Onde Investir com Rendimento Real da Poupança Negativo
| ,

Onde Investir com Rendimento Real da Poupança Negativo

Entenda como você está perdendo dinheiro ao investir no menor rendimento real da poupança dos últimos 30 anos.

Por
Atualizado em 29/07/2021

Em junho de 2021 a poupança registrou a pior taxa de rendimento real dos últimos 30 anos, tornando essencial saber o que é preciso fazer para não comprometer seu dinheiro.

Se você é alguém que busca a independência financeira por meio da alocação de ativos, deve saber como é importante ter uma carteira de investimento diversificada.

Para diversificar seus investimentos é preciso conhecer as opções da renda fixa, entendendo como o seu poder de compra pode ser afetado por rentabilidades menores às da renda variável.

Dessa forma, é essencial analisar o rendimento real de cada um de seus investimentos para saber se o seu dinheiro está rendendo o suficiente para manter seu custo de vida.

Caso a sua taxa de rentabilidade nominal esteja abaixo do índice de preços ao consumidor amplo (IPCA), significa que seu dinheiro não está acompanhando a inflação.

Quer Melhorar suas Finanças Pessoais? Baixe Grátis o Livro Digital “Como Investir Começando do Zero”.

Então, você está pronto para entender como você pode estar perdendo dinheiro com o rendimento real da poupança?

Leia até o final e descubra como investir o seu dinheiro em ativos mais rentáveis e que também são isentos de imposto de renda para pessoas físicas.

Rendimento Real da Poupança

Veja abaixo o rendimento da poupança descontada a inflação desde junho de 2020, chegando ao pior nível desde outubro de 1991, quando o retorno real foi de -9,72% 

Observe que a rentabilidade de 12 meses da caderneta já apresenta sequência de 10 meses de negatividade.

Mês/anoPoupança (anual)Inflação (anual)Rendimento real*
junho/201,58%2,13%1,21%
julho/201,58%2,31%0,79%
agosto/201,40%2,44%0,45%
setembro/201,40%3,14%-0,46%
outubro/201,40%3,92%-1,40%
novembro/201,40%4,31%-1,94%
dezembro/201,40%4,52%-2,30%
janeiro/211,40%4,56%-2,48%
fevereiro/211,40%5,20%-3,21%
março/211,93%6,10%-4,16%
abril/211,93%6,76%-4,80%
maio/212,45%8,06%-6,0%
junho/212,98%8,35%-6,26%

*Fonte: Economatica

Banner will be placed here

O Que é Rendimento Real da Poupança?

O rendimento real da poupança é utilizado para calcular o quanto a renda gerada na caderneta tem capacidade de compra em relação aos preços de produtos no período da aplicação.

Ou seja, o rendimento real revela o que sobra da rentabilidade nominal da poupança ao diminuir a taxa de inflação no tempo de investimento.

É essencial analisar o rendimento real de seus investimentos para saber se o seu dinheiro está rendendo o suficiente para manter o seu padrão de consumo ou se ele está perdendo para a inflação.

Vejamos um exemplo:

Ao aplicar R$ 1 mil na poupança em junho de 2020, o seu dinheiro estaria em R$ 1.029,80 na caderneta, tendo rendido R$ 29,80 nos últimos 12 meses.

Entretanto, os R$ 1 mil de junho de 2020 representam o poder de compra de R$ 1.083,50 após 12 meses de inflação.

O que também significa que se você tivesse simplesmente “guardado o seu dinheiro no colchão”, hoje os seus R$ 1 mil só conseguiriam comprar o equivalente a R$ 916,50 de junho de 2020.

Quer Melhorar suas Finanças Pessoais? Baixe Grátis o Livro Digital “Como Investir Começando do Zero”.

Onde Investir com Isenção de IR

Muitas vezes o que atrai o poupador que aplica o dinheiro na caderneta de poupança é a isenção de imposto de renda para pessoas físicas sobre seus rendimentos.

Por isso, é importante saber que não é só na renda fixa que há esse tipo de ativos, na renda variável também existem alguns investimentos isentos de imposto.

Veja abaixo duas classes de ativos que também podem gerar rentabilidade não tributável.

Ações

Quando você compra uma ação, está se tornando sócio de tal empresa e passa a ter direito a receber parte dos lucros do negócio.

No Brasil, as empresas com ações em Bolsa de Valores devem, obrigatoriamente, distribuir no mínimo 25% do lucro na forma de dividendos.

Algumas empresas oferecem até mais como forma de atrair mais investidores e os dividendos distribuídos não estão sujeitos à incidência de imposto de renda.

Além dos proventos distribuídos, as negociações de ações com lucros de até R$ 20 mil por mês também são isentas de imposto de renda. 

Porém, essa isenção só é válida para lucros de operações em que a compra e a venda do ativo ocorrem em datas diferentes.

Ou seja, essa isenção não é válida para operações day trade.

Já para quem negocia mais de R$ 20 mil no mês ou realiza day trade, será devido imposto de renda sobre o ganho de capital das negociações.

Esses tributos devem ser pagos por meio de documento de arrecadação das receitas (DARF), que o próprio investidor emite pelo site da Receita Federal.

Fundos imobiliários

Os fundos de investimentos imobiliários (FIIs) são compostos por investimentos do setor imobiliário, como lajes corporativas, shopping centers, galpões logísticos, etc.

Os fundos imobiliários geram dividendos mensais, como uma espécie de pagamento dos imóveis sob gestão do fundo.

Essa quantia será isenta de imposto de renda.

Vale lembrar que essa isenção é válida para os dividendos dos fundos imobiliários.

Porém, quando você vende sua cota pode haver obrigação de recolhimento de tributo se a venda gerar lucros.

Quer Melhorar suas Finanças Pessoais? Baixe Grátis o Livro Digital “Como Investir Começando do Zero”.

Lembre-se ainda de que a escolha dos investimentos mais adequados para você depende do seu perfil de investidor.

Realizando o seu teste de perfil de investidor, você poderá fazer escolhas mais conscientes de acordo com sua tolerância ao risco.

Para ajudar você a começar a investir, baixe aqui uma cópia gratuita do livro digital Como Começar a Investir do Zero e comece sua jornada além da poupança.

Análise de Ações

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE