O que é Ótica da Renda - PIB

Ótica da Renda - PIB é um dos modos possíveis de calcular o Produto Interno Bruto de um país com base no somatório da renda gerada e auferida pelos agentes ao longo de um período especificado.

Como Saber a Hora de Entrar e Sair dos Investimentos? GI Wealth faz Gestão para Investimentos Superior a R$ 300 mil.

Dito de outra maneira, Ótica da Renda - PIB é um dos três modelos existentes para mensurar o PIB e consiste na análise da forma pela qual a produção é repartida entre aqueles que contribuíram.

Embora não seja tão utilizada em comparação com os outros dois modelos de cálculo, a Ótica da Renda pode ser um interessante indicador para compreendermos a situação dos rendimentos de um país.

De qualquer maneira, os valores referentes ao PIB, como PIB anual, per capita e por estados, estão sempre disponíveis no site do IBGE, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Como funciona Ótica da Renda - PIB 

O Produto Interno Bruto (PIB) é um indicador da atividade econômica do país desenvolvido e calculado pelo IBGE, um instituto subordinado ao Ministério da Economia.

Esse indicador é muito utilizado para traçar comparações entre países e também para analisar o desempenho e o crescimento econômico de um país ao longo de um período de tempo.

Ele é contabilizado sempre na moeda local e a partir dos bens e serviços dos diversos setores da economia, sendo anunciado trimestralmente e todo final de ano. Por isso, é considerado o termômetro da economia.

Em síntese, o PIB nada mais é do que a soma de todos os produtos e serviços finais produzidos em um país. Contudo, essa soma pode ser feita através de três diferentes óticas.

São as conhecidas óticas do PIB, isto é, as três perspectivas possíveis para calcular o PIB: ótica da demanda, ótica da oferta e ótica da renda.

A Ótica da Renda - PIB, aqui mencionada, é o somatório de todas as rendas auferidas pela população economicamente ativa (PEA) do país ou da região, pois o PIB também é calculado em estados e municípios.

Como calcular Ótica da Renda - PIB 

Embora a Ótica da Renda não seja muito utilizada por economistas, diferentemente da Ótica da Oferta e da Ótica da Demanda, ela é muito útil para construir um PIB baseado nos rendimentos de um país.

Para isso, deve-se somar todas as remunerações com base em salários, juros, aluguéis e lucros distribuídos. Em outros termos, renda do trabalho, renda do capital, renda de instalações e renda do processo de produção.

A soma das três últimas variáveis é denominada Excedente Operacional Bruto (EOB). Além delas, para se chegar ao PIB da renda é preciso ainda identificar os impostos indiretos e os subsídios do governo.

Assim, temos a seguinte fórmula para chegar ao PIB da renda:

PIB = salários + Excedente Operacional Bruto + impostos indiretos - subsídios

Por exemplo, quando um indivíduo vai a um restaurante e consome algum alimento, ele está pagando pelo serviço do cozinheiro, pelos custos do restaurante, pelas matérias-primas e pela produção dessas.

O valor pago pelo alimento equivale à soma da remuneração de todas as pessoas envolvidas no processo de produção.

Para que serve Ótica da Renda - PIB 

O anúncio do PIB trimestral e anual auxilia os economistas e todos aqueles interessados nos rumos da economia de um país a avaliar o crescimento e a atividade econômica, bem como comparar com períodos anteriores.

Esse indicador é essencial para qualquer análise fundamentalista mais profunda desenvolvida por investidores que almejam colocar recursos em uma empresa com capital aberto na bolsa de valores.

É importante recordar que o cenário macroeconômico é de extrema relevância para que uma carteira diversificada traga bons retornos, pois sem um cenário positivo dificilmente as empresas terão bom desempenho.

Por fim, a Ótica da Renda, especificamente, é uma forma interessante de calcular o PIB ao identificar e mensurar a maneira pela qual é remunerada toda produção nacional de riqueza.