Os índices MSCI são um referencial para entender o desempenho do mercado de ações e a economia da região que representam. Por isso, grandes gestores estão sempre de olho neles.

No mercado financeiro, existem importantes indicadores que são usados como referências de performance em diferentes setores do mercado financeiro e economias do mundo. 

No Brasil, por exemplo, o principal é o Ibovespa, que mede o desempenho das ações negociadas na bolsa brasileira (B3). 

No mundo inteiro há índices que medem o retorno de outras regiões do mundo ou de grupos de países. Alguns dos principais indicadores são os índices MSCI.

Publicado pela norte-americana Morgan Stanley Capital International, o MSCI, produz índices das principais ações de todo o mundo. 

Estes índices são usados como referências para vários gestores e investidores pelo mundo para investir no exterior de forma global.

Neste artigo você vai saber um pouco mais sobre os índices MSCI e por que sua carteira teórica é acompanhada por investidores no mundo todo. 

Onde Investir na Queda da Bolsa? Baixe a Lista de 3 Ações para Investir Agora.

O que são índices MSCI?

Os índices MSCI são indicadores que medem o desempenho do mercado de ações em áreas específicas ou representam um conjunto de ações globais que entram, juntas, formam um quesito a ser analisado.

Como outros índices, seu valor é medido pela média do desempenho das ações que compõem os índices MSCI.

Os índices MSCI podem ser importantes para:

  • Referência e Benchmark de mercado;
  • Construção de portfólio;
  • Investimento em tendências;
  • Análise de gerenciamento de risco;
  • Análises de retorno e percepções de mercado.

A MSCI

MSCI é a sigla para Morgan Stanley Capital International, uma empresa norte-americana fornecedora líder de ferramentas e serviços essenciais de suporte a decisões para a comunidade global de investimentos.

A história da MSCI começou em 1968, quando a empresa Capital International publicava índices do mercado de ações localizados fora dos Estados Unidos.

Em 1986, o banco Morgan Stanley assumiu os direitos para os índices e a empresa passou a se chamar Morgan Stanley Capital International ou MSCI. 

Naquela época, os índices da MSCI já eram referência para investimentos no exterior

Atualmente, os relatórios e indicadores da MSCI permitem que os clientes analisem os principais fatores de risco e retorno e criem portfólios mais eficazes com segurança. 

Entre os profissionais que usam os índices MSCI estão:

  • Proprietários de ativos (fundos de pensão, doações, fundações, bancos centrais, fundos soberanos, escritórios familiares e seguradoras);
  • Gestores de ativos (fundos institucionais e contas, fundos mútuos, fundos de hedge, ETFs, produtos de seguros, bancos privados e fundos de investimento imobiliário);
  • Intermediários financeiros (bancos, corretores, bolsas, custodiantes, sociedades fiduciárias e consultores de investimento);
  • Gestores de patrimônio (incluindo robô-consultores e corretoras autodirigidas);
  • Empresas.

Como funcionam os Índices MSCI

Assim como outros índices, os índices MSCI representam carteiras teóricas de ações categorizadas considerando local, desenvolvimento, setor, ESG, entre outros.

Para fazer parte desses índices, as empresas são avaliadas sob alguns aspectos, como porte, valor, tendência de mercado, crescimento, alavancagem financeira, liquidez e volatilidade das ações.

O valor dos índices MSCI é medido pela média do desempenho das ações que compõem os índices. 

Os resultados são apresentados em dólar e também na moeda local, o que torna possível um comparativo dos efeitos do câmbio sobre os índices.

A cada trimestre, os índices MSCI passam por uma revisão. No entanto, os valores são atualizados diariamente, de segunda a sexta-feira, enquanto que as ações são excluídas ou adicionadas a cada seis meses.

Importante lembrar que estes índices são carteiras teóricas, portanto, o investidor não consegue investir no MSCI propriamente dito, mas sim nas empresas que eles listam, ou em ETFs que possuem composições inspiradas nos índices.

Quais são os principais índices MSCI?

A MSCI tem uma grande gama de índices em seu portfólio. Ao total o Morgan Stanley Capital International gerencia 160 mil índices de mercados ao redor do mundo. 

Dentre os índices mais populares podemos destacar:

MSCI World

O índice mundial da MSCI mede o desempenho do mercado de empresas de grande e médio porte com presença global e em países desenvolvidos.

O MSCI World Index é composto por 1.539 ações com representação em 23 países

Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Hong Kong, Irlanda, Israel, Itália, Japão, Holanda, Nova Zelândia, Noruega, Portugal, Singapura, Espanha, Suécia, Suíça, Reino Unido e Estados Unidos.

O mercado de ações norte-americano é o que mais representa o índice, com mais de 60% de participação na composição.

MSCI World Index
Fonte: MSCI

Entre os setores, a tecnologia possui maior exposição, com cerca de 20%, seguido do setor financeiro, saúde e consumo.

Fonte: MSCI
Fonte: MSCI

Atualmente, os maiores constituintes do índice são Apple, Microsoft, Amazon, Tesla e Alphabet (Google).

Top 10 Constituintes MSCI WorldPorcentagem no índiceSetor
Apple (AAPL34)4,80%Tecnologia
Microsoft (MSFT34)3,67%Tecnologia
Amazon (AMZO34)2,10%Consumo
Tesla (TSLA34)1,38%Consumo
Alphabet A (GOGL34)1,27%Comunicação
Alphabet C (GOGL34)1,22%Comunicação
Unitedhealth Group (UNHH34)0,89%Saúde
Johnson & Johnson (JNJB34)0,88%Saúde
Meta Platforms A (FBOK34)0,88%Comunicação
Nvidia (NVDC34)0,86%Tecnologia
TOTAL17,95%

MSCI Emerging Markets 

O índice MSCI acompanha 1.398 ações de grande e média capitalização em 24 países de Mercados Emergentes

Brasil, Chile, China, Colômbia, República Tcheca, Egito, Grécia, Hungria, Índia, Indonésia, Coreia do Sul, Kuwait, Malásia, México, Peru, Filipinas, Polônia, Qatar, Arábia Saudita, África do Sul, Taiwan, Tailândia, Turquia e Emirados Árabes Unidos.

O país com mais empresas no índice é a China, com cerca de 30%. Em seguida vem Taiwan com 15%, Índia com 13% e Coréia do Sul com 12%.

O Brasil é o quinto país com maior representação, com 5%.

MSCI Emerging Markets 
Fonte: MSCI
Top 10 Constituintes MSCI Mercados EmergentesPorcentagem no índiceSetor
Taiwan Semiconductor (TSMC34)6,52%Tecnologia
Tencent Holdings4,02%Comunicação
Samsung3,72%Tecnologia
Alibaba (​​BABA34)2,87%Consumo
Reliance1,51%Energia
Meituan B1,30%Consumo
Vale (VALE3)1,00%Materiais
Infosys (I1FO34)1,00%Tecnologia
China Construction Bank0,99%Financeiro
JD.com (JDCO34)0,98%Consumo
TOTAL23,92%

MSCI Brasil

O Índice MSCI Brasil foi desenvolvido para medir o desempenho de grandes e médias empresas do mercado brasileiro. 

Atualmente, o índice é composto por 49 empresas, sendo a maior parte delas do setor financeiro (25%), seguido pelo de materiais (24%).

MSCI Brasil
Fonte: MSCI
Top 10 Constituintes MSCI BrasilPorcentagem no índiceSetor
Vale (VALE3)19,06%Materiais
Petrobras (PETR4)8,04%Energia
Petrobras (PETR3)6,94%Energia
Itau Unibanco (ITUB4)6,45%Financeiro
Bradesco (BBDC4)5,35%Financeiro
B3 (B3SA3) 4,54%Financeiro
Ambev (ABEV3)3,82%Consumo
Weg (WEGE3)2,82%Industrial
Itausa (ITSA4)2,38%Financeiro
Hapvida (HAPV3)2,09%Saúde
TOTAL61,49%

MSCI ACWI

O MSCI ACWI representa o desempenho de ações de grande e médio porte em 23 mercados desenvolvidos e 24 mercados emergentes. É portanto o índice mais abrangente da MSCI em escala global.

Os países desenvolvidos incluem: Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Hong Kong, Irlanda, Israel, Itália, Japão, Holanda, Nova Zelândia, Noruega, Portugal, Singapura, Espanha, Suécia, Suíça, Reino Unido e EUA. 

Os países emergentes incluem: Brasil, Chile, China, Colômbia, República Tcheca, Egito, Grécia, Hungria, Índia, Indonésia, Coreia do Sul, Kuwait, Malásia, México, Peru, Filipinas, Polônia, Qatar, Arábia Saudita, África do Sul, Taiwan, Tailândia, Turquia e Emirados Árabes Unidos.

Com 2.937 constituintes, os maiores representantes são dos Estados Unidos, com 60% do índice.

O setor de maior relevância é o de tecnologia, seguido do financeiro e de saúde.

MSCI ACWI
Fonte: MSCI