O que é Swing Trade e como operar
|

O Que é Swing Trade e Como Operar

Swing Trade busca a obtenção de lucro analisando a tendência de mercado no curto a médio prazo.

Por
Atualizado em 01/06/2020

O Swing Trade permite que o investidor identifique as tendências do mercado e lucre com a performance dos ativos da Bolsa de Valores em operações de curto a médio prazo.

Existem diferentes modalidades para investir na Bolsa de Valores: Day Trade, Swing Trade e Position Trade (Longo Prazo).

Cada uma delas utiliza diferentes estratégias para ganhar dinheiro com ações.

O Swing Trade é uma modalidade de investimento na Bolsa de Valores, voltada para o curto e médio prazo.

Permite que o investidor lucre com de ações, contratos futuros e demais ativos da Bolsa em tendências de alta ou baixa do mercado.

Por ser mais versátil, o swing trade é a estratégia de operação mais famosa da Bolsa de Valores.

O tempo de permanência em uma posição varia de dias a semanas, com uma média de 70 operações por ano.

Então, você está pronto para saber o que é Swing Trade e para quem é?

Leia até o final e veja as vantagens e desvantagens dessa operação.

O que é Swing Trade?

Swing trade é uma estratégia de operação para negociar ativos na Bolsa de Valores baseada em tendências de mercado para ganhar dinheiro no curto a médio prazo

O tempo de cada operação pode variar de acordo com a estratégia adotada pelo investidor e momento de mercado.

Em geral, acontece dentro de alguns dias, podendo chegar a semanas.

A estratégia de swing trade consiste em identificar uma tendência de mercado para lucrar com as variações de preços dos ativos negociados na Bolsa de Valores.

As negociações podem envolver ações, opções, contratos futuros, entre outros ativos da B3.

Quando comparado ao Day Trade, o swing trade é uma forma de investir que oferece menos risco, sem perder o potencial de ter ganhos.

Sendo assim, o trader que optar por esse tipo de operação conta com mais tempo para aproveitar oportunidades e buscar retorno para o seu capital.

Banner will be placed here

Como funciona o Swing Trade?

No Swing Trade o investidor avalia as perspectivas de mercado e tendências no preço do ativo a fim de projetar um valor que pode ser alcançado.

Dessa forma, ele mantém sua posição até essa projeção se concretizar.

Essa operação pode durar dias ou semanas, não tendo a obrigação de zerar a posição no mesmo dia como no Day Trade.

O maior desafio de quem realiza o Swing Trade é compreender qual será a rota do mercado.

A análise técnica é o principal meio para identificar em quais as ações investir.

Por meio dela, é possível observar a tendência no preço do ativo e qual é o comportamento da cotação no período recente.

Dessa forma, é possível identificar as melhores oportunidades  e cenários com maior probabilidade de ocorrer no futuro próximo.

Imagine que, daqui a alguns dias, será divulgado o resultado financeiro trimestral de uma empresa que você entende que está tendo um bom desempenho.

Nesse caso, é bem provável que com a divulgação de resultados positivos, o preço de suas ações suba.

Por isso, você adquire um lote de ações dias antes da divulgação dos resultados e vende na data da apresentação quando o mercado estará otimista.

Para isso, é importante ter em mente a definição de limites relacionados às cotações, como:

  • Preço de entrada;
  • Lucro estimado;
  • Prejuízo estimado.

Melhores Ações para o Swing Trade

O principal meio de estudo para identificar as melhores ações no Swing Trade é a análise técnica.

A análise técnica de ações se baseia em gráficos e dados da ação para identificados padrões de comportamento e traçar tendências futuras.

Diferente da análise fundamentalista, a análise técnica não leva em consideração as empresas, apenas os seus dados no pregão.

Por isso é utilizada principalmente para operações de curto e curtíssimo prazo.

A Análise Técnica funciona a partir de três premissas básicas:

1. Qualquer expectativa de mercado se reflete no valor das ações;

2. O movimento dos preços das ações segue uma tendência;

3. A compreensão do futuro pode estar no entendimento do passado.

Para praticar o swing trade é importante que o trader domine alguns dos elementos da análise técnica como:

  • IFR – Índice de Força Relativa; 
  • Bandas de Bollinger;
  • Médias Móveis Exponenciais;
  • Candle sticks de reversão.

Quem pode fazer Swing Trade?

Teoricamente qualquer pessoa com uma conta aberta em uma corretora de valores pode fazer Swing Trade, porém, essa operação na Bolsa é indicada para pessoas de perfil moderado a arrojado.

Ou seja, que estão dispostas a assumirem um pouco de risco em prol de uma rentabilidade maior.

Além disso, por seu uma operação de curto a médio prazo, o swing trader precisa ter um ótimo conhecimento do mercado de capitais e dominar a análise técnica.

Escolher o swing trade depende muito do seu gosto ao risco, experiência, estilo de vida e tempo disponível para operação.

Diferente do Day Trade, não exige dedicação integral ao acompanhamento do mercado, permitindo que se leve a vida de trader em paralelo com outra atividade profissional.

O swing trader também deve ser mais paciente que o day trader, pois suas operações são projetadas a médio prazo, tendo assim mais tempo para recuperações

Vantagens do Swing Trade

Dentre as vantagens do Swing Trade está a possibilidade de ganhos no curto prazo, sem a necessidade de antecipar os movimentos do mercado.

Menor exposição ao risco

Uma das vantagens de optar pelo swing trade em relação ao day trade é não precisar antecipar os movimentos do mercado.

Dessa forma, pode-se esperar a tendência se confirmar no curto ou médio prazo para ter mais certeza de suas ações.

Custos menores

Em comparação ao day trade, o swing implica em custos menores, pois opera-se bem menos.

Melhor método para os traders iniciantes

Como envolve menos riscos e menor acompanhamento do mercado, o swing trade é a melhor opção para quem está iniciando nas operações de trade.

No swing trade as posições costumam durar entre 3 dias a 2 semanas. Então, o especulador pode acompanhar a operação com mais calma e ir ganhando conhecimento do mercado.

Assim, o trader pode seguir com sua profissão comum e inserir as operações aos poucos em sua rotina.

Análise técnica e análise fundamentalista

Embora o swing trade ocorra basicamente com o uso da análise técnica, os operadores também podem utilizar a análise fundamentalista a seu favor.

Com isso podem filtrar as companhias com bons fundamentos para especularem.

Em caso da operação de curto prazo não se concretize, ele ainda pode manter a ação devido às suas boas perspectivas de longo prazo.

Desvantagens do Swing Trade

Apesar de ser uma estratégia de trade com menos risco comparada com o Day Trade, também deve ser operada com cuidado, já que estamos falando de renda variável.

Oscilações de curto prazo

Embora se utilize os gráficos para fazer uma projeção, não é possível compreender totalmente o movimento dos ativos no curto prazo, já que eles podem se mover de forma bastante aleatória.

É somente no longo prazo que as cotações das empresas com bons fundamentos passam a adotar racionalidade em seus movimentos.

Nível de estresse envolvido nas operações

Operações focadas no curto prazo tendem a exigir maior controle emocional para não se deixar enganar pelos vieses do investidor.

Em geral, o acompanhamento do mercado quase que diário tende a deixar a rotina dos especuladores bastante estressante.

Necessidade de acompanhamento maior que o position

Embora o swing trade necessite um acompanhamento menor que o day trade, ele ainda é maior do que o position trade ou o buy and hold.

Como Fazer Swing Trade

Para fazer Swing Trade é necessário abrir uma conta em uma corretora de qualidade, com taxas justas e com uma boa plataforma.

Depois, basta abrir o home broker, identificar o momento certo de comprar e vender uma ação de acordo com a sua estratégia e enviar a mandar a ordem.

Operar no Swing Trade exige conhecimento e dedicação. Por isso, alguns pontos são fundamentais na rotina de um trader:

Criar um bom plano de trading

O primeiro ponto para criar um bom plano de trading é a definição dos seus objetivos e prazos.

Quanto você deseja lucrar e em quanto tempo?

Envolve também um bom gerenciamento de risco. Será que essa é a melhor estratégia para o seu perfil de investidor? Faça aqui o teste.

Defina também sua tolerância a risco e quanto você pode perder por dia.

Depois, parta para as estratégias de trading, como quais mercados operar, quais ativos, os tempos gráficos que irá usar, os indicadores, entre outros.

Análise do cenário

De forma resumida, o dia de um swing trader deve começar pelo acompanhamento do mercado.

É preciso se atualizar sobre o que está acontecendo no Brasil e no mundo.

Alguns fatores que importantes para ter atenção:

Foque também nas notícias específicas do setor e nas suas posições atuais.

Com esse contexto em mente, a busca passa a ser por possíveis oportunidades de operações para o dia.

Parta então para a análise técnica para observar as tendências que surgem a partir dos movimentos de mercado.

No Swing Trade conhecimento e disciplina são fundamentais. Portanto, quem deseja fazer operações trade deve:

  • Acompanhar diariamente informações sobre o mercado financeiro;
  • Ter atenção aos setores e companhias específicos nos quais investe ou pretende investir;
  • Fazer análises técnicas detalhadas para encontrar boas oportunidades;
  • Ter convicção das estratégias adotadas;
  • Respeitar os limites de lucro e prejuízo estimados.

Custos e taxas do Swing Trade

Operar no Swing Trade envolve as seguintes taxas e custos

Taxa de corretagem

A taxa de corretagem é um percentual pago à corretora por cada contrato de compra e venda por intermediar a operação. 

Taxa de custódia

A taxa de custódia é um custo operacional cobrado para suprir os gastos na B3.

Muitas corretoras isentam essa taxa. 

Emolumentos

Também conhecido como taxa de negociação, é cobrada pela B3 para cobrir os custos de serviços.

É cobrada de acordo com o volume transacionado. 

ISS

O imposto sobre o serviço é cobrado sobre o valor da corretagem e varia de 2% a 5%.

Tarifa de TED

Para poder operar no day trade, você precisa transferir o dinheiro da sua conta corrente no banco para a sua conta na corretora.

Assim, poderá ter o custo pela transferência eletrônica, conforme o banco utilizado.

Alguns bancos digitais não cobram por esse serviço. 

Imposto de Renda Swing Trade

Nas operações de swing trade, ou seja, aquelas onde a compra e venda são realizadas em dias diferentes, a alíquota é de 15% sobre os ganhos de capital.

O Imposto de Renda é cobrado apenas se o valor bruto da sua venda de ações for superior a R$ 20 mil por mês.

Se o valor for inferior, não há cobrança. 

Essa isenção não é válida para o day trade (compra e venda no mesmo dia), sobre o qual recai a alíquota de 20% sobre o lucro líquido obtido independentemente do valor.

Para saber mais, consulte o artigo Como declarar imposto de renda sobre investimentos

Qual a diferença entre day trade, swing trade e position? 

São diferentes formas de operar ações na Bolsa de Valores que diferem de acordo com seu tempo de duração.

O day trade tem uma duração curtíssima, com movimentações de compra e venda sendo executadas no período máximo de um dia.

Já o swing trade não é tão imediato quanto o day trade, mas também tem um prazo curto, com a compra e a venda durando alguns dias ou semanas.

Tanto o day trade quando o Swing trade são operações que visam o curto prazo e utilizam da análise técnica para projetar tendências do mercado e, assim, encontrar oportunidades.

Enquanto o position trade tem uma duração maior com foco no longo prazo.

Outra modalidade na qual o investidor compra ações de grandes empresas e mantém por muitos anos é o  Buy and Hold.

Diferente do day trade e o swing trade que tem como objetivo o ganho rápido através das oscilações, quem investe no longo prazo prioriza a qualidade das empresas e seu potencial de crescimento

Para isso, utiliza da análise fundamentalista para escolher as melhores ações.

Onde Investir na Bolsa? Baixe a Lista de 3 Ações para Investir Agora”.

Swing Trade Vale a Pena?

A operação de swing trade busca o ganho de curto prazo na Bolsa de Valores.

Por estar mais exposta à volatilidade do mercado, exige maior tolerância ao risco por conta do apostador, conhecimento de mercado e de análise técnica e disponibilidade de tempo.

Antes de decidir pelo swing trade, é preciso estar ciente do seu perfil de investidor.

Qualquer tipo de investimento deve ser avaliado pela sua rentabilidade, prazo e riscos.

Essas são condições indicam quais os melhores investimentos para o seu perfil e, quais estratégias de investimento devem ser adotadas para alcançar a independência financeira.

Descubra a melhor estratégia através deste teste online de perfil e receba uma sugestão de ativos para a sua carteira.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE