O que faz Ferbasa (FESA4) e os Diferenciais da Empresa
| ,

O que faz Ferbasa (FESA4) e os Diferenciais da Empresa

Conheça as principais estratégias utilizadas pela Ferbasa ao longo da sua história, e saiba se a ação FESA4 vale a pena.

Por
Atualizado em 04/01/2021

A Ferbasa é uma empresa dolarizada, de atuação verticalizada, eletro-intensiva e com uma elevada responsabilidade socioambiental.

A ação da Ferbasa (FESA4) entregou uma valorização expressiva de 84% após o período mais crítico da crise provocada pela pandemia de coronavírus.

Igualmente, seu principal índice de referência, o Índice Materiais Básicos (IMAT) da B3, valorizou 165% no mesmo período, evidenciando o mesmo otimismo dos investidores.

Saiba quais são os principais diferenciais da Ferbasa, as estratégias implementadas pela empresa, seu ambiente competitivo e os catalisadores das ações FESA4.

Leia até o final e descubra se a ação FESA4 vale a pena.

O que é Ferbasa

A Ferbasa é líder nacional na produção de ferro-ligas, e a única produtora integrada de ferro-cromo das Américas.

Atualmente, concentrada na fabricação e na comercialização de ferro-ligas, a Ferbasa detém aproximadamente todas as reservas de cromita do Brasil.

Praticamente ela detém o monopólio do mercado de ferro-ligas brasileiro.

Banner will be placed here

História da Ferbasa

A Ferbasa foi fundada em 1961 por José Corgosinho de Carvalho Filho, iniciando suas atividades no segmento de mineração.

Poucos anos depois, a empresa passou também a atuar no setor de metalurgia, produzindo ferro-cromo que seria destinado a indústria siderúrgica.

Ao longo da história da Ferbasa, aconteceram grandes marcos que possibilitaram o seu crescimento em seus 59 anos de existência, como por exemplo, a expansão do seu processo industrial.

Confira os principais acontecimentos que marcaram a história de uma das empresas mais antigas da B3:

Linha do Tempo da Ferbasa
1961Fundação da Ferbasa; Entrada no setor de mineração; IPO da Ferbasa
1963Entrada no setor de metalurgia
1986Início da produção de Ferro Silício
2015Prorrogação do contrato de energia com a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (CHESF)

Estrutura Organizacional Ferbasa

Confira abaixo a estrutura organizacional da empresa Ferbasa e seus membros.

DiretoriaMembro
PresidenteMarcio Lopes Fernandes de Barros
Diretor Financeiro e de Relações com InvestidoresHeron Albergaria de Melo
Diretor ComercialClaudiney Marcio de Araújo Pedrosa
ConselhosEspecialista do Setor
AdministraçãoGeraldo de Oliveira Lopes
FiscalCristiano Lima da Mota

Como FESA4 Lucra?

O principal objetivo de Ferbasa é produzir diversos tipos de ferro-ligas de alta qualidade, e com o máximo de eficiência possível, ou seja, pelo menor custo que conseguir.

Para alcançar essa redução nos custos de produção, a Ferbasa implementou o processo produtivo de verticalização.

O processo produtivo verticalizado consiste em produzir tudo o que a empresa conseguir para ser utilizado em seu produto final, no caso da Ferbasa, a produção de ferro-ligas.

Veja quais são os principais segmentos de atuação da Ferbasa:

  1. Florestal;
  2. Mineração;
  3. Eólica;
  4. Metalurgia.

Esses segmentos foram estruturados “propositalmente” pela Ferbasa para fornecer as matérias-primas essenciais utilizadas na produção de ferro-ligas, seu produto final de maior lucratividade.

Conheça os segmentos de atuação da Ferbasa, responsáveis pela fabricação dos insumos utilizados na fabricação de ferro-ligas:

SegmentoMatéria Prima
FlorestalBiorredutor (carvão vegetal)
MineraçãoCromita
EólicaEnergia para produção de ferroligas

Atualmente, a Ferbasa mantém um contrato com a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (CHESF), onde consegue comprar energia a preços mais baixos.

Além de manter em operação o seu parque eólico BW Guirapá, com capacidade instalada para gerar 170,2 MW de energia eólica.

O último segmento é a Metalurgia, divisão que utilizará todas as matérias-primas adquiridas para a produção das ferro-ligas, por isso ficou fora da tabela.

Posteriormente, as ferro-ligas serão vendidas para diversas siderúrgicas nacionais e internacionais, o maior mercado consumidor da Ferbasa.

A empresa também comercializa outros produtos quando sobram do processo produtivo de ferro-ligas, como areia de cromita, cal, microssílica, madeira, escórias e energia elétrica.

Com isso, a empresa também consegue aumentar seu mix de produtos.

Confira agora a participação de cada produto da receita líquida da Ferbasa:

Gráfico do Mix de Venda da Ferbasa
Fonte: RI Ferbasa

A receita da Ferbasa tem sido bastante beneficiada pela valorização do dólar, que apresentou crescimento de 29,5% no acumulado de 2020 (9 primeiros meses do ano).

Afinal, além da empresa exportar grande parte da sua produção, as vendas no Brasil têm como base a taxa média de câmbio.

Outro fator que tem grande relevância na receita líquida da Ferbasa é o preço de referência do Ferro Cromo Alto Carbono, a liga mais produzida e comercializada pela empresa.

Crescimento na Produção de Ferro-cromo

Atualmente, mais de 80% de todo o ferro-cromo produzido no mundo é utilizado na produção de aço inoxidável.

Segundo estimativas, o mercado global de ferro-cromo deve alcançar US$ 27 bilhões até 2027, impulsionado pela crescente demanda de aço inoxidável na Ásia. Sendo a China o maior consumidor global de ferro-cromo.

Atualmente, a China é um dos maiores consumidores de ferro-cromo da Ferbasa, podendo ocasionar um aquecimento nas vendas da empresa no longo prazo.

Concorrentes da Ferbasa

O setor siderúrgico é altamente globalizado, visto que, grande parte das vendas são destinadas ao exterior.

Por este motivo, muitos dos concorrentes da Ferbasa são os maiores produtores e comercializadores de ferro-ligas do mundo.

A África do Sul, seguido da China, são os países que concentram as maiores produtoras de Ferro Cromo Alto Carbono (FeCrAC) do mundo, o produto mais vendido da Ferbasa.

Veja os principais concorrentes da Ferbasa:

ConcorrenteSede
SamancorÁfrica do Sul
GlencoreSuíça
AfarakFinlândia

Confira aqui a análise completa dos resultados do 3T20 da Ferbasa.

Vantagens Competitivas da Ferbasa

  • Processo integrado com cadeira de produção verticalizada;
  • Produto de alto valor agregado;
  • Detentora de mais de 90% das reservas de cromitas do país.

Desvantagens Competitivas da Ferbasa

  • Alta exposição à volatilidade do preço do Ferro Cromo Alto Carbono.

Participação de Mercado da Ferbasa

No gráfico seguinte podemos observar que a Ferbasa detém uma pequena parcela de mercado nas exportações de Ferro Cromo Alto Carbono.

Entretanto, podemos também observar que a companhia é a principal fornecedora de Ferro Cromo Alto Carbono da América Latina.

Gráfico dos Exportadores FeCr AC da Ferbasa
Fonte: RI Ferbasa

O mesmo acontece nas exportações de Ferro Silício, a empresa é a principal fornecedora no Brasil e da América Latina.

Entretanto, quando comparado com outros países, sua parcela de mercado é relativamente baixa.

Isso acontece, pois o Brasil é um dos menores produtores de  Ferro Cromo Alto Carbono e de Ferro Silício do mundo.

Gráfico dos Exportadores de FeSi
Fonte: RI Ferbasa

Catalisadores Ações FESA4

Confira os catalisadores das ações FESA4:

  1. Desempenho operacional (melhora na margem bruta e na margem ebitda);
  2. Variação do dólar;
  3. Demanda da produção de aço inoxidável;
  4. Variação no preço de referência do Ferro Cromo Alto Carbono.

A ação FESA4 apresentou retração de 0,49% em 2021, enquanto o Ibovespa avançou 2,9% no mesmo período.

Desempenho Ação FESA4
Desempenho Ação FESA4. Fonte: GuiaInvest.

Ferbasa Vale a Pena Investir?

Em síntese, a Ferbasa é uma empresa dependente do dólar e extremamente eletrointensiva, o custo da energia elétrica é um dos mais altos para a fabricação das ferro-ligas.

Por outro lado, seu principal mercado consumidor são as siderúrgicas de característica cíclica, sendo totalmente voláteis de acordo com o desempenho da economia.

Por esses motivos, a empresa tem suas margens bastante pressionadas em momentos de retração econômica e valorização cambial.

No momento, as ações FESA4 estão sendo negociadas pelo seu valor patrimonial, entretanto, houve uma alta valorização pós-pandemia, aumentando o risco do ativo.

Mas como diria Benjamin Graham “Uma definição clássica de um investidor astuto é alguém que compra em mercados de baixa, quando todo mundo está vendendo, e vende em mercados de alta, quando todo mundo está comprando”.

Quer investir nas melhores empresas pagadoras de dividendos e que estão sendo negociadas com DY acima do mercado?

Garanta a sua vaga na minha Carteira Seleção de Dividendos e receba o meu acompanhamento pessoal.

Veja o dinheiro entrando na sua conta sem você precisar trabalhar mais para isso.

É o seu dinheiro trabalhando para você e não você trabalhando pelo dinheiro.

Análise de Ações

Disclaimer: Declaro que as informações contidas neste texto são públicas e que refletem única e exclusivamente a minha visão independente sobre a companhia, sem refletir a opinião do The Capital Advisor ou de seus controladores.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE