O que é Operar comprado

Operar comprado é uma estratégia de investimento na qual um investidor opta por adquirir as ações de uma empresa ou títulos com a expectativa de que irão valorizar, podendo posteriormente vender por um valor mais alto.

Dito de outro modo, Operar comprado é uma estratégia muito comum no mercado financeiro cuja característica principal é investir acreditando que aquele ativo irá valorizar em certo tempo.

Embora nem todos investidores conheçam essa técnica a partir de seu nome, Operar comprado é uma modalidade muito comum de operar nos diversos mercados em situações de alto nível de crescimento.

Em síntese, Operar comprado é uma operação comum para qualquer um que busque ações em alto nível de crescimento para vendê-las após constantes valorizações.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Como funciona Operar comprado 

Em termos práticos, Operar comprado significa que o preço de venda de um ativo, seja ele ação, título, commodities, deverá ser maior que o preço de compra do ativo. 

Por exemplo, se um investidor compra um conjunto de ações da empresa JKLM21 por R$ 7,50 a unidade, sua revenda deverá estar acima desse valor para que ele possa Operar comprado. 

No caso de uma venda por R$10, seu lucro será de R$2,50 por ação. Assim, é muito comum que essa seja uma estratégia de médio ou longo prazo, pois depende sempre da valorização.

Dizer que uma estratégia seja de médio ou longo prazo implica que ou o investidor manterá as ações por um longo período ou ele irá avaliar o mercado semanalmente ou mensalmente para revender o ativo.

No entanto, para que a previsão de valorização se efetue, é preciso ir além de meras análises de resultados de curto prazo. Isso significa que o investidor terá que desenvolver uma análise fundamentalista.

A ideia é que para identificar um ativo com potencial, os investidores precisam dispor de uma caixa de ferramentas que o auxilie a tomar as melhores decisões possíveis.

A análise fundamentalista, para isso, examina cuidadosamente os fundamentos do negócio de uma empresa, como suas demonstrações financeiras, posicionamento estratégico e cenário macroeconômico.

Vale mencionar que esse tipo de análise é positivo tanto para investimentos em renda variável quanto para alguns de renda fixa, como títulos públicos.

Vantagens Operar comprado 

Utilizar uma estratégia como Operar comprado tem interessantes vantagens, principalmente quando o investidor analisa os sinais do ativo no mercado, o que permite operar mais seguro e com menos riscos.

Assim, temos como primeira vantagem a segurança na operação, tendo em vista que o investidor fará uma análise minuciosa com o objetivo de lucrar com a venda do ativo em um momento de valorização.

Isso não significa que o investidor deve manter o ativo por um tempo indeterminado. Ao contrário, ele deve identificar um momento de valorização para obter lucros em cima da compra anterior.

Além disso, Operar comprado costuma ser uma modalidade de investimento extremamente simples, pois requer pouca movimentação e não demanda necessariamente um acompanhamento diário do mercado, ainda que isso possa ser positivo.

Operar comprado e Operar vendido

Dissemos que Operar comprado significa identificar um ativo com potencial de valorização e com preço abaixo para lucrar com sua venda posteriormente. Pois bem, Operar vendido é justamente o contrário.

Dito de outra forma, Operar vendido na Bolsa de valores é realizar um investimento a partir de uma lógica inversa de Operar comprado.

Operar vendido nada mais é do que obter lucro com a queda de um ativo, portanto, ganhar com a baixa de um ativo no mercado. Essa estratégia muito comum é também conhecida como “operações short”.

Dessa maneira, Operar vendido consiste em realizar um investimento em renda variávelapostando em sua queda, isto é, vender um ativo por um preço na intenção de ganhar com sua desvalorização.