O que é Pair Trade

Pair Trade é uma estratégia na qual se aproveita a relação entre preços de um par de ativos muito bem correlacionados.

Para quem consegue identificar as relações de longo prazo entre os ativos, o Pair Trade pode oferecer uma boa oportunidade de investimento.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

O que é Correlação de Ativos

A correlação é um parâmetro estatístico que mede a relação entre dois ativos, sendo fundamental conhecê-lo na hora de escolher os ativos para compor uma carteira.

Esse parâmetro pode variar entre 1 e -1 e existem diversos tipos de correlação:

  • Perfeitamente positiva, se for igual a 1;
  • Positiva forte
  • Postiva fraca;
  • Negativa fraca;
  • Negativa forte;
  • Perfeitamente negativa, se for igual a -1.

Para exemplificar, vamos supor que a correlação entre os ativos A e B  é igual a 0,5. 

Se o valor do ativo A tiver um aumento de 100%, significa que o ativo B terá um aumento de 50%. Nesse caso, os ativos A e B têm correlação positiva.

Caso contrário, se houver uma queda de 100% no valor do ativo A, haverá uma queda de 50% do ativo B.

Para montar uma carteira de ativos bem diversificada, é essencial que os ativos tenham uma correlação distinta, a fim de mitigar os riscos e obter melhor performance.

Vamos supor que a carteira X está correlacionada muito positivamente com o Ibovespa. Nesse caso, se acontecer uma derrocada no Ibovespa, pode haver uma diminuição drástica do valor da carteira X. 

Por outro lado, se a carteira estiver com ativos de diferentes classes, esse risco poderá ser menor. 

Por exemplo, ações e fundos imobiliários geralmente não têm alta correlação entre si, então podem ser ótimos para diversificar.

Pair Trade e Correlação entre Ativos 

A estratégia Pair Trade se aproveita da relação entre os preços de um determinado par de ativos, desde que sejam muito bem correlacionados.

No geral, essa estratégia costuma funcionar melhor com empresas do mesmo segmento, uma vez que elas acabam sendo afetadas por eventos similares.

Para exemplificar, vamos supor que os ativos A e B tenham preços diferentes e sejam bem correlacionados, sendo a diferença entre os preços dos ativos A e B igual a P.

Nota-se que essa diferença costuma oscilar em torno de uma média histórica, sem se distanciar por muito tempo desta média.

Dessa forma, se a diferença entre os preços (P) for muito grande, então há uma boa oportunidade de investimento, uma vez que a expectativa é de que essa diferença retorne para sua média.

Se o ativo A está com um preço muito superior ao preço do ativo B conforme visto normalmente (P), então o ideal seria vender A e comprar B.

A recomendação de venda do ativo A ocorre pois a expectativa é de que o preço do ativo A diminua, isto é, retorne para sua média histórica.

Por sua vez, quando P voltar a convergir para a média histórica, então o ideal é recomprar o ativo A e vender o ativo B.

Como teria vendido o ativo A por um preço maior do que comprou, então o investidor estaria ganhando nessa operação.

Como analisar ações para Pair Trade

Ao usar a estratégia Pair Trade, o investidor pode tomar decisões com base nas análises fundamentalista e técnica simultaneamente.

A análise fundamentalista é importante para identificar ativos que têm maior correlação positiva entre si, como ativos de empresas do mesmo setor.

Por sua vez, a análise técnica é a principal ferramenta utilizada, pois permite identificar as variações de preços dos ativos.

Entretanto, cabe ressaltar que não há garantias de que essa correlação entre essas empresas será a mesma no futuro, ainda que seja o cenário mais provável.

Assim, o investidor deve considerar outros fatores em sua análise antes de tomar uma decisão de compra ou venda de um determinado ativo.