usados por analistas.

Primeiro, cabe ressaltar que existem diversos demonstrativos contábeis. Entre as principais demonstrações usadas em análises, estão:

  • Balanço Patrimonial (BP);
  • Demonstração do Resultado do Exercício (DRE);
  • Demonstração do Fluxo de Caixa (DFC).

Esses demonstrativos são fundamentais para fazer uma análise fundamentalista e calcular os principais indicadores de uma empresa.

Entre os principais indicadores, estão: 

  • Endividamento;
  • Liquidez; 
  • Rentabilidade.

Nota-se que os demonstrativos contábeis podem ser divulgados trimestral, semestral e anualmente.

Por sua vez, o período que as empresas têm para elaborar um determinado demonstrativo é denominado de exercício social, de acordo com o artigo 175 da Lei 6.404/1976.

Estrutura do Balanço Patrimonial

O Balanço Patrimonial identifica a situação econômico-financeira de uma empresa em um determinado período.

Esse demonstrativo é formado por duas colunas, com três estruturas distintas:

  • Ativo;
  • Passivo;
  • Patrimônio Líquido.

Do lado esquerdo está o ativo total, enquanto do lado direito está o passivo total e o patrimônio líquido.

Antes, nota-se que cada operação realizada por uma empresa pode ser classificada e dividida em quatro grandes grupos:

  • Ativo;
  • Passivo;
  • Receitas;
  • Despesas.

As receitas e as despesas são operações de resultado. Dessa forma, são incluídas no DRE, por exemplo.

Enquanto isso, o ativo e o passivo são operações patrimoniais, incluídas no Balanço Patrimonial.

Relação entre Passivo e Ativo

No Balanço Patrimonial, são encontradas algumas das principais operações realizadas por uma determinada empresa: ativo e passivo.

O ativo total contempla o conjunto de bens e direitos de uma empresa. Entre os principais ativos, estão:

  • Caixa;
  • Contas a receber;
  • Estoques;
  • Imobilizado;
  • Intangíveis.

No geral, os ativos são ordenados de acordo com a liquidez na coluna de ativo total. Em outras palavras, são classificados em ordem decrescente do grau de liquidez.

Entende-se por liquidez a capacidade de algo ser convertido em dinheiro. Quanto maior a liquidez, mais fácil um determinado ativo virar dinheiro.

Enquanto isso, o passivo total contempla as obrigações e dívidas da empresa. Entre os principais passivos, estão:

  • Empréstimos e financiamentos; 
  • Impostos;
  • Pagamento de fornecedores e salários.

Por sua vez, o patrimônio líquido corresponde aos recursos investidos pela empresa, como: 

  • Capital social; 
  • Lucros acumulados;
  • Reservas de lucros.

O patrimônio líquido corresponde à diferença entre o valor total dos ativos e dos passivos. Nota-se que também pode ser encontrado como passivo não exigível.

Composição do Passivo 

O passivo total corresponde ao conjunto de obrigações de uma determinada empresa, tendo em vista financiar suas atividades.

Essas obrigações incluem dívidas e gastos realizados pela empresa. Dessa forma, são oriundas de eventos passados e exigem um desembolso futuro.

Um exemplo é a realização de empréstimos para comprar novas máquinas e equipamentos, a fim de aumentar a capacidade produtiva da empresa.

O passivo total é dividido em dois principais grupos:

  • Passivo circulante (PC);
  • Passivo não circulante (PNC).

O passivo circulante considera as obrigações de curto prazo, isto é, que devem ser quitadas no exercício atual, ou que ocorrem com frequência. Entre elas, estão:

  • Obrigações tributárias, como o Imposto de Renda (IR); 
  • Fornecedores de matérias-primas ou mercadorias;
  • Salários de funcionários.

No geral, essas obrigações têm vencimento dentro do período de 12 meses (um ano) após a data do balanço. 

Por sua vez, o passivo não circulante considera todas as obrigações de longo prazo da empresa, como empréstimos e financiamentos em um período superior ao exercício.

Em outras palavras, corresponde às obrigações que devem ser quitadas (exigíveis) nos próximos exercícios.