O que São Mini Contratos e Como Operar Mini Indices Hoje
|

O que São Mini Contratos e Como Operar Mini Índices Hoje

Saiba o que são Mini Contratos e descubra como operar mini índices hoje de forma fácil e segura.

Por
Atualizado em 09/12/2019
Avalie esse texto

Saber o que são Mini Contratos e Como Operar Mini Índices Hoje vai permitir que você diversifique a sua carteira de investimentos, além de aumentar a rentabilidade das suas aplicações.

Com os mini contratos você pode investir em dólar e se proteger das oscilações no preço da moeda americana.

Os mini contratos são uma espécie de reduzida de contratos futuros negociados na Bolsa de Valores, que permitem operar no mercado futuro, apostando na alta ou baixa de produtos como moedas e índices.

Com apenas R$ 25 na conta da sua corretora de valores você já pode começar a especular com os preços dos mini contratos de índice ou dólar.

Com valor de investimento bastante acessível, os mini contratos são uma opção interessante tanto para quem já possui um patrimônio maior, quanto para quem ainda está buscando como investir o dinheiro.

Porém, por ser um produto de renda variável esse tipo de investimento exige que o investidor tenha um bom nível de conhecimento prévio e um perfil mais arrojado.

Banner will be placed here

E, então, está pronto para aprender o que são mini contratos e como operar mini índices hoje para diversificar sua carteira de renda variável?

Leia até o final para entender como usar os mini contratos ao seu favor e aprender o que são mini contratos e como operar mini índices hoje.

O Que São Mini Contratos

Os mini contratos são uma espécie de contrato futuro, porém em um versão menor, criados para atrair investidores com interesses nesses mercados, com menos capital para investir.

O mini contrato equivale a 20% do contrato cheio, ou seja, cada R$ 1 real no contrato cheio equivale a R$ 0,20 no mini contrato.

Como são uma espécie de redução dos contratos futuros, os mini contratos operam em linha com sua versão maior, ficando restrito ao mercado de índices (mini índice) e dólar (mini dólar).

Para saber o que são mini contratos você deve antes saber o que é um contrato futuro.

O que são Contratos Futuros

Um contrato futuro, como o nome sugere, é um acordo de compra e venda padronizado de um ativo real ou financeiro em uma data futura com um preço já definido.

O contrato futuro estabelece um acordo entre duas partes, uma se compromete a vender um determinado produto e outra a comprá-lo em uma data posterior, por um preço que ambos acordaram em contrato.

No mercado financeiro os contratos futuros se aplicam às negociações de índices, moedas e commodities, como milho, soja, petróleo, entre outras.

Por exemplo, você pode usar um contrato futuro para estabelecer a compra de um carregamento de soja que ainda nem sequer foi colhido.

Imagine, por exemplo, que eu sou um produtor de soja e você é um investidor desse mercado.

Eu tenho uma plantação que ainda não foi colhida e preciso de capital para financiar os custos da colheita, você acredita que o preço da soja vai subir no mercado, por isso quer comprar agora.

Nesse cenário podemos estabelecer um contrato futuro, assim, dos dois lados podem sair ganhando.

Você ganha por conseguir um melhor preço, enquanto o produtor se beneficia por levantar capital para financiar as suas atividades e ainda conseguir lucro.

Nesse sentido, pode-se perceber que o principal objetivo desse tipo de contrato é conseguir se proteger das oscilações no preço.

Esse tipo de contrato era muito usado por agricultores e comerciantes, que buscavam evitar surpresas na hora de comercializar seus produtos.

Com o passar do tempo esse mercado se tornou mais abrangente e acessível, principalmente com o surgimento dos mini contratos.

Como Funcionam os Mini Contratos

Os mini contratos estão disponíveis para negociação no sistema da Bolsa de Valores e podem ser operados através do Home Broker ou pela mesa de operações.

Quando você compra um mini contrato pode vendê-lo no mesmo dia, numa operação de Day Trade, muito comum nesse mercado, ou mantê-lo até a data do vencimento.

Data de Vencimento

Como qualquer outro tipo de derivativo, os minicontratos, tanto de índice quanto de dólar possuem uma data de vencimento.

No caso do mini índice a data de vencimento é a quarta-feira mais próxima do dia 15 do mês do vencimento, sendo que esses são sempre pares (fevereiro, abril, junho…).

O ano e o mês de vencimento dos mini contratos são apresentadas no seu código de negociação, sendo o mês indicado por letra e o ano por dois números no fim do código.

O mês de vencimento do mini índice é representado pelas seguintes letras:

MêsCódigo
FevereiroG
AbrilJ
JunhoM
AgostoQ
OutubroV
DezembroZ

Já no caso do mini dólar o vencimento é sempre no último dia útil do mês, sendo este indicado no código também por uma letra.

O mês de vencimento do mini dólar é representado pelas seguintes letras:

MêsCódigo
JaneiroF
FevereiroG
MarçoH
AbrilJ
MaioK
JunhoM
JulhoN
AgostoQ
SetembroU
OutubroV
NovembroX
DezembroZ

Sigla de Negociação

Os códigos de negociação de cada tipo de contrato variam bastante e incluem letras e números que indicam o tipo de contrato, o mês e ano de vencimento.

Veja na tabela as três primeiras letras de cada contrato.

ContratoSigla
Índice CheioIND
Dólar CheioDOL
Mini ÍndiceWIN
Mini DólarWDO

No caso do mini índice, que começa com WIN, o código é ainda é composto por letra que corresponde ao mês de vencimento do contrato e mais dois números no final que indicam o ano do contrato.

Por exemplo, um mini índice de 2019 com vencimento em dezembro será negociado com o código WINZ19.

Em que Z indica que o mini contrato vence em dezembro e o número 19 indicando o ano do contrato.

Já no caso do mini dólar o código de negociação começa com WDO e é acrescido de mais uma letra que indica o mês de vencimento e mais dois número no final indicando o ano de vencimento.

Por exemplo, um mini dólar com vencimento março de 2020 será negociado com o código WDOH20.

Banner will be placed here

Valor por Pontos Mini Dólar

Em alguns casos, as variações do investimento são associadas à pontos, como é o caso do mini dólar, por exemplo.

Na Bolsa de Valores todos os contratos têm tamanhos e valores específicos.

No caso do contrato cheio de dólar, uma variação de 1 ponto representa um ganho ou perda de R$ 50.

Como o lote mínimo nesse caso é de 5 contratos, a variação de 1 ponto representa um lucro ou prejuízo de R$ 250.

Já no mini contrato de dólar a variação de 1 ponto representa uma variação de R$ 10 no lucro. Nesse caso o lote mínimo é de 1 contrato.

No contrato cheio de índice cada ponto representa R$ 1 real, portanto a variação de um ponto indica um ganho ou perda de R$ 5, considerando que o lote mínimo é cinco contratos.

Enquanto isso, no mini dólar a variação de 1 ponto representa uma perda ou ganho de R$ 0,20.

ContratoLote MínimoPreço do Contrato
Índice Cheio5R$ 1,00 por ponto do IND
Dólar Cheio5R$ 50,00 por ponto do DOL
Mini Índice1R$ 0,20 por ponto do WIN
Mini Dólar1R$ 10,00 por ponto do WDO

Mini Contratos vs Contratos Futuros

Os contratos futuros e mini contratos são usados pelos os investidores para se protegerem das oscilações nos preços de alguns produtos.

Apesar de serem muito parecidos, eles possuem algumas características que os diferenciam.

Os contratos cheios têm uma quantidade mínima de 5 contratos para serem negociados.

Com eles o investidor pode fazer aplicações em commodities, índices e moedas.

Esses produtos são mais indicados para investidores experientes, empresas e produtores já que o seu valor é bastante alto.

Os mini contratos tem como finalidade tornar esse mercado mais acessível para investidores comuns, pois são uma versão reduzida do contrato cheio.

Nesse caso é exigida uma margem de 20% do contrato cheio, portanto a posição do investidor é menor.

Os mini contratos ficam restritos ao mercado de dólar e índices.

Assim, se seu interesse é investir nestes mercados, os mini contratos podem ser uma ótima opção.

Tipos de Mini Contratos

Existem basicamente dois tipos de mini contratos, o mini dólar e o mini índice.

Índice Cheio (IND)

O índice cheio é o contrato de índice negociado na Bolsa Valores.

Nesse caso, o lote mínimo para investimento é de cinco contratos.Esses contratos são negociados entre 9h e 18h10min.

O vencimento desse tipo de contrato é o mesmo do mini índice, ocorre na quarta-feira mais próxima do dia 15 do mês, apenas nos meses pares.

Dólar Cheio (DOL)

O dólar cheio é o contrato cheio de dólar.

Esse tipo de contrato estabelece o limite mínimo de cinco contratos, em que cada contrato representa um acordo de compra e venda de US$ 50 mil.

O vencimento deste tipo de contrato acontece no último dia de cada mês sendo esta data especificada no código do ativo como ocorre com o mini dólar.

Mini Índice Bovespa (WIN)

O mini índice é um mini contrato que está relacionado a pontuação do Índice Bovespa no mercado futuro.Ao aplicar nesse tipo de contrato futuro o investidor está investindo com base em suas expectativas para o Ibovespa em uma data futura.

Nesse caso, uma variação de um ponto no índice representa um ganho ou perda de R$ 0,20.

O código de negociação do mini índice começa com WIN e seguido por uma letra que representa o mês de vencimento mais dois números referentes ao ano de vencimento.

Investir em Mini dólar (WDO)

O segundo tipo de minicontrato é o mini dólar, que está relacionado que envolve operações relacionadas às variações na diferença de preço entre o dólar e o real.

Os investimentos em mini dólar são uma boa opção para quem tem o objetivo de se proteger das oscilações do dólar e para quem deseja obter lucro com essas variações.

No WDO, código dos mini contratos de dólar, o lote mínimo é de um contrato o que representa US$ 10.000

Banner will be placed here

Vantagens dos Mini Contratos

Veja algumas das principais vantagens que os mini contratos oferecem aos seus investidores.

Liquidez

Um dos principais atributos que os investidores de renda variável buscam é a liquidez.

Os investimentos líquidos oferecem possibilidade de resgate mais rápido, pois podem ser negociados de maneira mais fácil.

Os mini contratos, nesse sentido, são uma boa opção de investimento pois são negociados diariamente o que facilita a execução das ordens de compra e venda.

Diversificação

Quando falamos de renda variável a primeira coisa que geralmente nos vem à cabeça são as ações ou, em alguns casos, os fundos de investimento.

Isso porque o mercado de renda variável ainda é pouco explorado no Brasil.

Os mini contratos, nesse cenário, surgem como uma opção a mais para quem deseja investir em renda variável, possibilitando maior diversificação da carteira.

Facilidade

Os mini contratos, assim como as ações, podem ser negociados de qualquer lugar através de um Home Broker.

Isso quer dizer que você não precisa nem sair do sofá se quiser investir em mini contratos, basta ter um computador ou celular com acesso à internet e conta nas melhores corretoras de valores.

Alavancagem

Outra característica marcante dos mini contratos é alavancagem, que atrai muitos investidores.

Quando um investidor negocia um mini contrato não precisa ter exatamente todo o valor do contrato, o que ele precisa é apenas uma parte, chamada de margem de garantia.

Assim, quem investe em mini contrato tem possibilidade operar um valor muito maior do que o que realmente possui em sua conta.

Flexibilidade

Além de permitir investimentos em outros mercados, os mini contratos ainda permitem que o investidor possa lucrar em diversos cenários, inclusive os cenários de queda.

Você já operou em algum mercado onde antecipou uma queda e realizou uma operação para se proteger dela?

Pois é, no mini contrato além de se proteger, você pode lucrar em cenários de queda operando vendido.

Riscos dos Mini Contratos

Todos os investimentos estão sujeitos à riscos e os mini contratos não ficam de fora desta lista.

Entretanto, conhecendo os riscos desse tipo de investimento você pode minimizar as desvantagens e tirar o melhor resultado das suas aplicações.

Vamos falar agora de todos os pontos que merecem cautela do investidor quando o assunto é mini contrato.

Oscilação

Em primeiro lugar, se você quer investir em mini contrato deve ficar atento às oscilações desses investimentos.

Os mini contratos podem sofrer variações relacionadas à expectativas, crises e mudanças súbitas no humor no mercado, por isso, você deve estar atento ao máximo de informações que possam afetar esse mercado para evitar perdas.

Margem de Garantia

Em alguns casos o valor da margem de garantia pode subir muito de maneira que o investidor não tenha como pagar o valor devido.

Quando isso acontece ele pode ser obrigado a diminuir sua posição ou sair dos mini contratos em cenários negativos.

De forma geral, as mudanças na margem de garantia ocorrem diariamente, porém de maneira mais amena, mas, em alguns casos, quando o risco aumenta muito as variações podem ser maiores.

Custos e Taxas para Operar Mini Contratos

Os mini contratos estão sujeitos a custos e taxas e o investidor deve ficar atento a esses valores para não comprometer o retorno do investimentos.

O valor total dos custos de investimento em mini contratos vai depender muito do número de operações e tipo de contrato.

Corretagem

O valor de corretagem cobrado para operações envolvendo mini contratos varia bastante entre uma corretora e outra, por isso fique atento aos custos na hora de escolher a sua corretora de valores.

Em alguns casos é possível encontrar corretoras com taxa zero de corretagem para mini contratos.

Custo Unitário Específico

O custo unitário para os mini contratos é definido a partir das taxas de registo variáveis ou para os emolumentos do seu contrato.

Para definir o custo unitário de um mini contrato é feito o seguinte cálculo:

Custo Unitário = P, onde a variável P representa o custo médio obtido para a taxa de registro variável ou para os emolumentos.

Emolumentos

O emolumentos, cobrados pela própria de Bolsa de Valores, são calculados no último dia útil de cada semana e se referem ao serviço de negociação.

Os emolumentos incidem sobre as seguintes situações:

  • Exercício de Opções;
  • Procedimento de cessão de direitos;
  • Negociação do Contrato (abertura ou fechamento de posição antes do prazo de vencimento do contrato).

O valor dos emolumentos é fixo para cada tipo mini contrato negociado, portanto o valor que você terá que pagar depende do mini contrato que você operou.

Se você quiser, pode consultar o valor para modalidade de investimento na B3.

Política de Incentivo

O valor da política de incentivo também está diretamente ligado ao tipo de investimento.

Para os mini contratos Ibovespa, por exemplo, o valor é de 21% do custo unitário que foi antecipadamente definida para a taxa de registro variável e emolumentos.

No caso das operações de day trade o percentual segue a seguinte tabela:

ADV (Average Daily Volume) day tradeRedução
De 1 a 535%
De 6 a 5040%
De 51 a 15055%
De 151 a 1.50070%
Acima de 1.50075%

Taxa de Permanência

Outra taxa que incide sobre os investimento em mini contratos é a de permanência.

Essa taxa também é cobrada pela Bolsa de Valores e é calculada a partir do número de dias que operação permanece aberta.

Dessa forma, quanto mais tempo a operação permanecer aberta, maior será o valor da taxa de permanência.

Taxa de Liquidação

A taxa de liquidação incide sobre cada mini contrato que você comprar. O valor dessa taxa varia para cada tipo de contrato.

No caso dos mini contratos o valor é de R$ 0,30 na liquidação por cada contrato.

Taxa de Ajuste dos Mini Contratos

Se você operar contratos futuros para ST (Swing Trade)vai receber ou pagar um valor pelo ajuste da sua posição diariamente calculado a partir do ajuste diário que os mini contratos sofrem.

Por exemplo, se você ganhou 200 pontos com seus investimentos, vai receber o valor correspondente a esses pontos.

Por outro lado, se você ficou no dia com uma perda de 500 pontos, o valor correspondente a eles será debitado da sua conta.

Imposto de Renda

As operações de mini contratos estão sujeitas a tributação do Imposto de Renda, mas as alíquotas variam dependendo do tipo de operação.

Para operação de day trade a alíquota do Imposto de Renda é de 20% sobre o lucro líquido obtido.

Já em caso de operações com prazo maior do que um dia a alíquota do IR é de 15%.

Além disso, 0,005% sobre a soma dos ajustes diários é retida direto na fonte.

Banner will be placed here

Como Operar Mini Contratos

1º Passo: abrir conta em corretora de valores

O primeiro passo para operar mini contratos é abrir conta em uma corretora.

Através do home broker você vai realizar suas operações, por isso escolher a melhor corretora de valores para você é essencial.

Esse passo é fundamental para aumentar as chances de sucesso dos seus investimentos.

Procure uma corretora confiável e que ofereça serviços de qualidade por um preço justo.

Os valores são uma variável importante, mas não é o único fator que deve ser levado em consideração.

Você deve avaliar a qualidade dos serviços e do atendimento prestados aos clientes, em alguns casos você pode precisar da assistência da sua corretora, por isso é melhor uma que ofereça uma qualidade de atendimento adequada.

Não esqueça também de avaliar o Home Broker da corretora que você vai escolher.

É muito importante que a plataforma seja fácil, simples e adequada às suas necessidades.

2º Passo: conhecer seu perfil de investidor

O segundo passo é conhecer seu perfil de investidor para definir quais produtos são mais adequados para você.

Quando você abre conta em uma corretora tem à sua disposição o teste de perfil gratuito.

Seja sincero nas perguntas para obter um resultado mais preciso, isso ajudará você a selecionar os investimentos que se encaixam com o seu apetite a risco.

3º Passo: transferir o valor a ser investido

Depois que você abrir a conta na sua corretora e já tiver feito seu teste de perfil está na hora de depositar para a conta na corretora o valor que você quer investir.

Não se esqueça de fazer um bom planejamento financeiro pessoal para saber exatamente quanto poderá aplicar sem comprometer suas obrigações do dia-a-dia, o planejamento também vai te ajudar a organizar suas contas para sobrar mais dinheiro para investir.

4º Passo: escolher o minicontrato

No quarto passo é hora de escolher em qual mini contrato vai investir.

Tente estudar o máximo que puder sobre os mais diferentes tipos de mini contrato, isso vai te ajudar a selecionar a melhor opção de acordo com seus objetivos.

5º Passo: observar as margens

Na hora de operar mini contratos não esqueça das margens.

O valor das margens varia muito entre uma corretora e outra.

Em geral os valores para dólar variam entre R$ 5.000 e R$ 2.500 incluindo operações no Home Broker e na plataforma, enquanto as margem para índice variam entre R$ 3.000 e R$ 1.200.

Se você vai operar no day trade a margem é de R$ 25 tanto para mini dólar quanto para mini índice.

O que você deve ter em mente, nesse caso, é que nunca deve usar como margem um dinheiro que não esteja disposto a perder.

6º Passo: analisar graficamente o momento para operar

Em geral, os investidores usam a análise gráfica para determinar os melhores momentos para operar mini contratos.

A análise gráfica, também chamada de análise técnica, ajuda a identificar figuras no gráfico de cotação do mini contrato, que podem auxiliar a decifrar as tendência futuras do mercado.

7º Passo: fazer a oferta de compra

Achou o mini contrato adequado e o momento certo? 

Ótimo, agora está na hora de comprar!

Entre na sua conta na corretora, abra o seu Home Broker, pesquise o código do mini contrato, por exemplo WINZ20, faça sua oferta de compra e espere até que a transação seja efetivada.

Para que a transação seja efetivada é preciso que existam ordens de venda no mesmo valor da sua ordem de compra, tal como no mercado de ações.

8º Passo: observar o prazo de vencimento

Você pode comprar e vender seu mini contrato antes do prazo de vencimento, mas de qualquer modo não esquece de observar essa informação.

Os mini contratos de índice tem prazo vencimento nos meses pares, mais especificamente na quarta-feira mais próxima do dia 15 do mês de vencimento.

Já no caso do mini dólar o vencimento é sempre no último dia útil do mês de todos os meses.

As informações do vencimento, como mês e ano, estão explicitadas no próprio código de negociação como já explicamos no texto.

9º Passo: recolher o imposto de renda

A apuração e pagamento do Imposto de Renda para as operações de mini contratos é responsabilidade do investidor.

Fique atento às regras de tributação desses investimentos.

O pagamento do Imposto de Renda de mini contratos deve ser efetuado até o último dia útil do mês posterior à apuração.

Banner will be placed here

Investir em Mini Contratos Vale a Pena?

Investir em mini contratos vale a pena para quem busca uma rentabilidade maior em renda variável, com um investimento menor, além de permitir fazer uma melhor alocação de ativos.

Os mini contratos são mais baratos que contratos futuros, permitindo que você invista em mercado futuro de índice e dólar com menor capital.

A melhor parte é que você pode operar mini contratos de maneira simples e fácil através do Home Broker da sua corretora.

Investindo de maneira consciente em mini contratos você tem resultados positivos para sua carteira, além de usar esses ativos para se proteger das oscilações do dólar.

Me conte nos comentários se você já investe em mini contratos de índice ou dólar?

Se ainda não, me diga o que falta para você começar, quem sabe eu possa ajudar você a dar o primeiro passo.

Avalie esse texto

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais