O que Faz Cielo (CIEL3) e os Diferenciais da Empresa
| ,

O que Faz Cielo (CIEL3) e os Diferenciais da Empresa

Conheça as estratégias utilizadas pela Cielo ao longo da sua história, e saiba se a ação CIEL3 vale a pena.

Por
Atualizado em 15/07/2021

A Cielo, anteriormente conhecida como Visanet, é a maior empresa do setor de pagamentos da América Latina.

Com o fim da exclusividade das bandeiras, o setor de meios de pagamentos passou por uma intensa revolução, causando uma redução no market share da Cielo.

Desde então, a Cielo vem reestruturando seu modelo de negócio para se adaptar à nova realidade do mercado.

Veja neste artigo quais são os principais diferenciais da Cielo, as estratégias implementadas pela empresa, seu ambiente competitivo e os catalisadores das ações CIEL3.

Leia até o final e descubra se a ação CIEL3 vale a pena.

Qual a Melhor Ação na Bolsa? Veja Aqui as 3 Melhores Ações para Você Investir Hoje!

O que é Cielo

A Cielo é uma empresa brasileira líder no setor de cartões de pagamentos na América Latina.

A companhia está listada no segmento Novo Mercado, e suas ações são negociadas pelo código CIEL3.

Avaliada em R$ 9,6 bilhões, aproximadamente 42,12% (ON) do seu capital social é negociado livremente na Bolsa de Valores Brasileira (B3).

Qual a Melhor Ação na Bolsa? Veja Aqui as 3 Melhores Ações para Você Investir Hoje!

História da Cielo

A história da Cielo iniciou em 1995, quando quatro instituições financeiras constituíram a primeira adquirente no setor de pagamentos do país sob a denominação Visanet. 

Posteriormente, em 1996, a companhia passou a operar com uma rede afiliada com mais de 100 mil estabelecimentos.

Com a expansão do mercado, a Cielo lançou diversos produtos como o cartão de débito Visa Electron e prestação de serviços para os cartões de benefícios refeição e alimentação Visa Vale.

Em 2009, a companhia realizou o maior IPO da História, e levantou cerca de R$ 8,4 bilhões. Posteriormente, a denominação da companhia foi alterada para Cielo.

Em 2019, com a implementação do cenário multibandeira, a Cielo passou a capturar e processar transações de cartões de outras bandeiras além da Visa.

Em 2012, a Cielo alcançou o mercado americano com a aquisição da Merchant e-Solutions por meio de uma subsidiária no exterior.

Em 2014, a companhia firmou um acordo com a BB Elo Cartões Participações, subsidiária do Banco do Brasil, constituindo a Cateno.

Em 27 de abril de 2017, o Banco Central emitiu autorização para a Cielo atuar como instituição de pagamento na modalidade credenciadora.

Desde então, a companhia passou a emitir e gerenciais contas de pagamento pré-pagas, reduzindo custos e aumentando a qualidade de seus serviços.

Recentemente, a Cielo vendeu todos os direitos relativos à plataforma de processamento e ao autorizador de transações desenvolvidos pela Cielo para Elo.

Confira os principais acontecimentos que marcaram a história da Cielo ao longos dos anos:

Linha do Tempo da Cielo
1995Constituição da Visanet.
2004Visanet alcança 500 mil clientes.
2006Cielo adquire 40,95% do capital social da Orizon.
2009VisaNet passa a negociar suas ações da Bovespa.
2010Cielo perde exclusividade com a bandeira Visa.
2011Cielo realiza a aquisição da Braspag.
2014Constituição da Cateno.
2016Lançamento da Cielo LIO.
2018Cielo realiza a aquisição total da Stelo.
2021Cessão da plataforma Elo.

Qual a Melhor Ação na Bolsa? Veja Aqui as 3 Melhores Ações para Você Investir Hoje!

Estrutura Organizacional Cielo

Confira abaixo a estrutura organizacional da empresa Cielo e seus membros.

AdministraçãoMembro
Diretor-Presidente e DRIGustavo Henrique Santos de Sousa
Diretor Vice-PresidenteJúlio Almeida Gomes
Diretor ExecutivoFernando Pinto Lima
ConselhosEspecialista do Setor
AdministraçãoAldo Luiz Mendes
FiscalAntonio Joaquim Gonzalez Rio Mayor
ComitêsEspecialista do Setor
AuditoriaAlexandre Souza da Conceição
RiscosAldo Luiz Mendes
FinançasAldo Luiz Mendes
Governança CorporativaArthur José André Neto
Pessoas e RemuneraçãoFrancisco Augusto da Costa e Silva
SustentabilidadeEdson Rogério da Costa

Como CIEL3 Lucra?

Reconhecida como uma prestadora de serviços de adquirência, a Cielo lucra com a liquidação de transações financeiras por meio de cartão de crédito e débito.

Adicionalmente, a companhia também oferece outros serviços como credenciamento de estabelecimentos comerciais, manutenção de terminais eletrônicos, entre outros.

Por ser a maior empresa prestadora de serviços de adquirência no país, o volume capturado de transações da Cielo chegou a mais de R$ 160 bilhões no 1T21.

Atualmente, a maior parte da receita da companhia vem da divisão de negócios Cielo Brasil. Veja no gráfico abaixo:

Gráfico da Receita Operacional da Cielo
Fonte: RI Cielo

Com a entrada de novos players no setor de meios de pagamentos (guerra das maquininhas), a receita líquida da Cielo vem diminuindo nos últimos anos. Veja no gráfico a seguir:

Gráfico do Histórico da Receita Líquida da Cielo
Gráfico do Histórico da Receita Líquida da Cielo. Fonte: GuiaInvest

Qual a Melhor Ação na Bolsa? Veja Aqui as 3 Melhores Ações para Você Investir Hoje!

Concorrentes Brasileiros da Cielo

Considerando o volume capturado de transações financeiras, a maior concorrente da Cielo é a Rede

Veja quais são os principais concorrentes brasileiros da Cielo:

PosiçãoEmpresa
Rede
Get Net
Stone

Confira aqui a análise completa dos resultados da Cielo do 1T21.

Vantagens Competitivas

  • A companhia possui liderança no setor de adquirência no país.

Desvantagens Competitivas

Entrada de novos players no mercado.

Participação de Mercado da Cielo

Com a decisão do fim da exclusividade de bandeiras por credenciadora, definida pelo Banco Central (BC) em 2010, o setor passou a ser mais competitivo.

Isso fez com que a participação de mercado da Cielo reduzisse bastante, em função da maior competitividade no mercado, passando de 52% em 2017 para 33,6% em 2020.

Entretanto, a Cielo ainda está posicionada como a maior empresa do mercado de meios de pagamento no país, considerando o volume capturado. Veja o ranking:

PosiçãoEmpresaVolume Capturado (R$) – 4T20Market Share (%)
CieloR$ 191 bilhões33,6%
RedeR$ 154 bilhões27,2%
Get Net (Santander)R$ 93 bilhões16,4%
StoneR$ 64 bilhões11,4%
Pag SeguroR$ 55 billhões9,7%
VeroR$ 9 bilhões1,6%

Fonte: RI Cielo

Qual a Melhor Ação na Bolsa? Veja Aqui as 3 Melhores Ações para Você Investir Hoje!

Desempenho Ações CIEL3

Inserida no setor de meios de pagamentos, os principais catalisadores das ações da Cielo são: crescimento econômico, eficiência operacional e melhora nas vendas do varejo.

As ações da Cielo (CIEL3) desvalorizaram 10,98% em 2021, e apresentaram uma alta de 26,37% nos últimos 12 meses.

Veja no gráfico abaixo o desempenho diário da ação CIEL3:

Gráfico do Histórico do Desempenho Diário da Ação CIEL3
Gráfico do Desempenho Diário da Ação CIEL3. Fonte: GuiaInvest

Cielo Vale a Pena Investir?

A Cielo ainda detém o maior market share do setor de meios de pagamentos.

Além do mais, é reconhecida como a maior processadora de meios de pagamento da América Latina.

Entretanto, a companhia passa por dificuldades em função da perda de sua participação de mercado ocasionada pela “Guerra das Maquininhas”.

Atualmente, as ações CIEL3 ainda apresentam um risco bastante alto quando comparado com seus pares de mercado, sendo recomendável aguardar os desdobramentos futuros da empresa.

Se você quer investir em ações com ótimos fundamentos e que estão sendo negociadas com desconto em relação ao seu preço justo, garanta a sua vaga na minha Carteira Ações para a Vida e receba o meu acompanhamento.

Mas se preferir investir por conta própria, baixe o checklist de 5 critérios para analisar uma ação, tenho certeza que vai lhe ajudar a tomar uma decisão mais assertiva.

Análise de Ações

Disclaimer: Declaro que as informações contidas neste texto são públicas e que refletem única e exclusivamente a minha visão independente sobre a companhia, sem refletir a opinião do The Capital Advisor ou de seus controladores.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE